Bill Gates critica rede social Parler. “É ótima” para negacionistas do Holocausto

Michael Buholzer / World Economic Forum

O bilionário e co-fundador da Microsoft criticou esta semana a Parler, uma rede social semelhante ao Twitter na forma como opera, considerando que esta plataforma  um “ótimo” lugar para os negacionistas do Holocausto.

Semelhante à rede social Twitter, a plataforma Parler assume-se como uma rede social pela liberdade de expressão, afirmando que não censura a opinião dos seus utilizadores.

A aplicação, criada em 2018 pelo seu CEO John Matze, tem se tornado bastante popular especialmente entre políticos de direita, comentadores e figuras públicas.

Liderou o número de downloads de utilizadores iOS e Android nos Estados neste mês, depois de ser promovido por várias figuras públicas, como o apresentador da Fox News Sean Hannity, a pivô Maria Bartiromo ou o senador norte-americano Ted Cruz.

Bill Gates critica a aplicação, considerando que muito do seu conteúdo incluiu “coisas malucas”, sugerindo que esta plataforma vai atrair utilizadores que são radicais demais para plataformas mais convencionais como o Facebook ou o Twitter.

“Se quiserem conteúdo sobre a negação do Holocausto, a Parler será ótimo”, disse em declarações ao The New York Times DealBook Summit, citadas pela emissora CNBC.

De acordo com a revista norte-americana Newsweek, a falta de moderação nesta plataforma acaba por atrair utilizadores que foram proibidos ou restringidos pelos serviços das principais redes sociais por violação das respetivas plataformas.

Investigadores observaram que a plataforma tem utilizadores de extrema direita e pessoas que acreditam em teorias da conspiração. “Os adeptos do QAnon, extremistas antigovernamentais e supremacistas brancos promovem abertamente as suas ideologias no site, enquanto a negação do Holocausto, o anti-semitismo, o racismo e outras formas de intolerância também são fáceis de encontrar”, afirmou a Liga Anti-Difamação (ADL).

Para Gates, as redes sociais têm de ter uma regulamentação mais forte nos Estados Unidos para ajudar a evitar a propagação de notícias falsas.

“O Facebook [é a] principal forma de as pessoas acederem a notícias e serem atraídas por histórias cada vez mais radicais, incluindo algumas sobre anti-vacinação ou conspirações. As pessoas não dizem simplesmente: ‘Eu quero ver coisas loucas’. Simplesmente são atraídos e acabam por ver coisas que são excitantes… e aí é quase uma fraqueza humana”.

No início de novembro, o jornal norte-americano The Wall Street Journal noticiou que a plataformaé financiada pelo investidor de fundos Robert Mercer e a sua filha Rebekah, uma família conhecida por fazer donativos robustos a causas conservadoras.

Recentemente, Ivanka Trump, filha do Presidente dos Estados Unidos, anunciou aos seus 10 milhões de seguidores no Twitter que se iria juntar à Parler.

No momento desta publicação, não tinha ainda nenhuma publicação na platadorma.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Zap: ERRO “O Facebook [é a] principal forma de as pessoas acederem a notícias e serem atraídas por histórias cada vez mais radicais, incluindo algumas sobre anti-vaicnação “–> VACINAÇÃO

RESPONDER

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …