Bolsonaro admite aceitar ajuda do G7 se Macron lhe pedir desculpa

Marcelo Sayao / EPA

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro

O Presidente Jair Bolsonaro voltou atrás com a posição do Governo brasileiro sobre a ajuda de 20 milhões de dólares (17,95 milhões de euros) oferecida pelo G7 para combater os incêndios na Amazónia.

Na segunda-feira, o ministro da Casa Civil brasileiro, Onyx Lorenzoni, afirmou que a quantia oferecida pelo G7 seria recusada e aconselhou o grupo a usar o dinheiro para a “reflorestar a Europa”. Esta terça-feira, Jair Bolsonaro voltou atrás, mas deixou a decisão nas mãos do Presidente francês, Emmanuel Macron

Se Macron pedir desculpas ao Presidente brasileiro, por tê-lo ofendido pessoalmente e por ter colocado em causa a soberania brasileira na Amazónia, Bolsonaro poderá ponderar conversar com ele e, depois, decidir se aceita o apoio de 20 milhões de dólares que os sete países ofereceram para combater os incêndios na Amazónia.

Poucas horas depois de o Governo brasileiro ter recusado o apoio do G7, Bolsonaro foi interpelado pelos jornalistas à saída do Palácio da Alvorada e deu o dito por não dito: “Eu falei isso? Eu falei? Jair Bolsonaro falou?”.

Depois, segundo o Observador, estabeleceu as regras do jogo: “Primeiramente, o senhor Macron deve retirar os insultos que fez à minha pessoa. Primeiro, me chamou de mentiroso. E depois, informações que eu tive, de que a nossa soberania está em aberto na Amazónia. Para conversar ou aceitar qualquer coisa da França, que seja das melhores intenções possíveis, ele vai ter que retirar essas palavras e daí a gente pode conversar”.

Questionado sobre o facto de ter comentado a publicação de um seguidor que postou fotografias de Michelle Bolsonaro e de Brigitte Macron com a legenda “Entende agora pq Macron persegue Bolsonaro?”, Bolsonaro garantiu aos jornalistas que com o comentário o que queria era chamar a atenção do internauta para que não dissesse “besteiras”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

A Terra em 4K. Empresa vai transmitir vídeos do Espaço em tempo real

A empresa Momentus assinou um novo contrato que fornecerá transporte e implementação no Espaço para a Sen, uma empresa britânica que está atualmente a construir um serviço de streaming de vídeo 4k e em tempo …

Hertz abre falência nos Estados Unidos, mas sobrevive em Portugal

O presidente executivo da Hertz Portugal afirmou esta quarta-feira que, apesar do inevitável “dano reputacional”, a falência da empresa nos EUA não afeta a sua atividade no país, onde opera de forma “independente” em regime …

Sintomas da doença de Lyme podem ser perigosamente confundidos com covid-19

Alguns dos sintomas característicos da doença de Lyme podem ser confundidos com covid-19. Isto pode trazer sérias consequências devido ao diagnóstico tardio da doença. Quando doenças semelhantes a uma gripe se desenvolvem em pessoas que passam …

Revelada a lotação máxima de várias praias portuguesas

Em contexto de pandemia de covid-19, o número de banhistas que pode entrar numa determinada praia será controlado. Foi revelada a lotação máxima das praias para as regiões do Algarve (Barlavento e Sotavento) e de …

Café na Coreia do Sul contrata um robô-barista para evitar a propagação da covid-19

O café Daejon, na Coreia do Sul, "contratou" um barista-robô para servir bebidas aos seus clientes, tentando evitar assim a propagação da pandemia de covid-19, que já matou mais de 350 mil pessoas em todo …

Incêndios: PSD aponta falta de meios aéreos e avisa que covid-19 não justifica atrasos

O PSD apontou hoje falta de meios aéreos de combate a incêndios no terreno e acusou o Governo de ter ficado "aquém" nas reformas e mudanças na floresta, avisando que a pandemia de covid-19 não …

Lançamento da SpaceX adiado devido ao mau tempo

O lançamento da SpaceX, que estava previsto para hoje, foi adiado devido às condições meteorológicas. Haverá uma nova tentativa no sábado, às 20h22 de Lisboa. O esperado era que a SpaceX lançasse esta quarta-feira dois astronautas …

"Não consigo respirar". Protestos nos EUA pela morte de homem negro às mãos da polícia

Milhares de pessoas protestaram, esta terça-feira à noite, em Minneapolis, cidade no estado norte-americano do Minnesota, contra a morte de George Floyd, um homem negro que acabou por falecer depois de um episódio com a …

Um em cada três americanos não acredita que o azeite vem das azeitonas

Um terço dos norte-americanos entrevistados numa sondagem disse não acreditar ou não ter certeza de que o azeite vem das azeitonas. O produto alimentar é usado por menos de metade das famílias do país. Uma sondagem …

A pandemia separou casais de namorados. Dinamarca abre fronteiras a quem prove estar numa relação

Esta segunda-feira, a Dinamarca diminuiu o controlo na fronteira com outros países nórdicos e com a Alemanha para que casais transfronteiriços, separados pela pandemia, se reencontrem. A partir desta segunda-feira, os casais separados pela pandemia podem …