Bruxelas acusa MasterCard de aumentar artificialmente custos dos pagamentos com cartões

A Comissão Europeia considerou que a MasterCard impõe taxas demasiado altas aos seus clientes, aumentando artificialmente os custos dos pagamentos com cartões.

Bruxelas publicou esta quinta-feira o parecer preliminar sobre a investigação que tem em curso à MasterCard, uma das maiores empresas mundiais de cartões de pagamentos, em que considera que a empresa norte-americana pode estar a violar leis da concorrência europeias.

“Muitos consumidores utilizam cartões de pagamento quotidianamente para comprar alimentos, roupas ou para fazerem compras online. Atualmente suspeitamos que a MasterCard aumenta de forma artificial os custos dos pagamentos por cartão, o que seria prejudicial para consumidores e retalhistas da UE”, disse a comissária responsável pela Concorrência, Margrethe Vestager, em comunicado.

“Estamos preocupados em relação às regras que a MasterCard aplica a operações transfronteiras no interior da UE, bem como às taxas cobradas aos retalhistas por receberem pagamentos efetuados com cartões emitidos fora da Europa. A MasterCard dispõe agora de uma oportunidade para dar resposta às nossas acusações”, acrescenta.

Preocupações da Comissão

Os bancos utilizam a MasterCard para fixar em seu nome as taxas de intercâmbio que aplicam entre si. A Comissão considera, a título preliminar, que a MasterCard e os bancos titulares de uma licença – que emitem cartões MasterCard para os titulares de cartões ou adquirem operações com esses cartões para os retalhistas – constituem uma associação de empresas. Considera ainda, a título preliminar, que as práticas descritas na comunicação de objeções violam as regras da UE e do EEE que proíbem cartéis e outras práticas comerciais anticoncorrenciais.

Em particular, a Comissão receia que as regras da MasterCard em matéria de aquisição transfronteiras – quando retalhistas de um país com taxas de intercâmbio elevadas de beneficiar de taxas de intercâmbio mais baixas oferecidas por um banco adquirente situado noutro Estado-Membro – limitem as possibilidades de os bancos concorrerem a nível transfronteiras no que se refere a preços de serviços de aceitação de cartões e, assim, restrinjam a concorrência, em violação das regras antitrust da UE, e impliquem preços mais elevados tanto para retalhistas como consumidores.

Por outro lado, uma segunda preocupação da Comissão é a de que as elevadas “taxas de intercâmbio inter-regionais” da MasterCard não se justifiquem. Estas taxas, lê-se no comunicado, são pagas por um banco adquirente para as operações efetuadas na UE com cartões MasterCard emitidos noutras regiões do mundo: por exemplo, as taxas pagas por um banco adquirente quando um turista chinês utiliza o seu cartão para pagar a conta do restaurante em Bruxelas são até cinco vezes superiores às de um consumidor que utiliza um cartão emitido na Europa.

Uma vez que estas taxas inter-regionais representam centenas de milhões de euros por ano, descreve o comunicado, a Comissão receia que estas elevadas taxas inter-regionais aumentem os preços para os retalhistas, o que, por sua vez, pode levar a um aumento dos preços dos produtos e serviços para todos os consumidores, e não apenas para os que utilizam cartões emitidos fora da UE ou pagam com cartão.

Se se confirmar o seu parecer preliminar, a Comissão pode aplicar uma coima à MasterCard.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Muito angustiado". Papa diz sofrer com a transformação de Santa Sofia em mesquita

O Papa Francisco afirmou este domingo estar "muito angustiado" com a conversão, decidida pela Turquia, da antiga basílica de Santa Sofia numa mesquita, após a oração dominical do Angelus. “O mar leva o meu pensamento um …

Gestor de ativos norte-americano diz que o ouro é o "verdadeiro bitcoin" (e explica porquê)

Um gestor de ativos norte-americano disse, em entrevista à CNBC, que acredita que o outro é o "verdadeiro bitcoin" - e explicou porquê. O preço do ouro, "investimento-refúgio" racional para investidores em tempos de crise …

Fortuna de Jeff Bezos não pára de engordar. Acabou de atingir um novo recorde

A fortuna do fundador e CEO da Amazon, Jeff Bezzos, acaba de quebrar um novo recorde ao atingir os 182,6 mi milhões de dólares. Os números foram avançados esta semana pela revista Forbes, que detalha que …

Portugal não pode chegar ao inverno com a situação atual, alerta epidemiologista

Portugal corre o risco de não conseguir responder a um ressurgimento de casos de covid-19 no inverno, afirmou este sábado o médico de Saúde Pública Ricardo Mexia, considerando que o país não pode chegar a …

Pela primeira vez, nasceu um raro par de elefantes gémeos no Sri Lanka

Um raro par de elefantes gémeos foi encontrado num parque nacional no Sri Lanka. É a primeira vez que o país regista crias gémeas, que são extremamente raros em elefantes. Os dois animais, que terão entre …

Teste aos forcados e lotação reduzida. Publicadas as novas regras para as touradas

A temporada taurina retoma com praças com lotação de 50%, uma reivindicação do sector que viu este sábado ser publicada pela Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC) uma acualização às normas discutidas com a DGS. “O que …

Trump propôs "vender" Porto Rico após a passagem do furacão Maria, revela ex-funcionária

Elaine Duke, ex-secretária adjunta de Segurança Interna do presidente dos EUA disse que Donald Trump propôs "alienar" ou "vender" a Comunidade de Porto Rico depois de a ilha ser atingida pelo furação Maria, em 2017. "As …

Catarina Martins atira-se a Rio. Líder do PSD está a fazer "um favor" a Costa no fim dos debates

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez este sábado um duro ataque ao líder do PSD, que acusou de fazer um favor ao primeiro-ministro. Catarina Martins considerou “extraordinário” que o líder do maior partido da oposição …

Fraudes em subsídios europeus atingem 2,3 mil milhões. Dava para salvar a TAP (duas vezes)

Uma investigação levada a cabo pela Polícia Judiciária (PJ) concluiu que os casos de fraude na obtenção e desvio de fundos públicos, nos últimos dez anos, ascendem a cerca de 2,3 mil milhões de euros. Os …

Sem ganho económico e muitas mortes. O que dizem os dados da controversa estratégia sueca

A estratégia relaxada da Suécia contra a covid-19 gerou várias críticas. Os números mostram que tanto a nível sanitário como económico, o país saiu a perder. O Governo sueco não impôs um confinamento à população e, …