Bruno de Carvalho suspenso por um ano (mas garante que vai a votos)

Nuno Fox / Lusa

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho

O único presidente destituído da história do Sporting, Bruno de Carvalho, foi suspenso por um ano pela Comissão de Fiscalização, ficando impedido de concorrer às eleições de 08 de setembro, afirmou à Lusa fonte ligada ao processo.

A suspensão decorre do processo disciplinar instaurado a Bruno de Carvalho e restantes membros do anterior conselho diretivo que não se demitiram, dos quais Carlos Vieira, igualmente impedido de concorrer às eleições, Rui Caeiro, José Quintela, Luís Gestas e Alexandre Godinho foram suspensos por 10 meses, enquanto Luís Roque foi alvo de repreensão.

A Comissão de Fiscalização do Sporting justificou a suspensão por um ano de Bruno de Carvalho com a circunstância de o ex-presidente ter sido “o principal artífice e responsável da situação grave e antiestatutária criada” no clube.

Em comunicado, a Comissão de Fiscalização (CF) adianta ainda que existia “matéria suficiente” para aplicar a Bruno de Carvalho a “sanção mais grave prevista” no Sporting – a expulsão de sócio -, mas que, atendendo a “atenuantes” e por respeito ao “passado do clube”, optou por não o fazer.

A segunda sanção mais grave, à data em que correram os factos (anteriores à Assembleia Geral de 23 de junho), era, pelos estatutos então em vigor, um ano de suspensão. Por ter sido, inegavelmente, o principal artífice e responsável da situação grave e antiestatutária criada, foi esta a pena que o CF aplicou ao ex-presidente Bruno de Carvalho”, pode ler-se.

Entre as razões apontadas pela CF está a “oposição continuada e acirrada” de Bruno de Carvalho “à realização da Assembleia Geral de dia 23 de junho”, “legalmente convocada pelo presidente da Mesa da Assembleia Geral, e que tinha entre os pontos da ordem de trabalhos a possibilidade de destituição do mesmo Conselho Diretivo”.

Esta AG apenas se realizou depois de intervenção judicial e dela resultou o afastamento, por 71% dos votos a favor, deste Conselho Diretivo”, acrescentam.

A direção liderada pelo antigo presidente Bruno de Carvalho é ainda acusada de ter convocado “ilegalmente duas assembleias gerais” e de ter desrespeitado “não só órgãos sociais do Sporting, como diversos sócios sobre os quais não pouparam insultos”.

“Todos estes factos são firmemente condenados pelos Estatutos e pelo Regulamento Disciplinar, que entrou em vigor em 17 de fevereiro passado”, sublinha a CF.

Esta comissão indicou ainda que todos os visados – aos restantes elementos da direção, à exceção de Luís Roque, foi aplicada a pena de 10 meses de suspensão — poderão apresentar recurso para a Assembleia Geral, nos termos dos Estatutos.

Bruno de Carvalho diz que vai a eleições

O ex-presidente do Sporting garante que vai mesmo concorrer às eleições de 8 de setembro e que a Comissão de Fiscalização vai ser obrigada pela justiça a permitir que a sua candidatura concorra.

“Já agimos judicialmente, nada disto é novidade. Há várias providências cautelares interpostas e a CF vai ser obrigada a fazer aquilo que não quer, que é levar-nos a eleições. Garantidamente!“, disse o ex-presidente do Sporting na apresentação da sjua sede de candidatura.

De resto, Bruno de Carvalho reiterou que não reconhece a CF por esta ser anti-estatutária e ilegal e que na Assembleia Geral do passado dia 23 de junho muitos sócios que votaram pela destituição do Conselho Diretivo o fizeram para que houvesse eleições e uma renovação da sua equipa diretiva.

O ex-presidente ‘leonino’ acrescentou que a maioria dos sócios que foram votar em 23 de junho desconheciam a existência de uma nota de culpa, que foi lida no pavilhão Atlântico em voz baixa, contra os elementos do Conselho Diretivo que se mantinham em funções.

