Benfica antecipa receitas das vendas de Jiménez e De Tomás

A SAD do SL Benfica chegou a acordo com o Wolverhampton e com o Espanyol para antecipar receitas das transferências de Raúl Jiménez e Raul de Tomas, respetivamente.

Os clubes ainda deviam tranches das vendas dos jogadores, escreve o jornal Record. A operação foi concluída após várias semanas de negociações, com o objetivo de tentar baixar ao máximo a taxa de juro a pagar pelo adiantamento.

Com este encaixe imediato de vários milhões de euros, o Benfica ganha uma liquidez de caixa mais folgada para enfrentar dificuldades financeiras. O clube atravessa um mau momento de forma, que pode fazer com que os ganhos desta temporada não correspondam àquilo que se esperava.

Raúl Jiménez foi vendido em definitivo ao Wolverhampton em abril de 2019, por 38 milhões de euros. O emblema inglês avançou apenas com um montante à cabeça, com o restante valor a ser pago ao longo de vários anos.

Por sua vez, Raul de Tomas foi vendido ao Espanyol na época passada, por 20 milhões de euros, após apenas ter estado na Luz durante meia temporada. Também neste negócio, o Benfica recebeu uma porção do valor na hora, com o restante a ser pago em várias tranches pelo clube espanhol.

O Benfica também já foi alvo de um pedido de adiantamento de receitas este ano. O Corianthians negociou com o Benfica o pagamento dos 18 milhões de euros que os ‘encarnados’ pagaram por Pedrinho.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE