Onda de calor e seca podem agravar crise alimentar na Coreia do Norte

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

No início do verão, o líder norte-coreano Kim Jong Un descreveu a situação alimentar do país como “tensa”, após o encerramento da fronteira causado pela pandemia e cheias devastadoras. No meio da estação, um ciclo de calor opressor e as chuvas podem aumentar a crise.

As temperaturas no país têm estado tão altas que a media estatal tem alertado os residentes sobre os perigos da desidratação e dos baixos níveis de sódio, especialmente os idosos. Pedem ainda que se protejam do sol, comam mais frutas e vegetais e bebam mais de dois litros de água por dia, de acordo com a NK News, citada pelo Washington Post.

As condições extremas podem ter efeitos de longo alcance no país, que conta com sistemas de irrigação deficientes e uma crise alimentar em curso, ao mesmo tempo que o governo sofre uma forte pressão económica causada pelas sanções da Organização das Nações Unidas (ONU) devido ao programa nuclear de Pyongyang.



O calor na Coreia do Norte está associado a uma zona de alta pressão no oeste do Pacífico, que se estende pelo nordeste da China, Península Coreana e norte do Japão. Este é um dos três verões mais quentes já registados no país, com uma alta taxa de humidade.

Em 2020, a Coreia do Norte enfrentou a pior recessão económica em mais de duas décadas devido ao encerramento da fronteira com a China, às cheias e aos tufões. O governo sul-coreano disse esta semana que está a monitorizar a situação alimentar naquele país.

De acordo com os especialistas, a falta de abastecimento de água e de acesso a produtos como fertilizantes, combustível e equipamentos está afetar os agricultores norte-coreanos. O país encerrou grande parte da atividade comercial durante a pandemia e as sanções internacionais limitaram as opções de importação para a agricultura.

Embora a atual escassez de alimentos não seja tão grave como a vivida na década de 1990, os especialistas apontam para até 3 milhões de mortos.

As autoridades norte-coreanas começaram uma iniciativa para salvar as plantações da onda de calor, mobilizando trabalhadores para regar os campos, com as autoridades a melhorar a gestão das fontes de água e a recuperar as instalações subterrâneas, informou um relatório da Agência Central de Notícias da Coreia.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

Irão disponível para negociações sobre acordo nuclear nas próximas semanas

O Irão retornará às negociações sobre a retomada do acordo nuclear de 2015 nas próximas semanas, avançou o Ministério dos Negócios Estrangeiros esta terça-feira, apesar das suspeitas das potências ocidentais sobre a estratégia de Teerão …

Depois do Loon, nasce o Taara. Projeto usou lasers para transmitir 700TB de dados

Depois da morte do Projeto Loon, no início do ano, nasceu o Projeto Taara, que utilizou lasers para transmitir 700TB de dados através do rio Congo. O projeto muda, o nome é diferente, mas a missão …

Vizela - Paços de Ferreira bateu recorde de assistência na I Liga

Maior número de adeptos do campeonato também foi registado nesta jornada, no Benfica-Boavista; mas em termos de ocupação do estádio, o Vizela deixou longe toda a concorrência. Desde os anos 80 do século passado que não …

150 anos antes da viagem histórica de Colombo, um frade italiano escrevia sobre a America

Por volta do ano 1340, Galvano Fiamma registou, na sua Cronica universalis, a existência de terras a oeste da Gronelândia habitadas "por gigantes". Trata-se da primeira menção documentada do continente americano no Mediterrâneo, cerca de …

Os antigos compadres zangaram-se de vez. Trump puxa os cordelinhos nos bastidores para correr com McConnell

A relação de altos e baixos entre os dois azedou de vez depois de McConnell ter reconhecido a vitória de Joe Biden. Trump quer agora que um Republicano concorra contra McConnell pelo cargo da liderança …

Bombeiros embrulharam a maior árvore do mundo em papel de alumínio. Tudo para a proteger

O incêndio consumiu milhares de acres na Califórnia e o National Park Service viu-se obrigado a intensificar os seus esforços para proteger as jóias naturais, incluindo as maiores árvores do mundo. Os incêndios Colony e Paradise …

EUA trocaram "guerra implacável" por "diplomacia implacável" no Afeganistão, diz Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse esta terça-feira à Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que o país se está a concentrar na "diplomacia implacável" e no encerramento de uma era de …

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …