“Bolsonômetro” reúne declarações falsas ou imprecisas de Bolsonaro. Presidente faz uma a cada quatro dias

Marcelo Camargo / Agência Brasil

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, faz pelo menos uma declaração falsa ou imprecisa a cada quatro dias. A conclusão é do Folha de S. Paulo, que na quinta-feira lançou uma ferramenta que reúne afirmações presidenciais, devidamente verificadas e contextualizadas.

Segundo noticiou o Expresso, citando aquele jornal brasileiro, responsável pela criação do Bolsonômetro, a primeira conclusão resulta da sistematização de 86 declarações daquele tipo feitas nas redes sociais, transmissões ao vivo, entrevistas e discursos desde que tomou posse, a 01 de janeiro.

Na quarta-feira, Bolsonaro escreveu, por exemplo, que três empresas iriam fechar as suas fábricas na Argentina e mudar-se para o Brasil. Em causa estaria o regresso da ex-Presidente argentina Cristina Kirchner, recentemente eleita vice-Presidente. Uma hora depois, apagou a publicação que havia feito após as empresas terem negado a informação.

O jornal calculou uma média de 8,6 declarações falsas ou imprecisas por mês desde que assumiu funções. Os períodos mais críticos foram os meses de agosto e setembro, cada um com 20 declarações daquele tipo.

Em plena crise provocada pelos incêndios na Amazónia, Bolsonaro afirmou: “A floresta não está pegando fogo como o pessoal está dizendo” ou “O clima seco e os ventos favorecem queimadas espontâneas e criminosas”.

Em setembro, ao discursar na Assembleia Geral das Nações Unidas, o Presidente brasileiro voltou a proferir declarações falsas ou imprecisas. O dia em que discursou, 24 de setembro, foi, de resto, o dia em que registou o maior número de declarações deste tipo – foram 11, no total, escreveu o Folha de S. Paulo.

Bolsonaro afirmou, por exemplo, que o Governo brasileiro tem uma “política de tolerância zero para com a criminalidade, aí incluídos os crimes ambientais”. No entanto, o Presidente questiona os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, que apontam para um aumento do desmatamento.

No palco da ONU, Bolsonaro também reafirmou o compromisso do seu país “com os mais altos padrões de direitos humanos, com a defesa da democracia e da liberdade de expressão, religiosa e de imprensa”.

O Folha de S. Paulo lembrou, contudo, que o chefe de Estado brasileiro defende a ditadura militar, elogia várias vezes o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, condenado por tortura, e acusa a imprensa de o perseguir.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. O problema do Brasil é que tem de tomar uma decisão difícil:
    Quer um ladrão ou quer um maluco e ainda por cima burro?
    A escolha não é fácil.

    Por cá tínhamos a escolha mais facilitada: era só ladrões.

    • Bolsonaro foi o primeiro presidente do Brasil que escolheu a equipe de ministros sem indicação partidaria mas por Mérito…
      A força do socialismo no Brasil não se trata de mera ideologia mas de pessoas reais que cometem crimes reais… com influência até mesmo no Supremo Tribunal, mas do lado do Bolsonaro estamos nós… Brasileiros.
      Parece um avô que até pode falar demais… e algumas aparentes tolices mas no fundo ama o Brasil e está nos defendendo dessa podridão comunista na América Latina.
      Pesquise Foro de São Paulo.

    • É facil compreender.
      Se fosses morar em um outro país iria querer o bem ou o mal para os que ficaram? E ainda acha que foram para aí durante o Governo Bolsonaro?
      Confesso que se Bolsonaro não ganhasse já pensava em um segundo plano fora do Brasil pra mim e minha familia.

RESPONDER

Filho de Deeney tem problemas respiratórios. Jogador foi alvo de abusos por recusar treinar

O futebolista Troy Deeney, capitão do Watford, revelou que tem sido alvo de abusos e comentários depreciativos, por ter recusado voltar aos treinos, face aos problemas respiratórios do seu filho. “Vi comentários em relação ao meu …

Parlamento aprova alargamento de apoios a todos os sócios-gerentes afetados pela pandemia

O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um texto final que alarga os apoios no âmbito do `layoff´ aos sócios-gerentes das micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia covid-19, independentemente do volume de faturação. Com …

Pandemia de covid-19 alimenta corrupção na América Latina

A propagação da Covid-19 na América Latina está a alimentar a corrupção nos vários países que a integram, que vai desde a inflação dos preços a situações de aproveitamento económico e de ligações entre políticos …

Mais de 500 católicos portugueses contra proibição de comunhão na boca

Mais de 500 católicos portugueses, entre leigos e sacerdotes, apelaram à Conferência Episcopal Portuguesa para revogar a proibição de os fiéis receberem a comunhão na boca, por causa da pandemia de covid-19, informou na quarta-feira …

Adeptos recusam devolução dos bilhetes. Bayern distribui dinheiro por clubes amadores

Os adeptos do Bayern renunciaram ao direito de serem reembolsados pelos bilhetes comprados para os jogos até ao final da temporada. O clube decidiu distribuir o dinheiro pelos emblemas amadores da região da Baviera. Tal como …

Trabalhadores acusam TAP de pagar abaixo do salário mínimo a tripulantes em lay-off

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou hoje a TAP de não estar a pagar o previsto na lei do ‘lay-off’, indicando vários casos em que a remuneração é inferior …

Tesla baixa preço de quase todos os modelos nos Estados Unidos

A empresa de carros elétricos Tesla baixou o preço dos Modelos 3, S e X no mercado norte-americano, visando estimular as vendas que estão em declínio durante a pandemia, avança a agência Reuters. O semanário …

Assessor de Boris cometeu infração ao confinamento, conclui polícia

A polícia britânica concluiu que Dominic Cummings, assessor do primeiro-ministro, Boris Johnson, cometeu uma violação "menor" das regras de confinamento introduzidas para combater o novo coronavírus, mas não pretende abrir um processo. Cummings admitiu ter conduzido …

Infarmed suspende hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19

O Infarmed suspendeu o uso de hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19. Para além da OMS, outros países já tomaram a mesma decisão que Portugal. A decisão vem no mesmo sentido da Organização Mundial de …

PCP mantém festa do Avante! e pede calma às "almas mais inquietas"

O secretário-geral do PCP admitiu hoje que “não seria um drama”, devido à pandemia de covid-19, cancelar a festa do Avante, e garantiu que não é por dinheiro que os comunistas estão empenhados em realizá-la …