Câmara de Lisboa expropriou prédios para construir mesquita de 3 milhões

A Câmara de Lisboa tomou posse administrativa de dois prédios na Rua do Benformoso, onde vai ser construída a futura mesquita da Mouraria, num processo de expropriação muito contestado pelo proprietário dos imóveis.

Em declarações aos jornalistas, António Barroso disse que situações destas “nunca deveriam existir num país onde as pessoas têm alguns direitos”.

O proprietário é um dos afectados no âmbito do processo de expropriação por interesse público que a autarquia iniciou para deitar abaixo alguns prédios na zona da Mouraria, visando a requalificação das ruas da Palma e do Benformoso, num projecto que inclui uma praça coberta, um jardim e uma nova mesquita.

António Barroso diz que recebeu a informação de que vai receber, para abandonar os dois prédios de que é proprietário, e que recentemente recuperou, uma indemnização no valor de 530 mil euros.

O prédio mais pequeno tem apenas rés-do-chão e cave, com 70 m2 por piso, e o outro tem 100 m2 de área útil por piso e é a residência do proprietário há mais de 40 anos.

Questionado sobre o valor da indemnização, António Barroso entende que está abaixo do que valem os dois prédios, frisando que não se consegue encontrar um apartamento na Mouraria nas mesmas condições do seu “por menos de 400 ou 450 mil euros e a câmara quer dar por um prédio 402 mil”.

O dono dos edifícios refere que contrapropôs à Câmara um valor de 1,99 milhões de euros, defendendo que seria mais justo, englobando também o dinheiro que investiu nas obras e parte da sua vida, mas a sua proposta “foi recusada”.

“Não perdi a esperança. Há-de haver alguém que tenha bom senso porque isto não se faz. Como é que a câmara vem destruir uma casa que eu reconstruí? Na qual cumpri com os objectivos que eles tinham?”, questiona António Barroso, mostrando desalento por uma situação que classifica de “desumana”.

Afirmando que “não se opõe à construção” da mesquita, António Barroso, de 63 anos, diz não compreender porque é que a autarquia não optou por edificá-la em locais onde existem prédios devolutos e lamenta que a Câmara nunca teve receptividade para negociar.

Na semana passada, a advogada de António Barroso interpôs uma providência cautelar para suspender a posse administrativa dos edifícios, mas ainda está a ser apreciada pelo tribunal. Aos jornalistas, Tânia Mendes admitiu que é muito difícil travar o processo já iniciado pela câmara.

Mesquita vai custar quase três milhões à Câmara

A autarquia já deu o primeiro passo do processo de expropriação, comunicando ao proprietário e aos seus inquilinos que podem permanecer no local até serem oficialmente notificados para sair. Até lá, as rendas também deverão ser pagas normalmente ao proprietário.

Entretanto, a autarquia não se pronuncia sobre o caso, realçando que as questões têm de ser analisadas por diferentes serviços, tendo em conta a complexidade do assunto.

A construção da mesquita na zona da Mouraria foi aprovada por unanimidade em reunião do executivo municipal, em Outubro do ano passado. Na altura, o vereador do Urbanismo, Manuel Salgado, revelou que o projecto custará quase três milhões de euros à autarquia – 1,4 milhões para pagar as indemnizações pelas expropriações e 1,5 milhões para as obras -, em declarações à Lusa.

O presidente da Câmara, Fernando Medina, apontou então, segundo cita a mesma publicação, que a construção da mesquita é uma “marca de abertura a todos e de dizer que todos são bem-vindos”, revelando ainda que a autarquia também planeia um projecto de “um museu judaico” em Lisboa.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

41 COMENTÁRIOS

  1. Concordo com a Manuel de Sousa – Deve ser edificada uma igreja de igual dimensão por exemplo no Iraque ou na Arábia Saudita. Isso sim seria um sinal de abertura a todos. TENHO PENA DE NÃO VOTAR EM LISBOA nas eleições Autárquicas.

  2. E andámos nós a discutir o financiamento das escolas privadas, MAS NÂO SOMOS UM PAÍS LAICO ( segunda a Esquerda) então porque é que temos que pagar uma mesquita….Não venham com a desculpa que é do orçamento da Câmara pois este vem do Orçamento do estado que por sua vez vem dos impostos que as empreasa e os portugueses pagam. A seguir vem uma mesquita para o Induísmo…..