Recordou ainda as declarações de Jaime Marte Soares, presidente da Mesa da Assembleia Geral, que afirmou que [Bruno de Carvalho podia concorrer às eleições já depois da sua destituição e acusou os demais candidatos à presidência do clube de falta de coragem por não quererem que vá a votos.

Questionado sobre a desistência do candidato Zeferino Boal a favor de José Maria Ricciardi, foi irónico: “Enquanto sportinguista fiquei preocupado, pois tratava-se de um excelente candidato, que acha que Ricciardi é melhor candidato do que ele”.

Estou ansioso por debater e a ir a votos com Ricciardi e os restantes candidatos, é assim que se faz a democracia”, concluiu Bruno de  Carvalho

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Depois do novo confinamento, França estende uso obrigatório de máscara nas escolas às crianças de 6 anos

O uso de máscara na escola em França será estendido na próxima semana às crianças a partir dos seis anos, anunciou esta quinta-feira o primeiro-ministro francês, Jean Castex, um dia após o anúncio de novo …

"A lei não pode exigir esse tipo de heroísmo". Presidente polaco recua na oposição ao aborto

O Presidente da Polónia defendeu esta quinta-feira que as próprias mulheres deveriam ter o direito de abortar em caso de fetos com problemas congénitos, rompendo com a liderança conservadora, que apoiou uma proibição que levou …

Advogados ligados à PLMJ contestam interesse público de revelações de Rui Pinto

A invocação de interesse público dos documentos e das informações expostas por Rui Pinto na Internet foi contestada, esta quarta-feira, por advogados ligados à sociedade PLMJ, na 18.ª sessão do julgamento do processo "Football Leaks". Na …

Microempresas do turismo do Norte com maior adesão a apoios

As microempresas de turismo do Norte foram as que mais dinheiro receberam da linha de apoio à tesouraria criada em resposta ao impacto da pandemia nesse setor, ficando com 29,3% (15,3 milhões de euros) do …

Migrantes marroquinos "desesperados e assustados" em greve de fome. Entre eles está uma mulher grávida

Seis dos migrantes marroquinos que chegaram ilegalmente em setembro estiveram em greve de fome, entre os quais uma grávida. Dizem não serem autorizados a falar com as famílias há mais de 40 dias. O protesto é …

TAP precisa de mais de 100 milhões por mês até final de 2020

O Plano de Tesouraria da TAP para 2020 revela que a empresa precisa, em média, mais de 100 milhões de euros por mês até ao final do ano para suprir as necessidades de liquidez. De acordo …

Fafe declara estado de emergência municipal devido à "rapidez" da propagação da covid-19

O concelho de Fafe está em estado de emergência municipal devido à “evolução grande” do número de infetados com o novo coronavírus e à “rapidez” da propagação, anunciou o presidente da Câmara. Em vídeo publicado nas …

Ameaça iminente. FBI alerta que hackers vão atacar sistema de saúde dos Estados Unidos

O Departamento Federal de Investigação (FBI) e duas agências federais anunciaram que cibercriminosos estão a desencadear um grande ataque de resgate contra o sistema de saúde dos Estados Unidos. Num alerta conjunto, o FBI e duas …

Multidão para ver ondas gigantes na Nazaré. Câmara corta acesso ao Farol

A Câmara e a Capitania da Nazaré decidiram cortar o acesso pedonal à estrada do Farol, para conter a excessiva concentração de público que assiste às ondas gigantes e garantir condições de segurança, informou o …

"Os números falam por si". Fauci critica reação dos Estados Unidos à pandemia e politização das máscaras

O principal epidemiologista norte-americano, Anthony Fauci, criticou a política errática do Governo do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em relação à covid-19, e lamentou o escasso uso de máscaras devido a motivações políticas. Durante uma …