Câmara de Braga condenada a pagar mais 4 milhões pelo Estádio

Wikimedia

Estádio Municipal de Braga

Construído nos mandatos de Mesquita Machado, o estádio tinha um orçamento inicial de 65 milhões, mas acabou por custar mais de 150 milhões.

O Tribunal Administrativo e Fiscal condenou a Câmara de Braga a pagar mais de quatro milhões de euros, no prazo de 20 dias, por “trabalhos a mais” na construção do Estádio Municipal.

A informação foi avançada este domingo pela autarquia e diz respeito ao estádio concebido pelo arquiteto Eduardo Souto Moura.

Em comunicado, o executivo municipal explica que foi notificada da decisão daquele tribunal, sendo que aquela sentença se junta a uma outra que condenou igualmente o município a pagar seis milhões de euros, ambas interpostas pela ASSOC – Obras Públicas ACE e por igual motivo.

No texto, a autarquia, que à data da construção do estádio, entre 2002 e 2003, era gerida por Mesquita Machado (PS), diz que o Estádio Municipal de Braga, inaugurado em 2003, tinha um custo inicial previsto de 65 milhões de euros, mas que “ao longo da construção, as obras de execução derraparam para um total superior a 150 milhões de euros”.

A autarquia lembra ainda que decorre uma terceira ação contra o município na qual aquele consórcio reclama mais dez milhões de euros, sendo que o caso se encontra em apreciação no Supremo Tribunal de Justiça.

O comunicado refere também uma dívida bancária contraída pelo então executivo socialista de 80,1 milhões de euros, dos quais ainda se encontram por pagar 25 milhões de euros, sendo que o município tem um encargo bancário anual de 7,5 milhões de euros.

Além disso, a Câmara de Braga tem um gasto anual entre 100 e 150 mil euros com despesas de manutenção do Estádio, relacionadas com a monitorização das infra-estruturas, com reparações ou com manutenção do placard e materiais de apoio eletrónico.

“A única fonte de receita do município é a renda cobrada ao Sporting Clube de Braga, de 550 euros mensais”, termina o texto.

Segundo refere o atual presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, do PSD, “este tipo de dificuldades obriga a um extremo rigor e controlo” na gestão pública. “Esta é uma herança demasiado pesada, que teima em não terminar e que prejudica todos os bracarenses”, afirma o autarca.

Ricardo Rio salienta que o executivo que lidera “se confronta permanentemente com este tipo de situações” que “demonstram que ainda há demasiadas amarras que vêm do passado e que inibem a concretização de projetos para o futuro”.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Irão condena "firmemente" ataque na Síria. EUA quis enviar "mensagem clara"

O Irão, aliado do regime sírio de Bashar al-Assad, condenou "firmemente" os ataques norte-americanos a milícias pró-iranianas na Síria, considerando que podem "intensificar os conflitos" na região. Segundo o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Said …

Vieira segura Jesus apesar da pressão interna

O presidente do SL Benfica, Luís Filipe Vieira, descarta neste momento avançar para a demissão do treinador encarnado, Jorge Jesus, apesar da pressão interna para o fazer, avança este sábado o desportivo Record. Segundo a …

Os antigos egípcios tinham um segredo para fazer pão. Milénios depois, eis a receita

Ninguém sabia como é que os antigos egípcios faziam pão, até uma investigadora ter posto – literalmente – as mãos na massa e descoberto qual era o seu segredo. "A produção de pão no Egito faraónico …

Afinal, Messi pode mesmo ficar em Barcelona

O internacional argentino Lionel Messi, que no verão passado admitiu publicamente que queria deixar o FC Barcelona, poderá continuar no clube. A informação é avançada este sábado pelo jornal espanhol Marca, que dá conta que …

Governo vai começar a executar o PRR pela área da saúde e apoio aos idosos

O Governo quer começar a executar o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) pela área da saúde e combate às vulnerabilidades sociais. Em declarações ao jornal Público, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira …

Testes alargados a todas as escolas e passam a contemplar amostras de saliva

Os testes ao novo coronavírus vão abranger todas as escolas de Portugal continental e contemplar a amostra de saliva para a realização dos rastreios laboratoriais, segundo a atualização da norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) …

Poeira de asteróide encontrada na cratera Chicxulub encerra caso da extinção dos dinossauros

Uma equipa de investigadores acredita ter encerrado o caso da extinção dos dinossauros após ter encontrado poeira de asteróide na cratera que Chicxulub terá criado há 66 milhões de anos. Desde os anos 1980 que a …

CDS recebeu com "alegria e entusiasmo" candidatura de Moedas a Lisboa

O presidente do CDS-PP afirmou, esta sexta-feira, que o partido recebeu com "grande alegria e entusiasmo" a candidatura de Carlos Moedas à Câmara de Lisboa, considerando que é "um nome forte" e uma "ótima notícia" …

Nem Pote, nem Porro. As estatísticas mostram que Manafá tem sido o melhor em Portugal

O índice de desempenho de uma ferramenta de scouting usada por grandes clubes europeus aponta Wilson Manafá como o jogador em melhor forma da Liga NOS. Não é tecnicamente dotado, nem um favorito dos adeptos. O …

TAP avança com lay-off de um ano a partir de segunda-feira

A TAP vai avançar com um processo de lay-off clássico, que passará por uma redução dos períodos normais de trabalho ou suspensão de contratos, a partir da próxima segunda-feira e durante 12 meses. De acordo com …