Empresários pró-Bolsonaro pagaram milhões de mensagens no WhatsApp. Ciro e Haddad pedem impugnação

Marcelo Sayao / EPA

Várias empresas brasileiras pró-Bolsonaro terão contratado o envio de milhões de mensagens e notícias falsas, através do WhatsApp, contra o candidato presidencial do Partido Trabalhista (PT), Fernando Haddad.

A notícia foi revelada nesta quinta-feira pelo jornal brasileiro Folha de São Paulo, que denuncia um alegado esquema de difamação que visa beneficiar Jair Bolsonaro em detrimento do candidato presidencial do PT.

O jornal denuncia um contrato de 12 milhões de reais (cerca de 3 milhões de euros) de uma empresa que difunde este tipo de mensagens, que configuram uma ilegalidade uma vez que estas “doações” não são declaradas. Esta é uma prática proibida pelo tribunal eleitoral que, neste ano, proibiu as doações de empresas privadas a campanhas.

Vários empresários terão agido como patrocinadores, incluindo a rede comercial brasileira Havan, cujo dono já foi multado pela Justiça brasileira por tentar obrigar os seus funcionários a votarem em Bolsonaro.

Face às revelações, Bolsonaro negou ter pedido pedido patrocínio de empresários para distribuir conteúdo através do WhatsApp, explicando, em entrevista ao portal “O Antagonista”, que não tem controle da ações do seus apoiantes.

“Eu não tenho controlo se há empresários simpatizantes de mim a fazer isso. Eu sei que desrespeita a legislação, mas eu não tenho controlo, não tenho como saber e tomar providências”, declarou o candidato à Presidência do Brasil pelo Partido Social Liberal.

Cenário de possível impugnação

A ser confirmando, este alegado financiamento empresarial pode levar à impugnação da candidatura de Bolsonaro, de acordo com juristas ouvidos pela agência Lusa.

Para Renato Ribeiro de Almeida, advogado e membro da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político, este tipo de prática constitui crime e, mesmo que Bolsonaro negue conhecimento do facto, a sua candidatura está sujeita a punições e até à retirada de mandato caso seja eleito.

“A acusação é muito grave, porque estamos a tratar de uma situação de financiamento empresarial [de campanha política]. Não podemos imaginar que o financiamento empresarial seja tolerável no Brasil, porque existe uma decisão do STF proibindo categoricamente isto. Já vimos no Brasil uma série de escândalos com empresas que financiaram campanhas com interesses não muito republicanos”, comentou.

“Se o caso for comprovado, há a caracterização do uso de um recurso [financeiro] não comprovado de campanha, o que efetivamente configura um ‘caixa 2′ [uso de dinheiro não declarado à Justiça eleitoral]. Se houver provas de que empresas estariam a financiar a candidatura, isto poderia gerar uma multa, cassação do registo [da campanha] ou do diploma [de Presidente do Brasil] caso Bolsonaro vença as eleições”, acrescentou.

Em igual sentido, Marilda Silveira, especialista em direito eleitoral e professora do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), subscreve a opinião de que o candidato da extrema-direita pode ter a candidatura impugnada.

“Se a denúncia de que eles usaram este ‘caixa 2′ for comprovada, a depender do volume da operação, se isto impactar na legitimidade das eleições, pode até levar a cassação do mandato. A palavra que a lei usa é gravidade. A leitura que o tribunal eleitoral faz desta palavra gravidade é desestabilizar a legitimidade das eleições”, considerou.

Ciro e Haddad avançam para a Justiça

Haddad, que concorre pelo PT na segunda volta das eleições, e o Partido Democrático Trabalhista (PDM), de Ciro Gomes, já admitiram avançar com a situação para os tribunais.

De acordo com Fernando Haddad, este alegado esquema configura cinco crimes “de organização criminosa, de caixa dois [não declaração dos gastos de campanha], calúnia, difamação e lavagem de dinheiro”, afirmou.

“Em qualquer país do mundo isso seria um escândalo de proporções avassaladoras, levando até à impugnação da candidatura e à chamada do terceiro colocado para disputar a segunda volta”, prosseguiu o candidato do PT.

Carlos Lupi, presidente do PDT, a mesma força política de Ciro Gomes, que foi terceiro classificado, afirmou, segundo a revista Veja, que os advogados do partido estão a preparar argumentos para apresentar à justiça.

Nesta quinta-feira o PT entrou com uma ação no TSE contra Bolsonaro, acusando-o da prática de abuso de poder económico e uso indevido dos meios de comunicação.

