Brasil. Governo decide voltar a explorar urânio e ampliar programa nuclear

Tânia Rêgo / Agência Brasil

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro

O ministro de Minas e Energia brasileiro, Bento Albuquerque, afirmou na segunda-feira que o Governo irá retomar a exploração de urânio no país até ao final do ano, como forma de ampliar o seu programa nuclear.

Segundo indiciou o ministro ao jornal Estadão, a expectativa é iniciar os trabalhos na mina do Engenho, em Caetité, na Bahia, até ao final deste ano, com a exploração a ser feita unicamente pela estatal Indústrias Nucleares do Brasil (INB).

Há cinco anos que o Brasil não extrai urânio devido a questões ambientais. No entanto, apesar de atualmente apenas a estatal INB poder atuar no setor, Bento Albuquerque defendeu o estabelecimento de parcerias com a iniciativa privada para explorar o potencial de urânio, face às restrições de orçamento para realizar investimentos.

“Existem algumas alternativas sem necessidade de alteração da Constituição para que essa atividade minerária possa ser feita pela INB e uma outra empresa de capital privado. No que diz respeito ao urânio, a INB seria maioritária. Na exploração, não tem só urânio, pode ter outro mineral e normalmente tem”, afirmou o ministro.

O país sul-americano tem hoje a sétima maior reserva geológica de urânio do mundo, ficando atrás de Austrália, Cazaquistão, Canadá, Rússia, África do Sul e Nigéria. O urânio é uma matéria-prima que pode ser usada como combustível em centrais nucleares.

Para que exista uma rutura no monopólio do Estado na exploração de urânio e a possibilidade de exploração de centrais nucleares pelo setor privado seria necessário aprovar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) no Congresso, com o apoio de três quintos dos deputados e senadores, em duas voltas de votação, quer na Câmara dos Deputados, quer no Senado.

“Segurança existe. Operamos centrais nucleares há mais de 40 anos. Não existe problema com o setor privado. Qual a diferença do setor privado e do setor estatal? Nenhuma, desde que se tenha condições de controlar e fiscalizar. Essa discussão é coisa do passado e, se for hoje para o Congresso, não vai haver esse tipo de resistência. Essa é a minha opinião pessoal, até pelo convívio que tenho com o Congresso e diversos parlamentares”, frisou.

Neste momento, o Brasil tem duas centrais nucleares em operação, ambas em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

Existe ainda uma terceira, denominada “Angra 3”, com 67% das obras concluídas, mas que foi paralisada em 2015, quando investigações da Operação Lava Jato descobriram um esquema de desvio de recursos por parte das construtoras, e que precisa agora de 16 mil milhões de reais (3,6 mil milhões de euros) para ser concluída.

De acordo com a secretária especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Martha Seillier, citada pelo Estadão, há interesse de empresas estrangeiras de países como China, Estados Unidos da América, França, Japão, Coreia do Sul e Rússia em explorar urânio no Brasil.

ZAP // //

PARTILHAR

RESPONDER

Salário de licenciados que entrem na EDP sobe para 1500 por mês

A EDP - Energias de Portugal chegou a um acordo com os sindicatos para aumetar o salário base de entrada na empresa para licenciados e não licenciados, avança esta segunda-feira o Jornal Económico. No caso …

BCE pode vir a sugerir criação de "banco mau" para absorver malparado, revela Moody's

A Moody's avançou, esta segunda-feira, que o Banco Central Europeu está a equacionar a criação de um "banco mau" para acomodar o crédito malparado. A Moody’s considera que o Banco Central Europeu (BCE) pode vir a …

Comissário da UE defende "taxa de acesso" às multinacionais para financiar recuperação

O responsável pelo Orçamento da União Europeia (UE), Johannes Hahn, defendeu que deve ser aplicada uma "taxa de acesso" ao mercado único às multinacionais, ajudando assim a financiar a recuperação do bloco comunitário. Ao Financial Times, citado …

Kremlin intrigado com convite de Trump para próxima reunião do G7

Donald Trump anunciou que vai adiar a cimeira do G7 para o outono devido à pandemia da covid-19, e convidar outros países a participar na reunião. O Kremlin ficou intrigado com o convite. O Kremlin admitiu, …

Companhia aérea Emirates também vai despedir

A companhia aérea Emirates anunciou este domingo a intenção de suprimir postos de trabalho, em consequência da pandemia da covid-19, sem especificar quantos trabalhadores deverão ser despedidos. “Examinámos todos os cenários possíveis para manter as nossas …

Ana Gomes. "Estou à espera de ver o Presidente ir ao bairro da Jamaica"

A ex-eurodeputada socialista afirmou, este domingo, que espera ver o Presidente ir ao bairro da Jamaica, que, na semana passada, registou um surto de covid-19. No habitual espaço de comentário na SIC Notícias, Ana Gomes abordou …

Viúva do médico Li Wenliang não quer o seu nome na rua da embaixada chinesa em Washington

A viúva do médico chinês que alertou para a existência do novo coronavírus em Wuhan está contra uma proposta de políticos norte-americanos para dar o nome do marido à rua onde fica a embaixada chinesa …

TAP é a terceira empresa nacional com mais emissões de dióxido de carbono

A companhia aérea TAP passou de quinto para terceiro lugar no ranking das empresas portuguesas com mais emissões de dióxido de carbono, entre 2018 e 2019. De acordo com a associação ambientalista Zero, a TAP é …

PCP também não quer assessores do Governo como interlocutores

Na opinião de Jerónimo de Sousa, o Governo tem o direito de se rodear de assessores e especialistas, mas "deve ser sempre alguém do Governo" a discutir com os partidos na Assembleia da República. O secretário-geral …

10 de Junho vai ser celebrado no Mosteiro dos Jerónimos

As comemorações do Dia de Portugal, no dia 10 de junho, vão ser celebradas com uma "cerimónia simbólica" no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa. O Dia de Portugal vai ser assinalado com uma “cerimónia simbólica” …