Braga vs Sporting | Bas Dost arrasa em jogo de loucos

goalpoint-braga-sporting-liga-nos-201617-1068x522

O Sporting levou a melhor sobre o Sp. Braga, ao vencer por 3-2 na Pedreira, num jogo com uma segunda parte de loucos e quatro golos, num total de cinco.

Os “leões” dominaram na posse de bola, mas o jogo foi relativamente equilibrado em termos de remates. Porém, quem tem Bas Dost arrisca-se a ter uma vantagem sobre os demais rivais: o holandês fez novo “hat-trick”.

O Jogo explicado em Números

  • Boa entrada do Sporting, a obrigar Marafona a uma boa defesa. Nos primeiros dez minutos a formação leonina registava 67% de posse de bola e o único remate enquadrado. Os “leões” tinham já quatro cantos nesta fase.
  • Mas foi o Braga a marcar, aos 13 minutos, numa jogada em que Rui Fonte acertou na barra e, na recarga, Ricardo Horta atirou a contar para o 1-0. No espaço de 40 segundos os bracarenses remataram três vezes, chegando assim aos quatro disparos, um à baliza.
  • Aos 28 minutos, Daniel Podense entrou para o lugar de Alan Ruiz, obrigado a sair por lesão aparentemente grave no joelho esquerdo. À meia-hora a formação leonina somava já sete remates, mas apenas dois enquadrados, e já oito cantos (recorde numa primeira parte é dez). A pressão era grande mas não surtia efeito. Até que…
  • O árbitro assinalou falta de Rosic sobre… Podense na grande área. Na cobrança, Adrien Silva atirou ao lado.
  • O intervalo aproximava-se com grande pressão dos “leões”, que aos 40 minutos registavam 68% de posse, oito disparos, apenas dois à baliza, e oito cruzamentos de bola corrida. Cruzamentos que nem em Bas Dost encontravam correspondência, pois o holandês não somava qualquer remate nem duelos aéreos ganhos.
  • O Braga em vantagem no descanso, sobretudo graças à forma como soube ser eficaz junto à baliza do Sporting. Lisboetas mais afoitos, talvez algo descrentes, minhotos muito perigosos no contra-golpe. Os 67% de posse e a maior quantidade de remates (9-6) do Sporting não eram suficientes. Ricardo Horta, autor do golo, era o melhor em campo nesta altura, com um GoalPoint Rating de 6.6. O médio somava três remates, um enquadrado, um passe para finalização e três recuperações de bola.
  • Recomeço do jogo praticamente com o golo do empate do Sporting. O árbitro apontou nova grande penalidade, desta feita ao considerar falta de Marcelo Goiano sobre Gelson Martins, e Bas Dost, aos 50 minutos, não perdoou.
  • Muito mais Sporting no arranque do segundo tempo, com quatro remates em apenas 15 minutos, dois deles enquadrados e 60% de posse nesta fase. Braga com apenas uma tentativa.
  • Ao sexto remate do Sporting no segundo tempo, quarto enquadrado, Bas Dost bisou, desta feita de cabeça, após cruzamento de Marvin Zeegelaar da esquerda, aos 75 minutos. Era o corolário lógico do maior pendor ofensivo leonino. Mas a reacção “arsenalista” foi pronta.
  • Praticamente na resposta, aos 79, Pedro Santos cruzou da direita e Rui Fonte concluiu no coração da área, à ponta-de-lança. Foi ao décimo remate dos da casa, quinto enquadrado, ao segundo disparo do português. Mas o jogo tinha reservado um final de loucos e, aos 84 minutos, Schelotto cruzou da direita e Dost fez “hat-trick”.
  • Final da partida, com os “leões” a vencerem em Braga, com três tentos de Bas Dost, quem mais… O domínio pertenceu ao Sporting, com 61% de posse de bola, mas no final, olhando para os remates, os 14-16 (7-8 enquadrados), com vantagem lisboeta, denotam algum equilíbrio. Destaque para os 20 remates realizados dentro das áreas das duas equipas.

O Homem do Jogo

O holandês Bas Dost tem sido o verdadeiro abono de família do Sporting. Em Braga apontou mais um “hat-trick”, chegando  aos 31 golos. Estava algo discreto até ao intervalo, não registando qualquer remate no primeiro tempo. Mas no segundo soltou-se e acabou com quatro, três deles enquadrados, para além de dois passes para finalização e até dois desarmes. Ganhou somente três de dez duelos e terminou com um GoalPoint Rating de 8.8.

