Brexit pode ser adiado até 2021

Sean Dempsey / EPA

A saída do Reino Unido da União Europeia pode ser adiada até 2021 sob os planos que estão a ser explorados pelos responsáveis da UE, num momento de crescente exasperação com a forma como Theresa May lida com as negociações.

A informação foi avançada este domingo pelo jornal britânico The Guardian. O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, é apontado como um dos defensores deste adiamento caso o parlamento britânico continue a rejeitar o acordo de Theresa May.

A ideia seria substituir o período de transição de 21 meses — que começaria em abril de 2019 — por tempo extra do Reino Unido como Estado-membro, o que permitiria aos dois lados estabelecerem um futuro relacionamento que tornasse dispensável o chamado backstop irlandês.

O backstop é um mecanismo de salvaguarda do acordo de Brexit que tem como objetivo evitar o regresso de uma fronteira física entre a República da Irlanda (que continuará como Estado-membro) e a província britânica da Irlanda do Norte.

O backstop cria “um território aduaneiro único” entre a UE e o Reino Unido em que as mercadorias vindas do Reino Unido teriam “um acesso sem taxas e sem quotas ao mercado dos 27”. Assim, a Irlanda do Norte mantinha-se alinhada com as normas do mercado único “essenciais para evitar uma fronteira rígida”.

Este método só entraria em vigor caso não houvesse acordo antes do período de transição, que terminaria a 31 de dezembro e que — de acordo com as regras já estabelecidas — só poderá ser prolongado uma única vez e por uma duração ilimitada.

A União Europeia estará empenhada em evitar conceder uma pequena extensão no prazo que seria ineficaz já que a questão iria voltar a colocar-se no verão caso o Governo de May não consiga levar a melhor no Parlamento.

“Se os líderes veem alguma vantagem em estender o prazo, o que não é uma certeza tendo em conta a situação no Reino Unido, não vão romper o acordo, mas sim garantir um período decente para resolver os problemas pendentes ou fechar as escotilhas”, disse um diplomata da União Europeia citado pelo The Guardian.

A mesma fonte diz que “uma prorrogação de 21 meses faz sentido, pois cobriria o quadro financeiro plurianual (o período do orçamento da UE) e facilitaria as coisas. Isto se se prevenir que os líderes não fiquem completamente abatidos com o cansaço do Brexit. Isto corre nos bastidores em Bruxelas. Martin Selmayr, entre outros, também gostou da ideia”.

Os responsáveis de Bruxelas estão exasperados como o governo de May está a lidar com o Brexit e já são vários os que acreditam que a hipótese de não haver acordo é “superior a 50%”.

Fontes comunitárias citadas pela agência EFE revelaram que o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, deixou um aviso a Theresa May de que tem de ter um novo acordo, com o apoio do parlamento britânico, para apresentar na cimeira comunitária prevista para 21 e 22 de março, em Bruxelas.

“Não vamos discutir de novo até que apresente um texto que tenha o apoio do parlamento britânico”, disse à EFE uma fonte diplomática. May e Tusk tiveram um encontro bilateral à margem da cimeira UE-Liga Árabe, numa conversa que, segundo fontes comunitárias, centrou-se em “assuntos logísticos e de calendário”, já que está a terminar o prazo de 29 de março.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Plano de vacinação arranca em janeiro com três fases. 950 mil pessoas no primeiro grupo prioritário

Pessoas com mais de 50 anos com uma patologia frequente nos casos graves de covid-19, residentes e/ou internados em lares e profissionais de saúde integram o primeiro grupo prioritário para a administração da vacina de …

Segunda vaga de moratórias autorizada pela Autoridade Bancária Europeia

A Autoridade Bancária Europeia (EBA) autorizou a reabertura de moratórias de crédito, com efeitos a partir de 01 de outubro até 31 de março de 2021, dois meses após ter suspendido novas adesões. Num comunicado publicado …

Turquia alvo de críticas duras em reunião da NATO e em risco de sanções

A Turquia esteve esta quarta-feira sob um fogo de críticas na reunião virtual dos Ministros dos Negócios Estrangeiros (MNE) da NATO e, com a deceção manifestada pelos Estados Unidos, deve preparar-se para sanções económicas americanas …

O que Neymar mais quer é voltar a jogar com Messi. Só se vier a custo zero, diz o Barça

O internacional brasileiro Neymar, que alinha pelo PSG, confessou esta quarta-feira que o mais deseja é voltar a jogar com o astro argentino Lionel Messi, com quem partilhou balneário entre 2013 e 2017 no Barcelona. …

Ministro da Administração Interna e procuradora-geral da República vão ser ouvidos no Parlamento

Eduardo Cabrita será ouvido sobre o caso do cidadão ucraniano assassinado nas instalações do SEF e Lucília Gago sobre a "recente diretiva sobre os poderes hierárquicos" na magistratura do Ministério Público. A comissão de Assuntos Constitucionais …

Portugal regista mais 79 mortos e 3.772 novos casos de covid-19

Portugal contabiliza esta quinta-feira mais 79 mortos relacionados com o novo coronavírus, que provoca a covid-19, e 3.772 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

França investiga 76 mesquitas por suspeita de radicalização islâmica

A França vai investigar nos próximos dias 76 mesquitas por suspeitas de radicalização islâmica, anunciou esta quarta-feira o ministro do Interior do país, Gerald Darmanin. Trata-se de 16 templos na região de Paris e 60 no …

Medidas estão a dar resultados. Novas regras apresentadas sábado vão vigorar até 7 de janeiro

O primeiro-ministro afirmou que as medidas adotadas estão a produzir resultados, havendo uma trajetória descendente de novos casos de covid-19, mas advertiu que janeiro é mês de risco e as restrições não podem ser aliviadas. Esta …

Interpol alerta para ameaça do crime organizado ligado às vacinas. Falsificações podem ser fatais

A Interpol emitiu um alerta global aos perigos de burlas à volta da nova vacina para a covid-19. As falsificações podem ser lucrativas para os criminosos e fatais para quem as usar. A Interpol emitiu um …

Alguns distritos de Portugal continental e Madeira com avisos meteorológicos até domingo

Alguns distritos de Portugal continental e o arquipélago da Madeira vão estar a partir de hoje e pelo menos até domingo com vários avisos meteorológicos devido à agitação marítima, vento e queda de neve, de …