Encontrado bunker da II Guerra Mundial usado pelo “exército secreto de Churchill”

Um bunker da II Guerra Mundial foi encontrado numa floresta no sul da Escócia por acaso. A instalação tinha sido construída para abrigar um exército secreto britânico.

Trabalhadores florestais estavam a derrubar árvores no sul da Escócia quando encontraram algo peculiar: uma porta de ferro. Essa porta dava para um bunker da II Guerra Mundial, construído para abrigar as forças militares mais secretas da Grã-Bretanha.

Conhecidas como Unidades Auxiliares – ou às vezes “exército secreto de Churchill” -, a força era um corpo de voluntários semelhantes à Guarda Doméstica da Grã-Bretanha, encarregados de defender o país no caso de uma invasão nazi alemã.

Ao contrário da Guarda Nacional, as Unidades Auxiliares eram uma brigada de guerra de guerrilha envolta em segredo. Cada unidade, com capacidade para oito homens, baseava as suas operações numa das centenas de minúsculos bunkers com tampa de betão enterrados em todo o interior. A localização desses bunkers foi um segredo tão ferozmente guardado que muitos deles ainda permanecem desconhecidos até hoje.

Agora, menos um desses segredos ficará perdido na História. Trabalhadores florestais descobriram o novo bunker no outono, na zona rural arborizada ao sul de Edimburgo, enterrados a 1,3 metros de profundidade, de acordo com um comunicado do AOC Archaeology Group.

AOC Archaeology / FLS

Com um telhado de zinco e paredes de tijolos, o bunker parecia uma lata de sardinha de betão, com cerca de sete metros de comprimento e três de largura, que abrigaria cerca de sete soldados durante meses ou anos a fio.

Os arqueólogos encontraram alguns restos de madeira no bunker que eram a cama de um soldado, além de uma lata vazia que pode ter contido a sua ceia.

“A partir de registos, sabemos que cerca de sete homens usavam este bunker e, na época, estavam armados com revólveres, metralhadoras, rifle e explosivos”, disse Matt Ritchie, arqueólogo da Forestry and Land Scotland (FLS), em declarações à BBC.

Estes homens teriam agido como uma força autónoma de ataque de guerrilha durante uma invasão nazi, emergindo das suas covas escondidas para sabotar o avanço do inimigo com todos os meios necessários.

Os integrantes da unidade – apelidados de “scallywags” – foram treinados em emboscadas, assassinatos, demolições e até suicídio. A maioria deles foi escolhida por conhecer bem o terreno local e pelas suas capacidades de manejar armas.

Cada soldado tinha uma lista de potenciais pessoas, que poderiam ser até chefes de polícia do condado, e ordem para executá-los se houvesse risco de ajudarem os nazis.

De acordo com o historiador britânico da Resistência, Malcolm Atkin, a expectativa de vida era de apenas duas semanas. Esperava-se que morressem a lutar – e, se a captura parecesse provável, eram ordenados a matar os companheiros e a suicidar-se com balas ou bombas.

Forestry and Land Scotland

Winston Churchill implantou as Unidades Auxiliares em 1940, embora felizmente nunca precisassem de usar o seu treino de guerrilha na frente doméstica. Eventualmente, à medida que as marés da guerra mudavam, os soldados foram usados como forças especiais durante a invasão do Dia D.

Enquanto os arqueólogos estudam o abrigo recém-redescoberto, o local permanece fechado ao público. A localização precisa do bunker não foi revelada.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Nova morte, saqueamentos e protestos. Minneapolis vive caos após homicídio de George Floyd

Um homem foi encontrado morto a tiro, na madrugada de hoje, suspeito de ter sido vítima dos protestos, em Minneapolis, contra a morte de um homem negro sob custódia policial. Durante a noite de quarta-feira, milhares …

Filho de Deeney tem problemas respiratórios. Jogador foi alvo de abusos por recusar treinar

O futebolista Troy Deeney, capitão do Watford, revelou que tem sido alvo de abusos e comentários depreciativos, por ter recusado voltar aos treinos, face aos problemas respiratórios do seu filho. “Vi comentários em relação ao meu …

Parlamento aprova alargamento de apoios a todos os sócios-gerentes afetados pela pandemia

O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um texto final que alarga os apoios no âmbito do `layoff´ aos sócios-gerentes das micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia covid-19, independentemente do volume de faturação. Com …

Pandemia de covid-19 alimenta corrupção na América Latina

A propagação da Covid-19 na América Latina está a alimentar a corrupção nos vários países que a integram, que vai desde a inflação dos preços a situações de aproveitamento económico e de ligações entre políticos …

Mais de 500 católicos portugueses contra proibição de comunhão na boca

Mais de 500 católicos portugueses, entre leigos e sacerdotes, apelaram à Conferência Episcopal Portuguesa para revogar a proibição de os fiéis receberem a comunhão na boca, por causa da pandemia de covid-19, informou na quarta-feira …

Adeptos recusam devolução dos bilhetes. Bayern distribui dinheiro por clubes amadores

Os adeptos do Bayern renunciaram ao direito de serem reembolsados pelos bilhetes comprados para os jogos até ao final da temporada. O clube decidiu distribuir o dinheiro pelos emblemas amadores da região da Baviera. Tal como …

Trabalhadores acusam TAP de pagar abaixo do salário mínimo a tripulantes em lay-off

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou hoje a TAP de não estar a pagar o previsto na lei do ‘lay-off’, indicando vários casos em que a remuneração é inferior …

Tesla baixa preço de quase todos os modelos nos Estados Unidos

A empresa de carros elétricos Tesla baixou o preço dos Modelos 3, S e X no mercado norte-americano, visando estimular as vendas que estão em declínio durante a pandemia, avança a agência Reuters. O semanário …

Assessor de Boris cometeu infração ao confinamento, conclui polícia

A polícia britânica concluiu que Dominic Cummings, assessor do primeiro-ministro, Boris Johnson, cometeu uma violação "menor" das regras de confinamento introduzidas para combater o novo coronavírus, mas não pretende abrir um processo. Cummings admitiu ter conduzido …

Infarmed suspende hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19

O Infarmed suspendeu o uso de hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19. Para além da OMS, outros países já tomaram a mesma decisão que Portugal. A decisão vem no mesmo sentido da Organização Mundial de …