BPI já cobra transferências MB Way (mas nem todos vão pagar)

O BPI é o primeiro banco a começar a cobrar a partir desta quarta-feira a alguns clientes na realização de transferências MB Way. Mas não é o único.

Dentro de mês e meio também o BCP vai começar a fazê-lo. Nem todos os clientes dos dois bancos serão atingidos por esses custos, mas poderá ser o ponto de partida para outras instituições lhes seguirem as pisadas. Mas há forma de contornar esses custos.

Foi no início de fevereiro que o BPI atualizou o seu preçário a dar conta de que a partir deste dia 1 de maio começava a aplicar uma comissão de 1,248 euros por cada transferência MB Way.



Essa quantia passa a ser cobrada apenas aos clientes do banco que optem por usar a app do MB Way, criada pela SIBS, a gestora do Multibanco e comum a todos os bancos. Isentos ficam os clientes que realizem este tipo de transferências, mas através da app BPI.

Cerca de dois meses após o BPI, foi a vez de também o BCP dar conta no início de abril de que no preçário a entrar em vigor a 17 de junho também iria passar a aplicar uma comissão sobre as transferências MB Way. No caso do banco liderado por Miguel Maya, o custo a cobrar vai variar consoante a plataforma utilizada.

Os clientes que a partir dessa data utilizem a app Millennium para realizarem transferências MB Way passam a pagar 0,52 euros por cada operação. Já os que façam o mesmo tipo de transferências, mas utilizem a app MB Way, o custo de cada operação passa a ser de 1,258 euros.

Isentos de qualquer custo estão os clientes com soluções integradas, como o “Cliente Frequente”, “Millennium GO!”, “Programa Prestige, “Programa Prestige Direto” e “Portugal Prestige”. Clientes com até 23 anos de idade também não pagam por esse serviço.

O tipo de estrutura do comissionamento das transferências MB Way que o BPI e o BCP estão a implementar promove uma relação de troca em que isentam ou cobram menos desde que os clientes mantenham uma ligação forte com a instituição.

Os clientes destes bancos que pretendam eliminar ou reduzir da sua fatura de custos a cobrança pelas transferências MB Way têm como vias as contas pacote e o uso da app do banco. Quem não esteja disposto a isso, a alternativa é trocar ou abrir conta noutra instituição financeira que não aplique comissões.

Grande parte dos bancos, contudo, já está preparada para cobrar pelas transferências MB Way, algo que já está refletido aliás nos respetivos preçários, apesar de não as estarem a aplicar. O custo pode ir até aos 1,56 euros, valor que é usado pelo ActivoBank nas transferências MB Way para contas domiciliadas noutros bancos.

A associação de defesa dos consumidores, recorda o Eco, referia a este propósito que os preços aplicados a uma operação na app móvel MB Way “são desproporcionais”. Nesse sentido, apela ao Banco de Portugal que passe a estipular um teto máximo de 0,2% ao valor das comissões a cobrar em cada transferência com MB Way.

Bancos digitais

Há ainda outra via: recorrer à oferta da banca digital. Existem diversos operadores desse universo que não cobram pelas transferências bancárias.

Entre os operadores em que tal é possível está a Revolut. É um banco digital que já tem licença para operar na Europa e já acumulou mais de 140 mil clientes em Portugal desde a chegada ao mercado nacional em outubro de 2017.

A Revolut permite a criação e o carregamento de uma conta que funciona através de uma aplicação que se instala no telemóvel. É através dessa aplicação que é possível realizar pagamentos ou transferências, após a criação de um cartão virtual, mas também físico. A realização de transferências bancárias, seja dentro ou fora do país, é gratuita, e só entre contas Revolut.

O mesmo tipo de isenção é garantida em operadores digitais como a N26, a Monese ou a Paypal, sendo que qualquer destes operadores tem autorização para operar na Europa e em Portugal.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Aprovado prolongamento de apoios às rendas até ao final do ano

Os apoios às rendas foram concedidos no ano passado, para fazer face às dificuldades criadas pela pandemia de covid-19. A comissão parlamentar de Economia aprovou, esta quarta-feira, o prolongamento dos apoios às rendas habitacionais e comerciais …

PSD volta a apresentar queixa à CNE contra Rui Moreira

Esta quarta-feira, o PSD/Porto acusou o movimento independente liderado por Rui Moreira de enviar informação da apresentação da sua recandidatura à Câmara Municipal "para emails institucionais" do município, acrescentando que vai apresentar queixa à Comissão …

Para Rio, as críticas de Ana Catarina Mendes são de "quem não tem nada para dizer"

As águas entre o PS e o PSD estão agitadas, depois da troca de galhardetes entre o presidente social-democrata, Rui Rio, e a líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes. Depois de ter sido acusado por …

Nova Iorque atinge 70% de adultos vacinados (e celebra com fogo-de-artifício)

O estado de Nova Iorque atingiu o marco de vacinação que, de acordo com os especialistas, garante a imunidade de grupo. O governador do estado norte-americano de Nova Iorque, Andrew Cuomo, anunciou na noite de terça-feira …

"Construtiva" e "sem animosidades". Cimeira entre Biden e Putin termina mais cedo do que previsto

A cimeira entre Vladimir Putin e Joe Biden chegou ao fim mais cedo do que se previa. Os presidentes optaram por conferências de imprensa em separado, e o primeiro a falar foi o Presidente russo. Os …

Euro 2020: seleções da casa em desvantagem na primeira jornada

Nove seleções jogaram no seu país, até agora. Mas somente três ganharam o respetivo jogo. Portugal contribuiu para estragar as festas caseiras. Num Europeu estranho e inédito, que decorre em muitos países, muitas seleções jogam em …

Tribunal europeu condena Portugal a indemnizar recluso por falta de internamento psiquiátrico

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condenou o Estado português a pagar uma indemnização de 14 mil euros a um recluso por ter cumprido pena de prisão sem internamento psiquiátrico a que tinha sido condenado. A …

França acaba com máscara no exterior (e Espanha vai pelo mesmo caminho)

Em França, o uso de máscara na rua deixa de ser obrigatório a partir de quinta-feira. Espanha deverá seguir o mesmo caminho "em breve". O uso de máscara no exterior deixa de ser obrigatório em França …

Swissport em Lisboa para tentar comprar a Groundforce

O acionista maioritário da Groundforce, que está a tentar vender a sua participação na empresa de handling, encontra-se agora a negociar com os suíços da Swissport. Depois de o fundo espanhol Atitlan se ter afastado e …

BdP prevê taxa de desemprego de 7,2% e crescimento económico de 4,8%

O Banco de Portugal (BdP) prevê que a taxa de desemprego atinja 7,2% em 2021, recuando para 7,1% em 2022 e 6,8% em 2023, e que o emprego cresça 1,3% este ano. No Boletim Económico de …