Caixa negra do avião russo revela “ruídos incomuns” antes do acidente

Alex Beltyukov / Wikimedia

Airbus A321-231 da MetroJet / Kogalimavia

Airbus A321-231 da MetroJet / Kogalimavia

A gravação das conversas entre a tripulação, revelada pela caixa negra do avião que fazia a ligação entre Sharm el-Sheikh e São Petersburgo, mostram registo de vários barulhos estranhos dentro do avião.

Um dia depois de a companhia aérea Metrojet, também conhecida por Kogalimavia, ter descartado a hipótese de o acidente ter sido provocado por falhas técnicas do avião, a possibilidade de um ataque terrorista está cada vez mais a ganhar força.

Segundo o RT, citando a agência Interfax, a gravação com a conversa entre os pilotos a bordo do Airbus A321 revela que, momentos antes da queda, foram registados “ruídos incomuns”, não tendo sido possível à tripulação emitir qualquer pedido de socorro.

“A gravação das conversas entre a tripulação evidenciam que a situação a bordo, quatro minutos antes da aeronave ter desaparecido dos radares, estava sob controle”, asseguraram fontes egípcias à agência.

“Nada indicava que existissem problemas a bordo, muito menos a tripulação informou sobre possíveis falhas”. A gravação mostra ante que “antes de desaparecer dos radares, foram registados ruídos incomuns no avião”.

No entanto, as autoridades russas continuam a pôr de lado a possibilidade de um ataque terrorista, mesmo sabendo que uma fação egípcia do Estado Islâmico já se responsabilizou pelo abate do avião.

O porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, citado pela Sputnik, não quis fazer especulações sobre a possível ligação entre o acidente na Península do Sinai e a operação russa na Síria, dizendo que são “temas absolutamente distintos” e que “não é necessário vinculá-los”.

Para já, ainda não foram determinadas as causas do acidente, até porque, embora o grupo terrorista tenha apresentado como prova da autoria do acidente um vídeo, já está provado que este é falso.

Também vários especialistas já confirmaram que os terroristas instalados na Península do Sinai não dispõem de mísseis capazes de atingir um avião a 30 mil pés.

Não excluíram, no entanto, a possibilidade de uma bomba a bordo do avião, situação que pode vir a ser confirmada, uma vez que um satélite norte-americano detetou uma explosão térmica sobre esse território na altura em que o avião caiu, informa a Sputnik, citando um correspondente da CBS News.

“Os dados ainda estão a ser analisados para determinar o que é que causou a explosão. Uma das razões pode ser a detonação de uma bomba mas também é possível a explosão do depósito de combustível ou do motor como consequência de uma falha técnica”, conta David Martin.

Ao mesmo tempo, a NBC, citando um oficial militar norte-americano, informou esta segunda-feira que a situação registada pelo satélite não corresponde à hipótese de que o avião tenha sido abatido porque, caso isso acontecesse, o satélite, através do seu equipamento por infravermelhos, teria registado um rasto térmico desse míssil.

Esta terça-feira, um segundo avião com os corpos e pertences das vítimas chegou ao aeroporto de Pulkovo, em São Petersburgo, informaram fontes oficiais.

O aparelho, um Il-76 do Ministério para Situações de Emergência russo, transportou fragmentos de cadáveres, documentos e objetos pessoais das vítimas, que serão entregues para peritagem e identificação.

Já durante o dia de ontem, outro avião transportou para a mesma cidade mais de 130 cadáveres e 40 fragmentos de corpos.

O avião, que fazia a ligação entre a estância turística egípcia de Sharm el-Sheikh e a cidade russa de São Petersburgo, despenhou-se no sábado, matando todas as 224 pessoas a bordo.

 ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Consumo excessivo de álcool afeta o sistema nervoso (e aumenta a ansiedade)

Investigadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde concluíram que o consumo repetitivo de álcool afeta diretamente células imunes do sistema nervoso central, que eliminam parte da comunicação entre os neurónios, e provoca o …

Afinal, os tubarões-baleia macho não são os maiores peixes dos oceanos

Um novo estudo revela que, afinal, os tubarões-baleia machos não são os maiores peixes do oceano. As fêmeas crescem continuamente muito depois de os machos pararem, atingindo tamanhos maiores - ainda que demorem mais tempo …

Exército norte-americano usou fundos de emergência covid-19 para comprar armas

O exército dos Estados Unidos utilizou fundos de emergência aprovados pelo Congresso especificamente para combater a covid-19 para comprar armas, denuncia esta semana o jornal norte-americano The Washington Post. O caso remonta a março passado, …

Carpinteiros usam técnica medieval na reconstrução de Notre Dame

A reconstrução de Notre Dame - que se prevê estar concluída no prazo de cinco anos - continua a avançar e os carpinteiros usaram técnicas medievais para erguer uma estrutura na fachada do monumento. A Catedral …

Durante um ano e meio, uma aldeia inteira perdeu a Internet todos os dias à mesma hora (e já se sabe porquê)

Durante 18 meses, os residentes de uma vila no País de Gales perderam a Internet todos os dias à mesma hora. Agora, engenheiros identificaram o motivo: uma televisão em segunda mão que emitia um sinal …

Gado na UE produz 704 milhões de toneladas de CO2 (mais do que todos os transportes juntos)

De acordo com uma nova análise da Greenpeace, animais de criação como vacas, porcos e outros, estão a emitir mais gases com efeito de estufa na Europa do que todos os transportes juntos. Na última década, …

É distraído e está sempre a perder a carteira? A Cashew Smart Wallet é para si

Uma simples carteira pode vir a melhorar os seus dias. A Cashew Smart Wallet é dotada de uma tecnologia de bluetooth que permite proteger os seus bens e ainda o ajuda caso a perca por …

Desportivo das Aves SAD desiste do Campeonato de Portugal

O Desportivo das Aves SAD vai abdicar da participação no Campeonato de Portugal (CdP), após ter falhado as negociações com o Perafita para utilizar as instalações do clube de Matosinhos. "As inscrições fechavam ontem [terça-feira] e …

Celebridades doam dinheiro para pagar dívidas a ex-presos impedidos de votar nos EUA

O bilionário Michael Bloomberg, o cantor John Legend e o basquetebolista LeBron James são algumas das celebridades que estão a doar dinheiro para pagar dívidas de ex-presidiários da Florida, impedidos de votar nas próximas eleições …

No debate sobre o Plano de Recuperação, evocou-se Sócrates e Passos

O líder do PSD questionou o primeiro-ministro se pretende "fomentar o desemprego" com o aumento do salário mínimo. O chefe do Governo manifestou-se "completamente perplexo". Na abertura do debate sobre o Plano de Recuperação e Resiliência, …