Rui Costa e Rui Pedro Braz em Milão para fechar contratação de João Mário

Rui Costa, administrador da SAD e vice do clube, e Rui Pedro Braz, diretor geral do futebol, estão em Milão a negociar a transferência de João Mário para o Benfica.

Caso as negociações avancem para bom porto, o internacional português pode tornar-se jogador ‘encarnado’ esta terça-feira. O emblema da Luz já chegou a acordo com o médio do Inter e vai reunir esta tarde com os dirigentes do Inter. João Mário deve custar cerca de 7,5 milhões de euros.

O encontro decorreu num restaurante em Milão, com imagens do almoço a serem partilhadas pelo jornalista italiano Gianluca di Marzo.

João Mário já terá aceitado uma proposta do Benfica, passando a receber quatro milhões de euros brutos de vencimento por cinco anos de contrato, até 2026, escreve o Observador.

Se a transferência se consumar, João Mário chegará ao Estádio da Luz por um quinto do valor que custou ao clube de Milão. O jogador foi contratado ao Sporting, em 2016, por 40 milhões de euros.

O médio esteve emprestado esta época ao Sporting, onde foi uma peça importante na conquista do título de campeão nacional. Antes disso, esteve emprestado ao Lokomotiv Moscovo, da Rússia, e ao West Ham, de Inglaterra.

Foi repetida a ideia de que seria transferido para Alvalade, mas agora o destino mais provável é a Luz. O Sporting, lembra o Diário de Notícias, pagava três milhões de euros pelo seu passe, enquanto o Inter queria oito milhões. O Benfica apresentou uma proposta de 7,5 milhões de euros. Os italianos estarão à espera de uma eventual proposta igual do Sporting, que tem direito de preferência neste caso.

Além disso, o campeão nacional entende que a cláusula antirrival que ficou estabelecida em 2017, quando João Mário saiu, estabelece que, caso o futebolista seja anunciado como reforço do Benfica, o Inter vai ter de pagar 30 milhões de euros ao Sporting.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE