Boeing incendeia-se com 170 pessoas a bordo. Morreu funcionário do aeroporto

(dr) Ministério das Situações de Emergência de Krasnodar

Pelo menos 18 pessoas ficaram hoje feridas depois de um avião Boeing 737 da companhia aérea Utair sair da pista e se ter incendiado após aterrado no Aeroporto de Sochi, na Rússia, informou o Ministério da Saúde russo.

Um avião Boeing 737 incendiou-se este sábado durante a aterragem em Sochi, na Rússia. A bordo estavam 164 passageiros e seis tripulantes. De acordo com o Ministério da Saúde Russo, 18 pessoas ficaram feridas no incidente, mas não há vítimas mortais.

“Como resultado do acidente de avião no aeroporto de Sochi, neste momento há 18 feridos, três deles crianças, mas não há mortes entre os seus ocupantes“, diz um comunicado oficial.

No entanto, um funcionário do aeroporto morreu após sofrer um ataque cardíaco enquanto ajudava a retirar os passageiros. De acordo com a companhia aérea, estavam a bordo da aeronave 164 passageiros e seis tripulantes.

O avião, que voava entre Moscovo e Sochi, conseguiu aterrar na segunda tentativa, já que a primeira foi abortada pelos pilotos devido às más condições meteorológicas.

Após o pouso, a aeronave deixou a pista e caiu no leito de um rio nas proximidades, onde perdeu uma asa e parte do trem de aterragem. É nesse momento que, ainda com os passageiros e tripulação a bordo, a turbina esquerda do avião se incendiou.

Os passageiros, muitos dos quais tiveram que saltar pela asa do avião, foram resgatados de imediato, tendo escapado às chamas por segundos. Os bombeiros acabaram por conseguir extinguir o fogo, sem que houvesse vítimas mortais entre os passageiros ou tripulantes do avião.

“O estado de saúde dos dois pilotos e dos quatro membros da tripulação é satisfatório”, adiantou o ministro dos Transportes da Rússia, Yevgeni Dietrich.

ZAP // EFE

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Não se trata de condições climatéricas adversas, mas sim de condições meteorológicas adversas.
    Se se pretende referir ao clima, devemos utilizar a expressão “climática” e não “climatérica”, porque esta última não tem origem na língua portuguesa.
    Todavia, estavam em causa condições atmosféricas no momento, meteorológicas portanto, e não das características climáticas do local.

    • É questionável o seu comentário. “Climatérico” é uma palavra presente no dicionário português e, nesse sentido, pode e deve utilizar-se. Quanto à sua origem no francês o mesmo ocorre com muitas outras palavras da nossa língua, que não saem necessariamente prejudicadas pelo facto. Quanto ao clima e tempo é apenas uma consideração de prazos temporais.

      • Tudo é questionável, desde que devidamente fundamentado.
        Clima e tempo estão relacionados, mas não são exactamente a mesma coisa. Conforme refere que “é apenas uma consideração de prazos temporais”, estão em causa séries temporais de 30 anos, designado por normal climatológica, isto é, para se estudar o tipo de clima de uma determinada região tomam-se em consideração os estados de tempo que se fazem sentir nessa região durante esses 30 anos.
        Assim, o tempo, isto é, o estado do tempo, caracteriza-se pelas condições atmosféricas (precipitação, temperatura, nebulosidade, vento, humidade relativa, etc.) que se manifestam num determinado lugar e durante um curto período de tempo, e isto é o objecto de estudo da meteorologia.
        A sucessão dos estados de tempo é que determinam o tipo de clima, utilizando-se os dados meteorológicos da normal climatológica, que é de 30 anos, o objecto de estudo e responsabilidade da climatologia.
        Aqui tem, resumidamente, a diferença entre meteorologia e climatologia. É por isso que quando nos referimos às condições atmosféricas num dado lugar e num curto período de tempo estamos a falar de condições meteorológicas.
        Sobre a diferença entre “climático” e “climatérico”, está em causa o rigor etimológico das palavras portuguesas. Cito, para terminar, um conhecido dicionário de português:
        “Os vocábulos climático e climatológico são preferíveis a climatérico, porque vêm do grego, ao passo que climatérico vem do francês, sendo considerado galicismo.”

RESPONDER

Parlamento discute a legalização da canábis para fins recreativos

A legalização da canábis para uso recreativo é debatida esta quinta-feira no Parlamento, com BE e PAN a apresentarem projetos de lei idênticos, discordando apenas quanto aos locais de venda. O Bloco de Esquerda (BE) defende …

Estátua de diabo "alegre demais" divide moradores em Espanha

Uma estátua que representa o diabo foi criticada por ser "alegre demais" por moradores da cidade de Segóvia, em Espanha. A escultura de bronze, que ainda não foi instalada, foi criada em homenagem a uma lenda …

"Incapacidade e incompetência". Fenprof pede a Costa que substitua ministro da Educação

A Federação Nacional de Professores (Fenprof) defendeu esta quarta-feira que o primeiro-ministro substitua o ministro da Educação, devido à sua "incapacidade e comprovada incompetência política" para dirigir as negociações de recuperação de tempo de serviço …

Bombeiros protestam contra a proposta do Governo

De acordo com o sindicato, a proposta do Governo "significa uma desvalorização enorme na carreira". Além disso, critica a ideia de haver uma carreira única de sapadores e municipais nivelada por baixo. Bombeiros municipais e sapadores …

Há uma parte da Antártida que está a encolher (mas não era suposto)

Quando os cientistas falam sobre o derretimento da Antártida, geralmente estão a referir-se à Antártida Ocidental, onde gigantescos glaciares costeiros estão a derramar grandes quantidades de água. Mas, do outro lado das montanhas transantárticas a leste, …

A cor dos olhos pode explicar porque é que as pessoas ficam tristes no inverno

Tempo mais frio e noites mais longas fazem algumas pessoas sentir-se tristes. A isso, dá-e o nome de Transtorno Afetivo Sazonal (TAS). Embora o TAS seja uma forma reconhecida de depressão clínica, os especialistas ainda estão …

Há vida pós-LHC. CERN planeia acelerador de partículas dez vezes mais potente

O futuro da Física de Partículas começa a ganhar forma. O CERN (Laboratório Europeu de Física de Partículas) detalhou esta terça-feira os seus planos para o novo acelerador de partículas que irá suceder o Grande …

DARPA quer construir robôs conscientes usando cérebros de insetos

A DARPA quer construir robôs conscientes usando cérebros de insetos, uma forma de criar novos modelos de inteligência artificial eficientes, que poderiam ser usados para explorar a própria consciência. Ao contrário dos humanos, os insetos operam …

Bombas de Wendell e Bruno Fernandes apuram Sporting para meias da Taça

Remates de Wendell e de Bruno Fernandes decidiram o jogo a favor da equipa 'leonina', que na próxima fase da competição defronta o Benfica, numa eliminatória disputada a duas mãos. Numa primeira parte marcada pelo domínio …

Romeo, a rã mais solitária do mundo, encontrou finalmente a sua Julieta

Romeo, que até então era considerado o último representante da sua espécie (Telmatobius yuracare), deixou de ser a rã "mais solitária do mundo" graças a uma equipa de cientistas que encontrou uma fêmea da mesma …