O WhatsApp tem sido utilizado como um dos principais veículos de comunicação para difusão de propaganda política e notícias falsas durante as eleições presidenciais.

Jair Bolsonaro, que já disse não participar em qualquer debate até à segunda volta das eleições, a 28 de outubro, segue na frente nas intenções de voto, com mais de 59% das preferências dos brasileiros.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. o habitual a esquerda radical tal como nos USofA tentam de todas as formas inventar desculpas para não deixar os brasileiros votarem em quem acham que deve liderar o país.

    nos USofA a criminosa Clinton inventou os bots russos, agora estes criminosos da esquerda radical brasileira andam a tentar inventar qq coisa….

    “proibiu as doações de empresas privadas a campanhas.”, mas presumo que o possam fazer sem qq doação, ou seja, em vez de pegarem em cartazes e irem para a rua pagaram ‘cartazes digitais’.

    • O Jornal não sei, mas a jornalista afirmou numa entrevista que é de esquerda e sempre votou PT. Mas isso pode ser irrelevante. Falta apresentar provas de que isso de fato foi feito e depois ainda apresentar provas que Bolsonaro tinha conhecimento e/ou que pediu.
      Eu posso juntar-me com meia dúzia de amigos, fazer uma campanha pro-Haddad, de forma voluntária, sem ele pedir ou ter conhecimento e depois o Haddad lixa-se! Nenhum candidato pode ser responsabilizado pelo que não controla!

RESPONDER

Parlamento tem dois deputados infetados, um inconclusivo e quatro isolados

O parlamento informou esta terça-feira ter sido notificado da existência de dois deputados com teste positivo ao novo coronavírus, um com teste inconclusivo, que será repetido, e ainda outros quatro em isolamento profilático por determinação …

Proibição de circulação. Governo rejeita ter "vários pesos e várias medidas"

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, rejeitou esta terça-feira que o Governo tenha “vários pesos e várias medidas” tendo em conta as exceções à circulação dos cidadãos entre concelhos entre 30 de outubro e …

Pfizer pode ter vacina ainda neste ano. Guterres exige que esteja “disponível e acessível” para todos

A farmacêutica Pfizer está otimista em relação à perspetiva de fornecer uma vacina contra a covid-19 ainda em 2020. O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, exigiu que esteja “disponível” e “acessível” para todos. Albert Bourla, …

Nem um carro consegue esmagar este besouro indestrutível

O diabólico besouro de ferro tem um dos mais resistentes exoesqueletos naturais. A forma como este animal consegue sobreviver pode inspirar o desenvolvimento de novos materiais com a mesma dureza. Engenheiros da Universidade da Califórnia e …

OSIRIS-REx recolheu demasiadas amostras do Bennu (e está a perder parte delas)

A NASA revelou que a sonda OSIRIS-REx conseguiu recolher uma grande amostra de partículas do asteróide Bennu - tanto material que fez com que a tampa do compartimento não fechasse corretamente. Na semana passada, a sonda …

Cientistas captam atmosfera de um extraordinário exoplaneta que não deveria existir

Uma equipa de cientistas da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, captou a atmosfera de um exoplaneta "que não deveria existir" ao analisar dados do telescópio TESS da agência espacial norte-americana (NASA). O planeta em causa …

Refrigerantes light causam o mesmo risco de doenças cardíacas que bebidas normais

Um novo estudo da Universidade Sorbonne, em Paris, descobriu que bebidas adoçadas artificialmente - como as light, diet e zero - podem ser tão prejudiciais para o coração quanto os refrigerantes normais. Os investigadores, que acompanharam …

“Monstro patológico”. Documento revela que Henrique VIII planeou decapitação de Ana Bolena

Uma equipa de investigadores encontrou um livro que contém instruções específicas do rei Henrique VIII que mostram que o monarca queria que a sua segunda esposa, Ana Bolena, fosse executada. Neste documento, o rei Henrique VIII …

Robô humanóide sem cabeça empilha e carrega caixas (e já está à venda)

A fabricante de robôs Agility construiu um robô humanóide bípede chamado Digit, que consegue carregar caixas e que está a ser vendido por 250 mil dólares. De acordo com o TechXplore, o robô Digit foi projetado …

Porto 2-0 Olympiacos | Chama do “dragão” trava gregos

O FC Porto venceu na noite desta terça-feira o Olympiacos por 2-0, numa partida relativa à segunda jornada do Grupo C da Liga dos Campeões, sob o olhar dos cerca de 3750 adeptos que se …