De Blasio, mayor de Nova Iorque, desiste da corrida presidencial

@KevinCase / Flickr

Presidente da Câmara de Nova Iorque, Bill de Blasio

O presidente da câmara de Nova Iorque, o democrata Bill de Blasio, desistiu da corrida para ser o candidato democrata que vai concorrer contra Donald Trump em 2020.

“Sinto que já dei tudo o que podia dar a estas eleições primárias. Claramente não é o meu momento e, por isso, vou desistir da minha campanha presidencial”. Foi com estas palavras ao programa matutino “Morning Joe” que o presidente da câmara de Nova Iorque, Bill De Blasio, desistiu esta sexta-feira de ser o candidato pelo partido democrata à presidência dos EUA em 2020, de acordo com a NBC.

De Blasio anunciou a sua candidatura às eleições primárias do partido democrata em maio. Depois de uma campanha sem sucesso, o atual autarca nova-iorquino, que é cada vez menos popular até entre os seus munícipes, sai agora da corrida.

O antigo candidato às primárias democratas nem chegou a participar no debate com as principais promessas do partido à Casa Branca.

Vários nova-iorquinos acusaram o presidente da Câmara de se desleixar no seu trabalho enquanto responsável pela cidade por estar mais dedicado à campanha. As críticas escalaram depois de um apagão na cidade que deixou uma parte de Nova Iorque sem luz em julho. De Blasio, em vez de ir para a cidade, ficou no Iowa a tratar da campanha.

Bill de Blasio sucedeu a Michael Bloomberg à frente da câmara municipal de Nova York, após ter sido eleito com 73,2% dos votos em 2013. Desde então, Bill de Blasio tem-se afirmado na ala mais à esquerda do Partido Democrata.

Numa sondagem divulgada em maio, Bill de Blasio aparecia com um taxa de aprovação negativa entre os eleitores em Nova York — 42% diziam aprovar a sua prestação como mayor e 44% responderam de forma negativa. Por trás destes números, estão taxas de aprovação altamente díspares em relação à etnia dos entrevistados.

Bill de Blasio é particularmente popular entre afro-americanos (com uma taxa de aprovação de 66% e apenas 23% a não aprovarem a sua prestação), deixa os eleitores hispânicos divididos (com 40% para cada lado) e reúne uma apreciação negativa de 58% dos eleitores brancos, contra 31% que lhe dão nota positiva.

Além disso, para os inquiridos, Bill de Blasio não devia concorrer às eleições presidenciais. É essa a opinião de 76% dos nova-iorquinos. Apenas 18% disseram que devia avançar.

No último mês, vários candidatos saíram da corrida para ser o nomeado pelo partido democrata para defrontar Donald Trump em 2020 para o lugar de presidente dos EUA. Contudo, mesmo assim, atualmente ainda há 17 políticos nestas eleições primárias, como o antigo candidato e senador Bernie Sanders ou Joe Biden, antigo vice-presidente dos Estados Unidos durante o mandato de Barack Obama.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …

Especialistas alemães consideram que país já está a ter uma segunda vaga

Especialistas alemães consideram que o país já está a passar por uma segunda vaga de covid-19, ainda que não seja comparável à primeira. De acordo com o sindicato dos médicos Marburger Bund, o país já está …

Governo garante que julho foi o mês com mais testes à covid-19

O mês de julho registou o maior número de testes à covid-19, totalizando 431.178 rastreios e uma média diária de 13.909, revelou, esta quarta-feira, a secretária de Estado da Saúde. Na conferência de imprensa para fazer …

Imprensa chinesa acusa EUA de "abuso de poder" para roubar TikTok

Um jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC) acusou esta quarta-feira os Estados Unidos (EUA) de "abusarem do seu poder" para "roubarem" o TikTok, ao forçarem a venda da aplicação de vídeos detida pela empresa …

"Poder militar supremo". Duas semanas de estado de emergência em Beirute

O Governo libanês decretou, esta quarta-feira, o estado de emergência por duas semanas em Beirute, na sequência das explosões no porto da capital. O último balanço feito pelo Governo aponta para 135 mortos. Pelo menos 135 …

43% dos restaurantes pondera avançar para insolvência

Cerca de 43% das empresas de restauração e bebidas e de 17% do alojamento turístico ponderam avançar para insolvência, informa o mais recente inquérito mensal da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP). "No …

António Mexia investe 25 mil euros no aumento de capital da EDP

O presidente do Conselho de Administração Executivo da EDP, que se encontra com funções suspensas, subscreveu 7738 ações, num investimento de 24.535 euros, no aumento de capital de mais de mil milhões de euros do …