Caso do bebé sem rosto. Médico que fez ecografias já teve pelo menos oito queixas na Ordem

O médico obstetra que fez as ecografias a Rodrigo, o bebé de dez dias que nasceu no Hospital de São Bernardo, em Setúbal, sem rosto, foi alvo de pelo menos oito queixas na Ordem dos Médicos, escreve esta sexta-feira o Diário de Notícias.

De acordo com o diário, que avança o número depois de o Correio da Manhã ter noticiado que uma criança tinha nascido com malformações graves que não foram detetadas nas ecografias realizadas durante a gravidez, foram pelo menos oito as queixas, sendo que algumas foram entretanto arquivadas.

Um dos casos mais antigo, conta o matutino, remota a 2011: Luana nasceu com malformações graves que não foram detetadas nas ecografias realizadas numa clínica privada por Artur Carvalho, o mesmo médico que fez as ecografias a Rodrigo também numa clínica privada.

“Sei de bebés que nasceram com anomalias, e isso infelizmente acontece, apesar de todos os exames médicos que fazemos. Em lado nenhum a segurança é de 100 por cento e às vezes aparecem anomalias. Fiquei muito triste com isso porque o nosso trabalho é exatamente para prevenir essas coisas”, disse o médico, em 2011, à Lusa, citado pelo DN.

Os pais de Luana apresentaram queixa à Ordem dos Médicos e ao Ministério Público, mas o caso acabou por ser arquivado por ambos os organismos.

De acordo com a agência Lusa, o médico teria já duas outras queixas na altura em que a Luana nasceu: uma das quais foi arquivada e a outra, escreve o Diário de Notícias, deve também ter sido, uma vez que se passaram já oito anos.

Esta quinta-feira, e depois de o Correio da Manhã avançar a notícia, a Lusa confirmou junto da Ordem dos Médicos que, atualmente, o médico em causa tem quatro processos em curso no conselho disciplinar da Ordem dos Médicos.

A estes, junta-se o Rodrigo, fazendo um total de oito processos desde 2011.

O Diário de Notícias tentou, sem sucesso, saber junto da Ordem se todos as queixas estão relacionadas com casos semelhantes aos de Rodrigo e Luana.

Num comunicado enviado às redações e citado pelo Expresso, o presidente da Ordem, Miguel Guimarães, assegurou esta quinta-feira que já pediu esclarecimentos ao Conselho Disciplinar do Sul sobre Artur Carvalho e que a Ordem vai continuar a acompanhar o caso.

“Perante a gravidade dos factos relatados, informo que já interpelei o seu presidente [do Conselho Disciplinar], pedindo um esclarecimento cabal perante os vários processos que tem em análise”, afirma, citado em nota de imprensa Miguel Guimarães, que apela ainda a uma ação “rápida, eficaz e justa”.

“Erro grosseiro”

Especialistas ouvidos pelo agência Lusa, pelo jornal Público e pelo jornal Observador consideraram que não detetar a ausência de partes do rosto, como é o caso do nariz, durante uma ecografia é um “erro grosseiro”.

Ao Observador, o obstetra Diogo Ayres de Campos afirma que que “há malformações que são muito óbvias”, dando conta que “malformações como a ausência de olhos e uma implantação anormal do nariz fazem parte da rotina da ecografia das 22 semanas”.

“A não deteção dessas malformações é um erro. Há pessoas que fazem ecografias e têm mais experiência e mais conhecimento e há pessoas que têm menos. Mas isto é um erro muito grosseiro”, afirmou o especialista.

“Avaliando o rosto de um bebé na ecografia e não detetar a ausência do nariz é “um erro grosseiro”, explicou Álvaro Cohen, médico obstetra e coordenador da comissão técnica em ecografia obstétrica do Colégio de Ginecologia/Obstetrícia da Ordem dos Médicos, que falava em declarações ao jornal Público.

Por sua vez, o presidente da Sociedade de Obstetrícia, Luís Graça, que falava à Lusa, recusou comentar o caso de Rodrigo em concreto, dizendo contudo que um bebé sem olhos, nariz e parte do crânio deveria ser identificável numa ecografia.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Catarina Martins diz que Carlos Costa "não tem condições" para ser governador

Catarina Martins, líder do Bloco de Esquerda, disparou contra aqueles que considera serem "cúmplices" do "assalto ao povo angolano". Tanto a Justiça como o Governo português têm de agir, considera o Bloco de Esquerda, na sequência …

Pedro Sánchez vai reunir-se com líder do governo regional catalão

O primeiro-ministro espanhol e líder do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), Pedro Sánchez, anunciou na segunda-feira que se reunirá com o líder do governo regional da Catalunha, Quim Torra, no início de fevereiro. Em entrevista à televisão …

Governo confirma que nunca avaliou impacto dos vistos gold. Só 5% foram recusados

O Ministério da Administração Interna (MAI) confirmou que não foram realizadas avaliações ao impacto dos vistos gold e que não cabe ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) controlar as origens do capital investido em …

Conselho de Finanças Públicas alerta para "risco de desvio significativo" no ritmo de ajustamento estrutural

O Conselho das Finanças Públicas (CFP) alerta para um "risco de desvio significativo" do ritmo de ajustamento estrutural da economia portuguesa em 2020, avisando que a evolução programada da despesa no OE2020 "não cumpre o …

Carolina Salgado condenada a pena de quatro meses de prisão, substituída por multa de 600 euros

Carolina Salgado não cumpriu sentença do processo de difamação a Pinto da Costa. Além das 300 horas de trabalho comunitário devia ter publicado o texto da sentença no jornal e não o fez. Carolina Salgado foi …

Taiwan deteta primeiro paciente com pneumonia originária da China

A Agência Central de Notícias de Taiwan disse que uma mulher, que esteve recentemente na cidade chinesa de Wuhan, está a ser tratada e foi colocada sob quarentena, depois de se ter dirigido voluntariamente aos …

PSP investiga alegada agressão de um agente a uma mulher na Amadora

A Polícia de Segurança Pública (PSP) abriu um processo de averiguações sobre a atuação policial contra uma mulher que foi detida, no domingo, na Amadora, ocorrência que envolveu "agressões" e que resultou numa denúncia contra …

Ex-presidente da Interpol condenado a 13 anos e meio de prisão por suborno

O ex-presidente da Interpol Meng Hongwei foi condenado a 13 anos e meio de prisão por suborno, segundo uma declaração de um tribunal chinês divulgada esta terça-feira. Além da pena de prisão, foi multado em …

Condutor que atropelou mortalmente irmã de Djaló condenado a 16 anos de prisão

O Tribunal de Almada condenou, esta terça-feira, a 16 anos de prisão o condutor acusado do atropelamento mortal de uma jovem de 17 anos nas Festas da Moita, no distrito de Setúbal, em setembro de …

Tribunal Arbitral do Desporto mantém jogo à porta fechada na Luz

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) considerou improcedente o recurso do Benfica ao castigo de disputar um jogo à porta fechada, uma decisão que vai ser alvo de recurso do clube. Fonte oficial do Benfica confirmou, …