PJ faz 70 buscas no PS e PSD por suspeitas de corrupção

António Pedro Santos / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, acompanhado pelo presidente do PSD, Rui Rio

A Polícia Judiciária está a realizar buscas na Comissão Distrital de Lisboa do PSD e na Concelhia de Lisboa do PS. Em causa estarão suspeitas de corrupção “através de ajustes diretos feitos por várias autarquias a militantes partidários”.

A A Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, já veio a confirmar, através de um comunicado citado pelo Público, a existência de um inquérito a “crimes de corrupção passiva, tráfico de influência, participação económica em negócio e financiamento proibido”.

O inquérito motivou “cerca de 70 buscas domiciliárias e não domiciliárias, incluindo buscas a escritórios de advogados, autarquias, sociedades e instalações partidárias, em diversas zonas geográficas de Portugal Continental e Açores”.

As buscas foram inicialmente avançadas pela revista Sábado, que explicava que estavam em causa suspeitas de crimes financeiros que resultaram da contratação de pessoal e ainda da adjudicação direta de serviços a empresas ligadas ou geridas por políticos.

A operação da PJ decorre também nos serviços centrais e de Urbanismo da Câmara Municipal de Lisboa, no Campo Grande, três juntas de freguesia — Areeiro, Santo António e Estrela — e outras cidades do país.

Segundo a Sábado, estas freguesias adjudicaram empresas de militantes do PSD. O valor das avenças ultrapassará um milhão de euros.

O presidente da junta do Areeiro, Fernando Braamcamp, terá gasto 596.982 euros. Já o presidente da junta de Santo António, Vasco Morgado, 149.776 euros. E, o presidente da junta da Estrela, Luís Newton, pelo menos, 303.521 euros.

“O PS colaborou em tudo o que lhe foi solicitado pelas autoridades”, referiu à agência Lusa fonte oficial dos socialistas. Por sua vez, fonte do PSD disse que “estão em investigação alegados “favorecimentos a militantes” do partido, “através de ajustes diretos”, para a contratação de pessoal e a adjudicação de serviços a empresas ligadas ou controladas por dirigentes políticos”.

Carlos Eduardo Reis, conselheiro nacional do PSD que controla empresas que ganharam várias adjudicações diretas de autarquias do PSD e PS, é um dos principais visados.

Grande parte destes negócios suspeitos foram apontados em 2017 através de um e-mail anónimo. No entanto, a denúncia também chegou às autoridades que abriram uma investigação crime centrada em negócios públicos realizados por Sérgio Azevedo e Luís Newton. Ambos ocupavam cargos no Núcleo Ocidental do PSD/Lisboa.

Sérgio Azevedo era então vice-presidente da bancada do PSD na Assembleia da República, enquanto que Luís Newton era tesoureiro da concelhia do PSD/Lisboa.

PSD sem medo e disponível para colaborar

O secretário-geral do PSD, José Silvano, revelou esta quarta-feira que os inspetores da PJ estão ainda na sede nacional do partido e assegurou que a atual direção “não tem medo” de qualquer investigação “doa a quem doer”.

Em conferência de imprensa na sede do PSD, em Lisboa, sobre a operação de buscas realizadas em todo o país – incluindo a autarquias, sociedades e instalações partidárias – José Silvano frisou que a investigação em curso incide “sobre factos anteriores à eleição deste líder e desta direção”.

“Quando assumimos a direção do partido, Rui Rio e eu próprio assumimos publicamente estes princípios: não tínhamos medo de nada de ninguém, o mandato para que fomos eleitos teria como foco principal o combate à corrupção, compadrios e falta de transparência na vida política e nunca colocaríamos quaisquer obstáculos à procura da verdade, doesse a quem doesse”, sublinhou.

Por essa razão,  quando foi “surpreendido” com um mandado de busca na sede nacional do PSD – onde estão consolidadas as contas de todas as estruturas do partido – o partido disponibilizou “todos os documentos pedidos e espaços para consulta sem quaisquer restrições”, numa operação que ainda decorre na sede da São Caetano à Lapa.

Sobre consequências internas, José Silvano recusou pronunciar-se sobre pessoas e casos concretos – dizendo que a comunicação social parece ter mais informações do que o PSD – e salientou que estas só poderão vir a acontecer caso haja uma sentença com trânsito em julgado.