  3. 1 mesquita? financiada pelo camara? nem se fossemos muçulmanos. Isto é nitidamente fazer obras, distribuir dinheiros públicos p/ SACAR p/ o bolso de quem está metido na negociata. Somos 1 país maioritariamente católico p/ se fazer obras e igrejas andam a pedir ao povo e outra parte é pela igreja e agora vem fazer-se mesquitas p/ muçulmanos c/ dinheiro dos contribuintes?? Onde vamos parar? Ao fundo do poço p/ de lá nunca + voltar… Estes politicos dos PS mais as obras é sempre a mesma coisa SACAR SACAR e SACAR

    • Isto é uma anedota.
      Inventam austeridade para sacar dinheiro às pessoas que trabalham e agora vão construir um quartel/ninho de terroristas com o dinheiro dos Lisboetas?
      Os lisboetas não deveriam ser consultados se aceitam pagar isso?
      Corrige-se uma mesquita ilegal construindo-lhes uma com o nosso dinheiro?
      Ilegal recebe dinheiro para corrigir a ilegalidade? Mas o que é isto? Que espécie de gestão IDIOTA e ANORMAL tem o município de Lisboa?
      Uma VERGONHA.

  4. acho piada quando dizem “orçamento da câmara”. e de onde vem o dinheiro que vai para a câmara? alem dos impostos municipais, também ha dinheiro dos contribuintes. Desses 3 milhoes que vao gastar na mesquita, porque nao gastam em obras nos predios em que a camara é propietaria e que estao a cair aos bocados? porque temos que ser nós a ajudar a pagar uma mesquita? se cada religiao quiser uma igreja nos bairros tipicos de lisboa, a camara manda abaixo esses bairros para criar uma igreja. ate me admira ainda nao terem feito um taj mahal na zona do martim moniz. também é uma zona com muitos residentes indianos

  5. se se paga para igrejas, para abrir caminhos para a Fátima, para casamentos de “santo antónio”, para museus “judaicos”, por que não para mesquitas? E se falta liberdade religiosa em países “muçulmanas” também deve-se suprimir a liberdade em países ditos “laicos”? E eu que sou ateu…

    • Para mesquitas? Esqueceram o que se passa nos países islâmicos? Esqueceram Bizâncio? Esqueceram gates of Viena? Vejam o que se passa na Arabia Saudita e Irão, onde se pratica a mais elevada barbárie contra o ser humano e especialmente contra as mulheres.
      Mesquitas não, porque Islão= Crime = terrorismo e na verdade deveria ser proibido.
      Assim a vitima constrói a casa do vampiro?

  6. Mas como é que isto é possível…o Estado não devia financiar templos de nenhuma religião, cristã, judaica, muçulmana, de nenhuma!

  7. Se eu fosse ao proprietário, ia ao talho comprar dois porcos, escavacava as caves dos prédios, filmava o acto e enterrava lá um porco em cada uma. Depois publicava no youtube/facebook e pedia para as pessoas partilharem. Queria ver depois os muçulmanos a querer construir lá uma mesquita.

  8. Qualquer dia (já faltou mais) os portugueses são corridos de Portugal para dar lugar a esta escumalha que vem infestando o país. Somos laicos, não queremos mesquitas (falo por mim).

  9. Não tenho nada contra mesquitas, igrejas, sinagogas ou qualquer outro templo religioso. Agora quem devia custear a construção da Mesquita deveria ser a comunidade muçulmana, bem como a justa indemnização aos proprietários que possuem prédios na zona onde vai ser edificada. A câmara deve somente conceder os necessários licenciamentos e fiscalizar que a obra cumpre os critérios estabelecidos para a reurbanização da área em questão

  10. Expropriar casas com dinheiros públicos para construir uma mesquita na Mouraria? Não gozem com o povo português. Mandem é essa gente construir mesquitas na terra deles.

