Câmara de Viana vai tansformar praça de touros em pavilhão desportivo

José Natal

-

A antiga praça de touros de Viana do Castelo vai ser transformada em pavilhão desportivo, seis anos depois de ter sido desactivada quando a cidade se declarou anti-touradas.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, o socialista José Maria Costa, o objectivo da autarquia passa por transformar a antiga arena num espaço polivalente para a prática de várias modalidades, em simultâneo, como ginástica, esgrima, patinagem artística e hóquei em patins e basquetebol.

A praça foi construída em 1948 e teve uma intensa atividade inicial mas, nos últimos anos, ficou reduzida a apenas um espectáculo anual, por altura da Romaria da Senhora d’Agonia, o que aconteceu pela última vez em agosto de 2008.

A praça está encerrada desde 2009, ano em que Viana se declarou cidade anti-touradas.

Chegaram a ser avançadas várias hipóteses para o imóvel, como um centro de Ciência Viva, um Centro de Mar – entretanto instalado a bordo do antigo navio hospital Gil Eannes – e um espaço de restauração e actividades náuticas. Até hoje não foi dada qualquer utilização pública ao equipamento.

Agora, a “vontade clara” da autarquia de dar resposta à “falta de condições físicas com que se debate a Escola Desportiva de Viana” está na origem da transformar o espaço num pavilhão desportivo.

“Conversámos com os dirigentes da EDV e estudámos várias alternativas. Pareceu-nos que a antiga praça de touros é um espaço interessante para estas funções”, sustentou.

Questionado pela Lusa, o autarca afirmou ser prematuro falar do montante do investimento, adiantando apenas que será um projecto a candidatar ao novo Quadro Comunitário de Apoio (QCA).

Contactado pela agência Lusa, o presidente da EDV, Rui Jorge Silva, manifestou “satisfação”, sublinhando que, “pela primeira vez em 39 anos de existência, o clube começa a ver alguma luz ao fundo do túnel”, no que diz respeito a instalações próprias.

Actualmente, acrescentou Rui Jorge Silva, o clube, com 1.300 atletas, “cresceu até ao limite”, pelo que defendeu a necessidade do espaço da antiga arena da praça de touros, com uma área de 3.800 metros quadrados e cerca de 65 metros de diâmetro, “ser rentabilizada, permitindo a prática de várias modalidades em simultâneo”.

Para o exterior do edifício, situado no parque da cidade, é proposta a criação de estruturas que permitam a prática desportiva ao ar livre.

/Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma vigarisse do pseudo representante do povo de Viana, porque razão não realiza um referendo perguntando á população de Viana o que pretende para aquele local incluindo continuar como praça de touros?

  2. Referendo? Essa teve muita piada! Quando tivemos o referendo sobre o aborto, 60% dos Vianenses não quiseram saber vão mesmo sair de casa para votar sobre o destino da Praça de Touros!
    Finalmente vão dar uso a um espaço que neste momento não serve para rigorosamente nada. Estava na altura de aproveitarem aquelas instalações para algo que efectivamente útil para a sociedade Vianense.

  3. Eu adoro ler estes comentários que não são nada tendenciosos; transpiram democracia e respeito pela opinião alheia……Assim não admira termos os governantes que temos;….Afinal eles emergem do povo e são feitos da mesma massa do povo que somos.
    Sugestão: – Porquê não convidarmos uns Marcianitos ou outros de outro planeta para nos governar. É que se não for assim gastamos uma pipa de massa em eleições para nada, pois estamos condenados a continuarmos sempre na mesma.

  4. Os meus mais sinceros parabéns, à cidade e ao movimento.
    Não é que seja propriamente anti-touradas, mas sou contra os maus tratos dos touros. Se fossem só “trabalhados”, sem agressões físicas, somente pela arte da dupla, cavaleiro/cavalo, do toureiro apeado, não só pela arte pela arte como também pela valentia, bem como pelos “forcados” com a sua valentia. Assim eu seria a favor da touradas, agora tal como se pratica, NÃO.
    A crueldade é muita e apesar de se invocar a tradição, não é razão para que se não entenda que já não estamos na pré-história..
    Parabéns Viana do Castelo
    .

