“Bruno Lage está a pedir para o despedirem” (e Renato Paiva pode suceder-lhe enquanto Vieira espera por Jesus)

Manuel de Almeida / Lusa

O treinador Bruno Lage.

Depois de dois empates comprometedores no regresso do campeonato, após a paragem devido à pandemia de covid-19, o Benfica vê-se obrigado a ganhar ao Rio Ave, na próxima jornada da Liga, numa partida onde o futuro de Bruno Lage também estará em jogo. Se não vencer, poderá estar mesmo de saída e o nome de Jorge Jesus surge no horizonte.

Após os empates com o Portimonense (2-2) no Algarve e o Tondela (0-0) na Luz, adeptos do Benfica pediram “a cabeça” de Bruno Lage ao presidente Luís Filipe Vieira. Mas este já veio garantir que mantém a confiança no treinador e que ele fica até ao fim da temporada.

Bruno Lage também desvalorizou os protestos dos adeptos após o empate com o Portimonense, notando que “está tudo tranquilo, não há problema nenhum” e que aproveitou para ir “ver o mar” antes do jogo, conforme declarações à Sport TV.

Palavras que foram muito criticadas pelo ex-treinador Manuel José que considerou que “isto é a pedir para o despedirem“, conforme declarações no programa “Grande Área” da RTP3.

“Não estou aqui para crucificar o Bruno Lage, está toda a gente a ‘matar’ o Bruno Lage”, começou por notar o técnico. “Sempre fui um defensor dos treinadores e continuarei a ser. Agora, há coisas que não se dizem“, atirou Manuel José.

O ex-treinador acredita, porém, que Vieira “está preso às declarações que fez antes do reinício do campeonato, quando disse que Bruno Lage é o treinador até final da época e para a próxima época”.

Mas, no futebol, já estamos habituados a que as declarações dos dirigentes acabem, muitas vezes, por fugir em sacos rotos. E o próprio Bruno Lage poderá considerar que não tem condições para continuar, demitindo-se, caso o Benfica não consiga ganhar o jogo em Vila do Conde, da 27ª jornada da Liga que se realiza nesta quarta-feira.

O Correio da Manhã (CM) assegura que o treinador deixará o clube, caso o Benfica não consiga derrotar o Rio Ave.

Nesse cenário, “o nome de Renato Paiva”, que trabalha na formação do Benfica desde 2004 e que treina, actualmente, a equipa B encarnada, surge como hipótese temporária para suceder a Bruno Lage até ao fim da temporada, segundo avança o mesmo jornal.

Vieira deverá apostar num novo treinador para a próxima época e o seu “preferido” é “o ‘amigo’ Jorge Jesus“, afiança ainda o CM.

Mas o regresso de Jesus à Luz “só deverá acontecer se for cancelada a Taça dos Libertadores”, possibilidade que se coloca devido à pandemia de covid-19 que está longe de estar controlada na América do Sul.

O CM nota que o grande objectivo de Jesus para esta segunda temporada no Flamengo passa por vencer o Mundial de Clubes, competição que perdeu na temporada passada para os ingleses do Liverpool. Ora, essa meta só é possível com a conquista da Libertadores, a Liga dos Campeões da América do Sul.

Caso a opção Jorge Jesus se torne impossível, Vieira terá outros nomes em carteira, com destaque para Luís Castro e Vítor Pereira, dois treinadores com um passado ligado ao FC Porto, como nota o CM. Marco Silva e Leonardo Jardim também poderão ser hipótese.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu sou adepto do SLB desde que vim ao mundo o benfica sempre nao ia bem ate que surgir um grande senhor no ano 2010 chamado jorge jesus..tivemos tantas alegrias e poucas críticas e ate andavamos na rota dos quartos do final da champios e agora estamos todo momento em risco de jogar os play-off enfim nada mais alem de que estou a favor do regresso do homem que tantas vezes impós medo ha tantos clubes europeu…………..ect

  2. Se Vieira trocasse Lage pelo treinador da equipa B, ainda iria a tempo de ganhar o campeonato. Está visto que os jogadores estão a empurrar Lage para fora. É inconcebível que se perca um campeonato quando terminou a 1ª volta com 7 pontos de avanço e bateu o record de 16 jornadas só com vitórias.

RESPONDER

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …

No regresso ao Superior, o Ministério recomenda aulas presenciais, com máscara e ao sábado

No regresso do Ensino Superior, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior recomenda que voltem as aulas em regime presencial com uso obrigatório de máscara e algumas das quais lecionadas ao sábado. Num comunicado …

"A profissionalização é fundamental". Este ano já morreram quatro bombeiros, todos voluntários

Nos incêndios deste ano já morreram quatro bombeiros. O último ano tão mortífero foi 2013, em que sete bombeiros perderam a vida. Em comparação, nos incêndios de 2019, não se registaram vítimas mortais entre esses profissionais. Como …