Benfica vs FC Porto | Bomba de Seferovic decide clássico

Miguel A. Lopes / Lusa

O Benfica regressou ao topo da tabela, em igualdade pontual com o SC Braga, após vencer o FC Porto por 1-0, no jogo grande da sétima jornada.

Numa partida com muita intensidade, mas sem sempre a melhor qualidade, com demasiadas faltas (44) e excessivos passes errados, acabou por ser um remate certeiro de Seferovic, aos 61 minutos, a fazer a diferença, num dos três únicos disparos enquadrados da partida.

A expulsão de Lema, aos 82 minutos, ainda deu um novo alento aos “dragões”, mas os homens de Sérgio Conceição não conseguiram aproveitar a vantagem numérica, chegando ao final da partida com apenas um remate à baliza – logo aos seis minutos da partida.

O Jogo explicado em Números

  • Início de partida com mais intensidade do que qualidade, como muitos esperariam. O FC Porto deixou a primeira ameaça, com um remate de Soares à baliza logo ao sexto minuto, mas foi o Benfica que fez mais disparos no primeiro quarto-de-hora (2-1), embora sem nunca enquadrar a bola. Superioridade para os “encarnados” em termos de posse de bola (61%-39%) e ainda em eficácia de passe (78%-66%) neste período inaugural.
  • Ambas as equipas mostraram grandes dificuldades para chegar à área contrária nos primeiros 20 minutos do desafio. Lema foi o único jogador dos “encarnados” com um toque na bola na área do FC Porto, enquanto as quatro interacções dos “dragões” na área do Benfica pertenceram a Soares.
  • Contra todas as expectativas, Fejsa não foi capaz de impor-se no início da partida, vencendo apenas um de sete duelos disputados nos primeiros 25 minutos. O melhor do Benfica neste aspecto era o central Lema, com sete duelos ganhos em oito (cinco em seis nas alturas).
  • O Benfica chegou aos 40 minutos do desafio sem um único remate enquadrado, enquanto o FC Porto não ameaçava a baliza defendida por Vlachodimos desde o disparo de Soares, ao minuto seis. Os laterais-esquerdos das duas equipas, Grimaldo e Alex Telles, davam nas vistas com dois passes para finalização – o máximo da partida até então.
  • Primeira parte de fraca qualidade, com baixa eficácia de passe, poucas situações de perigo e muitas, muitas faltas.
  • Embora não tenha ameaçado a baliza de Casillas uma única vez, o Benfica chegou ao intervalo “em vantagem” em diversas vertentes da partida, como posse de bola (57%-43%), eficácia na distribuição (78%-68%) e até número de disparos (5-4), com Gabriel e Grimaldo a repartirem a liderança nos GoalPoint Ratings, ambos com nota 5.8.
  • O lateral espanhol já levava dois passes para finalização e três acções defensivas, enquanto o médio brasileiro apenas falhara um de 23 passes e tinha ainda cinco recuperações de posse. Quanto ao FC Porto, o melhor era Herrera, 5.5, com um passe para finalização, dez duelos ganhos e dois desarmes.
  • Bom início de segunda parte do Benfica, coroado com o golo de Seferovic, aos 62 minutos, após assistência de cabeça de Pizzi. O remate certeiro do suíço, que ficou frente a frente com Casillas numa jogada rápida de contra-ataque, surgiu apenas dois minutos depois de Gabriel ter feito o primeiro disparo enquadrado das “águias”, obrigando o guardião espanhol a fazer uma bela defesa.
  • Exibição muito apagada de Marega, que chegou aos 70 minutos da partida com apenas duas acções com bola na área do Benfica, um remate, 50% de passes eficazes, 14 perdas de posse e sete duelos ganhos em 12 disputados.
  • A missão do Benfica acabou por ficar mais complicada com a expulsão de Lema, que viu o segundo cartão amarelo aos 82 minutos. Até à sua saída, o central argentino liderava em alívios (quatro) e em duelos aéreos ganhos (seis em nove).
  • Alex Telles chegou aos 90 minutos do desafio com quatro ocasiões de remate criadas, mais do dobro de qualquer outro jogador em campo. Ainda assim, a partida não corria de feição para o lateral brasileiro, que apenas acertara dois dos nove passes que fizera no meio-campo adversário, o que significa que muito do perigo por ele criado estava ligado a situações de bola parada.

O Homem do Jogo

Mesmo sem ter tido influência directa no resultado, Grimaldo foi um jogador sempre em destaque na equipa do Benfica, tanto a atacar como a defender.

Para além de ter efectuado dois passes para finalização – o máximo da equipa “encarnada” -, o espanhol foi o melhor da partida em entregas correctas (37), acções com bola (92) e recuperações de posse (11).

Esteve ainda em destaque a defender, com quatro intercepções e cinco alívios, e foi feliz nos dois dribles que arriscou. Tudo somado, Grimaldo chegou ao final da partida com nota 6.9 nos  GoalPoint Ratings.

Jogadores em foco

  • Rúben Dias 6.7 – Venceu quatro dos seis duelos aéreos defensivos que disputou e somou 13 acções defensivas, entre elas cinco desarmes e outros tantos alívios. Dos seus dez passes longos, cinco foram bem-sucedidos. Um esteio.
  • Felipe 6.0 – O melhor da equipa portista. Venceu os três duelos aéreos defensivos em que esteve envolvido e somou oito intercepções – mais do que qualquer outro jogador. Fez dez passes longos, metade deles com a melhor direcção.
  • Danilo Pereira 5.5 – O “trinco” o jogador do FC Porto que mais vezes rematou (quatro), mas nenhuma delas à baliza. Disputou cinco duelos aéreos ofensivos, vencendo-os todos, mas a defender só se superiorizou em três de sete disputas pelo ar. Contabilizou cinco acções defensiva e três bloqueios de passe.
  • Fejsa 4.9 – Jogo atípico do sérvio, que venceu apenas duas de dez disputas pelo ar, cometeu duas faltas e somou apenas duas acções defensivas. Pela positiva, falhou somente um passe em 30.
  • Maxi Pereira 4.1 – O uruguaio teve a nota mais baixa da tarde. Acertou apenas 12 dos seus 21 passes, não foi feliz em nenhuma das suas duas tentativas em drible, perdeu a posse 15 vezes e foi o jogador de campo da sua equipa com menos duelos disputados, três, dos quais venceu dois. Fez um desarme, a sua única acção defensiva.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …

Roubar aos ricos para dar aos pobres. Misterioso grupo de hackers desviou dinheiro para doar à caridade

Um misterioso grupo de hackers, conhecidos como hackers Darkside, doou dinheiro a duas instituições de caridade - mas esse dinheiro foi roubado pelo mesmo grupo a grandes corporações através de um ataque de ransomware. Quase podia …

Desatualizados e com erros. IA vai vasculhar milhares de documentos da Casa Branca

O Escritório de Administração e Orçamento da Casa Branca (OMB) disse que as agências federais vão usar inteligência artificial (IA) para eliminar requisitos desatualizados, obsoletos e inconsistentes em dezenas de milhares de páginas de regulamentos …