/

Boeing com 83 pessoas a bordo despenha-se no Afeganistão

Papas Dos / Flickr

Os primeiros relatos davam de conta que o avião pertencia à Ariana Afghan Airlines, mas a empresa desmentiu

Um avião comercial com 83 pessoas a bordo despenhou-se no Afeganistão, confirmaram as autoridades do país. Ainda não há informação sobre as vítimas.

De acordo com a BBC, a aeronave caiu na cidade de Ghazni, a sudoeste de Cabul, uma região controlada pelos talibãs. As autoridades estão a apontar “problemas técnicos”. A aeronave, que fazia a ligação entre as cidades de Herat e Cabul, ter-se-á incendiado.

“Um avião da Boeing caiu na área de Sado Khel, no distrito de Deh Yak, na província de Ghazni, por volta das 13h10 (8h40 em Lisboa)”, disse Arif Noori, porta-voz do gabinete do governador da província em Ghazni. cidade, disse a agência de notícias Reuters.

As primeiras informações davam conta de que o avião era da companhia estatal afegã, a Ariana, mas a BBC avança que a empresa desmentiu essa informação. “Os aviões da Ariana que partiram chegaram todos ao destino e não caíram. O avião que caiu não pertence, por isso, à Ariana”, declarou um porta-voz da companhia aérea.

De acordo com a TVI, o avião em questão é um Boeing 737-400 com quase 30 anos. As autoridades ainda não indicaram oficialmente o número de vítimas do acidente.

A província montanhosa de Ghazni fica no sopé das montanhas Hindu Kush e é muito fria no inverno. O último grande acidente aéreo comercial no Afeganistão ocorreu em 2005, quando um voo da Kam Air do oeste de Herat para a capital Cabul colidiu com as montanhas enquanto tentava pousar com tempo nevoso.

Na guerra de 19 anos, houve uma série de acidentes mortais de aeronaves militares. Um dos mais espetaculares ocorreu em 2013, quando um jato de carga americano Boeing 747 caiu logo após a descolagem da base aérea de Bagram, ao norte de Cabul, a caminho de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Todos os sete membros da tripulação foram mortos.

  ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.