Brexit pode custar 420 milhões anuais a Portugal

Julien Warnand / EPA

As barreiras comerciais decorrentes da saída do Reino Unido da União Europeia (’Brexit’) podem custar 420 milhões de euros por ano a Portugal, de acordo com um relatório divulgado pela consultora Oliver Wyman.

“O custo provocado pelo ‘Brexit’ nas relações comerciais entre Portugal e o Reino Unido pode chegar aos 420 milhões de euros”, indica a consultora Oliver Wyman no relatório ‘Impacto do Brexit: Análise Ibérica’, divulgado esta quarta-feira.

A consultora antecipa que a implementação de novas barreiras tarifárias e não tarifárias vai representar custos adicionais para as empresas até 500 milhões de euros.

“No entanto, [estes custos] podem ser mitigados até 80 milhões (cerca de 20% do impacto) através de ajustes na cadeia de abastecimento (opção por fornecedores locais) e repatriação de investimentos estratégicos, aproximando a produção para níveis mais próximos da procura”, indica o relatório.

Os setores do grande consumo (92 milhões de euros), automóvel (90 milhões de euros), agroalimentar (57 milhões de euros), químicos e plásticos (36 milhões de euros) e industrial (35 milhões de euros) concentram cerca de 75% do impacto, adianta a consultora no estudo que faz uma estimativa dos custos burocráticos anuais decorrentes do ‘Brexit’ nas exportações e importações entre Portugal e o Reino Unido.

A consultora de gestão global fundada em 1984 indica que, em termos de impacto relativo, será a indústria automóvel portuguesa a mais afetada pelo ‘Brexit’, “no valor de 2,7%, sobre o seu valor acrescentado bruto, seguindo-se o sector da metalurgia e mineração (2,2%) e o sector aeroespacial (2,1%)”.

A Oliver Wyman explica que “a maioria destes sectores tem, no entanto, números de impacto absoluto menores, uma vez que o volume das suas exportações é menor em comparação com os principais sectores”.

A consultora indica também que o Reino Unido é o quarto maior destino de exportações portuguesas na União Europeia, com exportações no valor de quatro mil milhões de euros em 2016, e adianta que Portugal figura entre os dez países da União Europeia que serão mais afectados pelas restrições comerciais na sequência do ‘Brexit’.

O ‘top 3’ dos países mais prejudicados pela saída do Reino Unido da União Europeia inclui a Alemanha (com um impacto previsto de 9.400 milhões de euros), a Holanda (4.400 milhões de euros) e a Bélgica (3.900 milhões de euros).

O parlamento britânico voltou na terça-feira a chumbar o Acordo de Saída do Reino Unido da União Europeia (UE), com 391 votos contra e 242 a favor. A União Europeia ficou dececionada com o chumbo do Acordo de Saída do ‘Brexit’ no parlamento britânico, mas revelou que os 27 estão disponíveis a considerar um adiamento da saída do Reino Unido, consoante os motivos evocados por Londres.

O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, defendeu na terça-feira que a principal preocupação de Portugal é prosseguir a preparação para qualquer cenário do ‘Brexit’, incluindo a ausência de acordo.

// Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Nao entendo o estudo apresentado, pois sectores “chave” existentes em UK irao/ja se estao a deslocalizar para a Europa…

  2. Se nem o Reino Unido consegue se libertar das união amarras da UE imaginem Portugal. Nunca vi tamanho bullying institucional. A UE aceita um prolongamento porque nesse caso o Reino Unido fica encarregue de pagar 1 bilião de libras por cada mês de atraso. As negociações estão a ser encabeçadas do lado europeu por um palerma radical belga de nome Guy Verhofstadt, de um partido minoritário da Bélgica. Representa toda a Europa e como já é normal nenhum de nós votou nele. Estamos reféns de uma instituição que quer acabar com a soberania dos Estados e reunir cada vez mais poder. De união económica passou a união política, e agora já está a preparar o exército. Só falta diluir as identidades nacionais e culturais com a entrada massiva do terceiro mundo para juntar tudo sob o governo central dos Estados Unidos da Europa. E como sempre, nós não teremos voto na matéria, só para escolher a árvore do ano.

  3. Qual a origem da empresa que fez este estudo ??? Só se sabe do impacto em alguns países mas dá Inglaterra nada até parece que a Europa é k tem tudo a perder… Como sempre os Ingleses querem fazer as suas idiotices e no final ficarem a ganhar…

RESPONDER

Se quer um coração saudável, desligue a televisão e tome um bom pequeno-almoço

É conhecida como a refeição mais importante do dia e não é por acaso. Os hábitos de vida que seguimos diariamente têm um impacto direto na nossa saúde vascular. Numa investigação recentemente apresentada na reunião anual …

Determinada temperatura das bebidas que aumenta risco de cancro

Cientistas da Universidade de Ciências Médicas de Teerão publicaram novas provas sobre a relação entre o consumo de bebidas quentes e o cancro do esófago. De acordo com o estudo publicado na revista International Journal of …

Descobertos 83 buracos negros supermassivos no Universo inicial

Astrónomos do Japão, de Taiwan e dos EUA descobriram 83 quasares alimentados por buracos negros supermassivos no universo distante, numa época em que o Universo tinha menos de 10% da sua idade atual. "É notável que …

Joy Milne consegue cheirar a doença de Parkinson antes de ser diagnosticada

Atualmente, não existe nenhum teste diagnóstico definitivo para o Parkinson, mas isso pode mudar graças a Joy Milne, uma mulher que consegue detetar a doença antes que os sintomas apareçam. Parece demasiado bizarro para ser verdade, …

Filho de José Eduardo dos Santos libertado da prisão. Estava preso desde setembro de 2018

O antigo presidente do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos, que se encontrava em prisão preventiva desde 24 de setembro de 2018, encontra-se já em liberdade, disse hoje à agência Lusa fonte oficial. A …

Naufrágio no Nilo é a primeira prova de que Heródoto não estava a mentir sobre os barcos egípcios

Um navio naufragado encontrado no rio Nilo pode ter permanecido inalterado durante mais de 2.500 anos. Agora, está finalmente a revelar os seus segredos: cientistas pensam que este navio revelou uma estrutura cuja existência tem …

A gravidade influencia a maneira como tomamos decisões

Todo e qualquer organismo vivo na Terra evoluiu a longo de milhares de anos sob um campo gravitacional constante, com a gravidade desempenhando um papel fundamental no comportamento e na cognição humana. Um estudo recente publicado …

"Atentado" na Disneyland Paris era apenas uma avaria nas escadas rolantes

Por volta das 21h00 em Paris, produziu-se um movimento de pânico na Disney Village, no parque de diversões francês da Disney. Rapidamente se multiplicaram mensagens sobre um "atentado". Ao jornal belga DH, uma fonte afirmou que …

Cientistas alargam limites físicos do grafeno

Até onde vão os limites físicos do grafeno? Uma equipa de cientistas do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), em Braga, respondeu a esta questão e desafiou-os. Uma equipa de investigadores dos Departamentos de Materiais Quânticos …

Ilusionista britânico diz que vai travar o Brexit com o poder da mente

Uri Geller é um ilusionista israelista, com nacionalidade britânica, que se tornou famoso nos anos 1970 em programas de televisão em que realizava demonstrações dos seus alegados poderes paranormais. Agora, Geller deixa um aviso a Theresa …