  11. É para aqui que vão os nossos descontos?
    O Fernando Medina deve de ter batido com a cabeça num penico.
    Que pouca vergonha, tanta gente a passar dificuldades e esta personagem quer construir o quê? Uma medina!!! Se ainda fosse um Hospital

  12. Está tudo louco?
    Que falta de ética… é uma vergonha
    Construam é um hospital ou uma maternidade…
    O Afonso Henriques até deve de estar a dar voltas no caixão.
    O Povo Português está mesmo a dormir, ou a trabalhar no estrangeiro para pagar os impostos em Portugal, para agora o Medina gastar a massa em Mesquitas…..
    Estes políticos são mesmo uns anormais…

  13. Eu gostaria mesmo era ver a fundamentação juridica para esta decisão municipal.
    Eu não voto em Lisboa, mas fico curioso para ver a reacção dos lisboetas

  14. Mas que m**** é esta!? Agora a Camara Municipal virou igreja!??? Ainda mais despejar eleitores!??? NUNCA MAIS voto neste f*d*p*

  15. Uma decisão destas, ainda por cima por unanimidade carece ABSOLUTAMENTE de justificação pública, no mínimo dos mínimos. Se não o fizerem manifestam MEDO. Se têm medo é porque as razões são podres, (como até já cheira). Fica a oportunidade de justificarem o “mimo”. Já agora, porque não 34 mesquitas abaixo preço de saldo, para receberem melhor os representantes (armados) do daesh?

    • Que visão limitada, caro sr. Temos de respeitar (e investir) nas novas tendências!! oS PORTUGUESES, essas bestas de carga ultra-passivas nem sequer lhes passa aglomerarem-se em torno de qualquer causa, muito menos esta. É um sujeito ou 2 que é lesado (com F) (se calhar até tem uns trocados no banco, suficientes para não pagar “comissões” de salteador, perdão, de “proteção”, não !, de serviço) , por isso não nos interessa nada, ele que se lixe, vivam os muçulmanos!

  16. A maioria dos portugueses não quer nem mais mesquitas nem mais muçulmanos. E nem um euro de dinheiros públicos esbanjados dessa forma quando há portugueses com fome ou a viver mal. Mas porquê tudo isto? Será por o Medina ter um nome muçulmano? Ou por termos um primeiro ministro monhé?

  17. Estamos num país católico e onde o Estado se afirma laico ordenando a retirada de objectos religiosos das escolas entre outras coisas e agora temos uma Câmara Municipal que vai construir uma mesquita num país católico com dinheiros públicos e onde o islamismo não é bem vindo por razões mais do que conhecidas, afinal o laicismo parece existir mas contra os católicos! Estamos completamente perdidos com os políticos que temos e pergunto mesmo como é que uma decisão destas foi tomada por unanimidade, se este dinheiro fosse aplicado para restauro de algum edifício municipal e não faltarão certamente, para albergar os vagabundos que proliferam por Lisboa, isso sim seria uma acção digna de registo e louvor.

  18. Há mas é que correr com estes políticos IDIOTAS, normalmente CORRUPTOS e INIMIGOS do interesse nacional. E com isto o Medina passou a estar incluído nesse lote de gente vil e anti-patriótica. São mais 3 milhões que vão engrossar o endividamento público para os portugueses de agora e os que hão de vir pagarem.

  19. Por estas e por outras é que os extremistas islâmicos dizem que tomarão posse da Península Ibérica, pois sabem que em Portugal existem muitos inteligentes que até retiram as casas aos seus donos para para ajudar a causa deles!! Os franceses taparam os “nus”. Nós despojamos os nossos concidadão para ajudar os extremistas! As mesquitas servem para reuniões!! E se os imóveis fossem do Presidente da Câmara!?
    Isto é surreal!!!

  20. Querem mudar as coisas?
    Próxima vez vão votar e se tiverem cojones votem nos únicos que são capazes de pôr fim a esta vergonha…Partido Nacional Renovador…
    Tudo o resto são comissionistas a vender o País e os Portugueses a retalho.

  21. Tive que ler bem a notícia pois pensei que estava a ver mal… será que o estado/ alguma câmara municipal já construiu alguma igreja católica, também com os nossos impostos?

  22. ha quanto tempo existe esta comunidade? onde é que iam rezar? será que têm que ter uma mesquita ao pe de casa? se ate agora iam rezar numa outra mesquita, porque é que se vai construir uma mesmo ao virar da esquina?