A investigação é coordenada pelo Ministério Público no Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

    • claro, quer dum lado quer do outro, venha o diabo e escolha…

      Parece-me coincidência a mais que só agora a magistratura chegue assim tão forte e perto dos partidos.
      Se foi o RR que conseguiu desbloquear a coisa (e será também porque alguns seus opositores vão ser apanhados nas dobras) é já qualquer coisa. Ao menos varre-se um bocado da casa.
      Se houvesse mais disto a TODOS os partidos è que era bom.

  1. se a policia e ministerio nao estivere corrumpidos, esta noticia nao é mais uma estrategia para se fingir que a Justiça funciona. Demos- poder a ladroes e corruptos governantes em todos os quadrantes e agora a constituição dá-lhes proteção. Abstenção global de votação é o minimo, entre outras medidas

  2. Espero que seja desta que engavetem aquele Carlos César… Cacique manhoso do PS. E a mesma coisa para qualquer chico fatela do PSD que seja detectado nas malhas da investigação. Isto não tem nada a ver com ideologias políticas… Mas sim com ter asco a aldrabões que se metem na política para tratar da vidinha deles.

  3. Acho eu, como Português que sou, não acredito que se faça Justiça a esses Sr,s, é mais uma Novela a passar na Comunicação Social, tenho a certeza se fossem uns Trolhas talvez desse qualquer resultado.
    BIBA PORTUGAL

RESPONDER

Venezuela testou molécula que "anula a 100%" o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que "anula 100%" o novo coronavírus. "O IVIC testou uma molécula usada para tratar …

Com a bancarrota a caminho, Governo Sócrates vendeu quase 80% dos imóveis públicos

Numa altura em que o país já estava em situação complicada, com o cenário de bancarrota no horizonte, o último Governo de José Sócrates vendeu quase 80% do património imobiliário público em apenas dois anos. Estes …

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, houve centenas de festas ilegais e álcool na rua

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, foram muitos os que ignoraram as restrições. A polícia espanhola foi obrigada a intervir em centenas de festas ilegais e numa festa ao ar livre com mais …

Casa Branca admite que EUA não poderão controlar pandemia. Biden acusa Trump de ter desistido

A Casa Branca admitiu este domingo que os EUA não poderão controlar a pandemia por ser tão contagiosa, numa mudança à postura de minimização da gravidade da crise, numa altura em que há novos recordes …

GNR obrigada a intervir no GP de Fórmula 1. Bastonário diz que evento foi um "insulto" aos profissionais de saúde

O circuito de Portimão teve de fechar algumas bancadas para garantir o distanciamento dos 27.500 espetadores autorizados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Pelo menos em duas foi necessária a intervenção da GNR. Em comunicado, a GNR …

Governo atira-se ao Bloco de Esquerda. Voto contra é "incompreensível"

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou que "o Governo considera incompreensível que não possa contar com o Bloco de Esquerda" para aprovar o Orçamento do …

Chilenos votam de forma esmagadora para substituir Constituição de Pinochet

Os chilenos votaram de forma esmagadora, este domingo, a favor de uma nova Constituição para substituir a herdada da era do ditador Pinochet, num referendo realizado um ano após uma revolta popular contra a desigualdade …

Parques eólicos instalados em terrenos baldios vão passar a pagar IMI

Os terrenos baldios onde sejam instalados parques eólicos destinados a produzir energia elétrica vão perder o direito à isenção de IMI que a lei previa anteriormente para este tipo de imóveis. O Jornal de Negócios adianta …

“Se Jesus tem dito que sim, não seria o Bruno Lage a substituir Rui Vitória”

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, revelou que o atual treinador das águias, Jorge Jesus, já era um nome pensado na altura em que Bruno Lage assumiu a cadeira deixada por Rui Vitória. "Disse …

LMM sugere divisão do país por zonas de risco. "Recolher obrigatório é inevitável. A situação é muito séria"

Como é habitual Luís Marques Mendes deixou o seu comentário semanal sobre o estado do país na SIC, e esta semana os temas quentes foram a Fórmula 1, que decorreu durante o fim de semana …