Jogadores em foco

  • Ricardo Horta 6.6 – O melhor dos bracarenses e o segundo melhor desta partida. Fez o 1-0 para os da casa e acabou com três remates, um passe para finalização, 13 passes certos em 14 e dois desarmes.
  • Gelson Martins 6.6 – O extremo leonino não marcou nem assistiu, mas foi num lance em que o árbitro assinalou penálti por falta sobre Gelson que Bas Dost chegou ao empate. Terminou com quatro remates, todos eles dentro da área contrária, dois deles enquadrados, e fez dois passes para finalização. Falhou, porém, uma ocasião flagrante.
  • Rui Patrício 6.3 – Num jogo com muitos remates, os dois guarda-redes tiveram bastante trabalho. Patrício fez cinco defesas, três delas a remates dentro da sua área, e fez duas recolhas. Importante neste jogo, tal como foi Marafona…
  • Marafona 6.2 – O guardião do Braga acabou ligeiramente abaixo de Patrício precisamente porque sofreu mais um golo, mas realizou o mesmo número de defesas, cinco, e também de disparos dentro da sua área, três.
  • Rui Fonte 6.1 – Fez um golo à ponta-de-lança e esteve em bom plano. Realizou três remates, dois deles enquadrados, e disputou 17 duelos, tendo ganho sete. Pecou por ter sofrido quatro desarmes.

Resumo

goalpoint-braga-sporting-liga-nos-201617-ratings

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Responder a Vasco Cancelar resposta

"Vista invejável". Presidente de Almada diz que ia viver para o Bairro Amarelo "amanhã"

A presidente da Câmara de Almada afirmou esta segunda-feira, na reunião pública ordinária da autarquia, que não se importava de ir viver "amanhã" para o Bairro Amarelo, frisando a sua vista "invejável". "Almada tem este …

Aulas de Educação Moral e Religiosa juntam alunos de turmas diferentes. Sistema "bolha" violado

Há escolas em que a disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) está a juntar alunos de turmas diferentes, violando assim as recomendações das autoridades por causa da pandemia e pondo em causa o …

Autárquicas. PS e PSD têm de renovar 33 presidentes de câmara

PS e PSD têm, no total, 33 presidentes de câmara que não se poderão recandidatar nas próximas eleições autárquicas, uma vez que já atingiram o limite de três mandatos consecutivos. Os números são apresentados esta …

Trump diz que evitou cenário de mais de 2,5 milhões de mortos nos Estados Unidos

Esta terça-feira, Donald Trump disse que que evitou o cenário dos Estados Unidos registarem mais de dois milhões de mortos por covid-19 e culpou a China por "deixar a praga escapar". O Presidente dos Estados Unidos …

Boris endurece discurso e admite que novas medidas podem prolongar-se por seis meses

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, avisou esta quarta-feira que um pacote de medidas mais apertadas para combater a pandemia do novo coronavírus (covid-19), incluindo o encerramento de bares e restaurantes às 22:00, pode ficar em …

Novo estudo já marcou data para o fim da pandemia (e normalidade pode estar para breve)

Um novo estudo da McKinsey prevê que o fim da pandemia só deve chegar no terceiro ou no quarto trimestre de 2021 nos países desenvolvidos. Contudo, o retorno à normalidade deve acontecer mais cedo. O artigo …

Torre Eiffel evacuada devido a ameaça de bomba

A Torre Eiffel foi evacuada ao fim da manhã desta quarta-feira na sequência de uma ameaça de bomba, avança a imprensa internacional.  A notícia foi avançada pelo jornal francês Le Figaro e pela agência Reuters. De acordo …

Plano de Recuperação. CGTP deixa aviso em relação ao salário mínimo, CIP apoia aposta do Governo

António Costa reuniu-se esta terça-feira com os parceiros sociais a propósito do Plano de Recuperação e Resiliência. Isabel Camarinha, secretária geral da CGTP, considera que a resposta do Governo face à valorização dos salários é …

Putin estará a comandar campanha para denegrir Biden, admite CIA

Esta terça-feira foi divulgado um documento da CIA que aponta para interferência russa na degradação da imagem de Joe Biden. Vladimir Putin está "provavelmente a comandar" uma campanha para denegrir Joe Biden, candidato do Partido Democrata …

Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Três minutos desastrosos, um sir alemão e o público que voltou a um estádio

Começou a época 2020-21. O futebol regressou aos estádios, mas o público não — excepto nos Açores. Em Alvalade, nem público, nem jogadores — alinhou a pandemia. O Benfica vingou-se do desaire europeu, o FC Porto …