  23. Políticos, traidores ou excrementos humanos, são sinónimos!!!! TRAIDORES!!! CORRUPTOS, BANDIDOS HÁ 42 ANOS A TRAÍREM, ROUBAREM E LEVAREM O PAÍS E O POVO À MISÉRIA TOTAL. SE HÁ A EXCEPÇÕES, CONTAM-SE PELOS DEDOS DE UMA MÃO! QUANTO É A COMISSÃO PELA TRAIÇÃO?!!! FAZ FALTA UM PARTIDO QUE PONHA ESTA TITICA, TODA A NADAR PARA O BRASIL!!!

  24. O princípio do fim meus concidadãos.
    O nosso governo e municípios estão a ficar islamisados. Não lhes chega os exemplos de outros países da Europa, não eles tb tem de dar cabo da nossa segurança alegando tolerância, tolerância esss que não é recíproca pelos “tolerados”!
    Essa gente e tão tolerante que em uk já se queixaram de que os semáforos eram uma limitação a liberdade deles…. triste mentalidade que agora vai para Portugal.

    Deitem restos e sangue de porco nesses terrenos que essa gente desiste deles pois o solo foi profamado!!!!

  25. E os Portugueses ou os Lisboetas não devem ser chamados a pronunciar o seu acordo ou não a tal decisão camarária.
    O Governo, pela sua assembleia não tem palavra a dizer?
    O município de Lisboa tem excedente de receitas que lhe permita tal obra ou vai-nos endividar mais, se existe esse excedente então ajudem quem precisa, idosos a viver em condições deploráveis, famílias carenciadas, entre tantas outras situações, talvez estejam a frente na lista de prioridades camarárias…
    Expropriar com a justificação de interesse publico, não convence, não para este fim.

  26. a camara de lisboa tem predios à sua carga. alguns estao arrendados. desses arrendados ha alguns que estao a precisar de obras ha muito tempo (podem gastar o dinheiro nestes predios). outors estao devolutos. porque nao constroiem a mesquita nesses predios que pertencem à camara e que estao devolutos? o estado também tem quarteis que pertenciam à tropa e que estao abandonados. porque nao dao um desses quarteis? o quartel da graça ainda está aberto? porque nao o dão para uma mesquita? é preciso ser naquele preciso local que tem que se construir a mesquita? nao podem andar uns metros e ter a mesquita? acho que com este negocio alguem vai meter dinheiro ao bolso. porque nao constroiem nos terrenos que eram da feira popular? é um local que nao precisam desalojar ninguem

  27. É simplesmente inacreditável!
    Que haja liberdade e respeito por todos os credos religiosos é bom! É sintoma de um país desenvolvido e civilizado.
    Que lhe seja permitido que construam os seus templos as suas mesquitas, as sinagogas, as suas igrejas nada a opor.
    Agora que sejam as Autarquias a contraírem mais dívida para a construção de mesquitas tendo tantos e prementes problemas sociais para solucionar e não o fazem com a desculpa de não ter fundos, não lembra ao diabo!
    Políticos da treta!
    Bando de incompetentes! Tenham vergonha!!!!!!!!!!!

    • Você ainda não percebeu que eles estão a obedecer a directivas da Merkel & Cª? Portugal vai ser mais um ninho de islâmicos. Vão instalá-los cá em pleno, para aplicar o famoso multiculturalismo, extensível a todos os países da UE. Ou você julgava que era só lá na Alemanha? O tempo do “orgulhosamente sós” acabou há muito. Agora estamos outra vez no tempo da maria vai com as outras, como na 1ª República, e se houver uma guerra mundial, pode estar certo de que os portuguesinhos lá vão estar a dar o corpo ao manifesto e de que nada nos salvará de uma invasão. Não vai haver nenhum Botas que nos livre de um novo Hitler.

  28. Portugal é um país inteligente, mas que está sendo enganado sobre o islamismo. Os políticos portugueses ou estão mal intencionados ou estão mal assessorados.