  5. Os animais necessitam de ser protegidos, visto existirem alguns facínoras que pensando serem racionais, são piores que “alguns” bichos. Quanto ás touradas, acho que já existe uma perseguição e não uma contestação. Mas na minha mais sincera opinião, enquanto houverem seres humanos a serem pior tratados que animais, temos antes de tudo e mais nada, protege-los. Depois disso, então iremos aos animais. Conheço algumas pessoas que se dizem “protetoras” de animais, e são intragáveis, quer pessoalmente quer para com os outros, ou sejam, fingidas.

RESPONDER

Governo flexibiliza prescrição eletrónica de medicamentos

Esta quinta-feira, foi publicado em Diário da República o decreto-lei que cria o regime excecional de prescrição eletrónica de medicamentos durante o estado de emergência. O Governo criou um regime excecional de prescrição eletrónica de …

Médicos imigrantes impedidos de ajudar a combater o coronavírus nos EUA

Devido às regras dos vistos, muitos médicos imigrantes estão a ser proibidos de ajudar a combater a pandemia de covid-19 fora do hospital em que trabalham. Os Estados Unidos continuam a sentir em força as consequências …

Espanha insiste em emissão conjunta de dívida europeia "a médio prazo"

A ministra da Economia espanhola diz que o acordo alcançado pelo Eurogrupo "fazia falta", mas insiste que haja emissão conjunta de dívida europeia "a médio prazo". O Parlamento espanhol aprovou, entretanto, a renovação do estado …

Hyundai apresenta conceito de novo elétrico conduzido com joysticks

A Hyundai apresentou o conceito para um novo veículo, chamado Prophecy. O carro elétrico não é guiado pelo tradicional volante, mas sim por dois joysticks. As feiras automóveis estão todas interrompidas devido à pandemia de covid-19, …

Hospital da Cruz Vermelha excluído da rede de combate à pandemia

O Hospital da Cruz Vermelha não vai integrar a "rede covid", criada em resposta à pandemia do novo coronavírus, anunciou esta quinta-feira o executivo, realçando que esta decisão é tomada porque, face à situação atual, …

Coronavírus. Luvas de látex são perigosas quando não utilizadas corretamente

Quase como acontece com as máscaras, caso não sejam utilizadas corretamente, as luvas descartáveis de látex podem ser perigosas, ajudando a disseminar mais facilmente o vírus. A pandemia de covid-19 despertou grande interesse de como as …

Bloco de Esquerda "não vai aceitar austeridade" no pós-pandemia

A coordenadora nacional do Bloco de Esquerda diz que "não vai aceitar austeridade" em 2021, após a pandemia da covid-19, e garantiu que, pelo seu partido, "não faltará maioria" para ajudar Portugal a sair de …

Em Canonica d'Adda, homens e mulheres têm dias diferentes para ir às compras

A presidente da câmara de uma pequena cidade da Lombardia, Canonica d'Adda, em Itália, decidiu que homens e mulheres terão dias diferentes para fazer compras, visando limitar a multidão nas lojas e lutar contra a …

Linhas de crédito alargadas a todos os setores de atividade

O Governo alargou os apoios "à globalidade do tecido empresarial", nomeadamente aos setores do comércio e serviços, dos transportes, do imobiliário, da construção, indústrias extrativas e transformadoras. As linhas de crédito lançadas pelo Governo para apoiar …

Rui Rio: PSD não está a cooperar com o PS, mas com o Governo em nome de Portugal

O presidente do PSD, Rui Rio, afirmou esta quinta-feira que não está a cooperar com o PS, mas com o Governo de Portugal na crise da pandemia, esclarecendo que aquilo que defende é uma lógica …