    A religião islâmica é antidemocrática (basta ler o que eles falam sobre a democracia http://www.islamismo.org/democracia_modo.htm) e, além disso, espalha ódio em todos os países onde há uma grande massa de muçulmanos.

    Por exemplo, veja que a única região rebelde da Rússia é uma região islâmica (Chechênia). Na China, a província rebelde é islâmica (http://infielatento.blogspot.com.br/2014/03/jihad-na-china.html). Na Índia, logo após a morte de Gandhi, os muçulmanos fizeram tanto terror que conseguiram separar o país, criando o Paquistão. Enfim, onde o Islão cresce, cresce junto a divisão e o ódio.

    E sobre as mulheres… cuidado: a onda de estupros só vai aumentar: http://pt.gatestoneinstitute.org/5336/suecia-estupros

  29. Que falta faz a monarquia no poder… essa república está levando a reconquista de Portugal, lentamente, pelos sarracenos…

    • kkkkkkkkkkkk estas de brincadeira? a monarquia covarde que fugil para o brasil com medo de napoleão, e as burradas que seus sibiam fazer de melhor kkkkk

RESPONDER

Uber cobrou 100 vezes mais a passageiros nos Estados Unidos

Vários passageiros da Uber nos Estados Unidos denunciaram que a empresa lhes cobrou 100 vezes mais do que o preço inicialmente apresentado na aplicação, noticia a BBC. A Uber já reagiu, dizendo que o problema …

Barbie alia-se à ESA para mostrar que as mulheres também podem ser astronautas

A Barbie e a Agência Espacial Europeia (ESA) deram as mãos para incentivar as crianças a tornarem-se na próxima geração de astronautas, engenheiras e cientistas espaciais, realçando as conquistas da única astronauta viva da Europa, …

Filho de Júlio Iglesias e portuguesa querem a sua parte da herança, que pode chegar aos 30 milhões

Agora que foi reconhecido, pelo tribunal, como filho de Júlio Iglesias, Javier Sánchez quer ter direito à sua parte da herança - 30 milhões de euros - e a uma indemnização por danos morais. Segundo divulgou …

Na terceira semana de julho contam-se cisnes no rio Tamisa (e é um assunto real)

Há vários séculos que contar cisnes no rio Tamisa é um assunto sério e real. Swan upping é o nome desta tradição que conta com a participação da coroa britânica. A tradição manda: na terceira semana …

Ciborgues vão dominar a Terra até ao final do século XXI, diz cientista

A ideia de que as máquinas com inteligência artificial irão coexistir, dominar ou até mesmo destruir a humanidade tem ganho destaque na ficção científica. Esta ideia está presente e tem ganho grande popularidade como, por exemplo, …

Concorrência acusa associações de anunciantes e de agências de publicidade de violarem regras de mercado

A Autoridade da Concorrência (AdC) acusou a Associação Portuguesa de Anunciantes (APAN) e a Associação Portuguesa de Agências de Publicidade, Comunicação e Marketing (APAP) "de limitarem o normal funcionamento do mercado ao estipularem uma regra …

Vídeo raro mostra últimos índios isolados da Amazónia para evitar um genocídio

Imagens da tribo isolada Awá, que não mantém contacto com o exterior e que está ameaçada pelo avanço dos madeireiros, na Amazónia, foram divulgadas pela organização não-governamental (ONG) Survival International como uma forma de alerta …

KLM citou estudo sobre lugares onde é mais provável sobreviver

Citando um estudo da Time, a companhia aérea KLM escreveu que "a taxa de mortalidade para os assentos no meio do avião é maior" e foi muito criticada. Após a polémica recente em que a tripulação …

Elefantes são os nossos aliados na luta contra as alterações climáticas

Os elefantes-da-floresta desempenham um papel importantíssimo na luta contra as alterações climáticas, nomeadamente no armazenamento de carbono. No entanto, a espécie está em vias de extinção. Isto de acordo com um novo estudo publicado esta segunda-feira …

Há uma nova pista no misterioso caso do desaparecimento de Emanuela Orlandi

Foram encontradas ossadas de dezenas de pessoas numa cripta junto aos túmulos abertos no Vaticano em busca de Emanuela, mas estes ossários deviam estar vazios. Foram encontrados milhares de ossos numa cripta que se pensava estar …