Quatro anos depois da morte dos pais, nasceu Tiantian

Beijing News / SINA

TianTian com os quatro avós

Através de uma barriga de aluguer, um bebé nasceu na China mais de quatro anos depois de os pais biológicos terem morrido num acidente de carro.

De acordo com os meios de comunicação chineses, citados pela BBC, o casal morreu em 2013. No entanto, antes do fatídico acidente de carro, os dois tinham concordado em congelar vários embriões fecundados na esperança de ter um filho através de uma fertilização in vitro.

Depois do acidente, os pais do casal enfrentaram uma batalha jurídica para poder usar os embriões congelados e assim serem avós.

O bebé, um menino, nasceu em dezembro do ano passado após ter sido criado por uma barriga de aluguer do Laos, um país vizinho da China. A notícia veio a público apenas esta semana, quando o jornal The Beijing News publicou uma reportagem sobre o caso.

A publicação explicou que a falta de precedentes para um caso desse tipo obrigou os pais do casal falecido a enfrentar um verdadeiro campo minado judicial até que fossem autorizados a gerar os embriões usando a barriga de aluguer.

Na época do acidente, os embriões estavam armazenados num hospital em Nanquim, onde eram mantidos a uma temperatura de -196ºC num tanque de nitrogénio líquido.

Foi a primeira vez que o tribunal chinês decidiu sobre um caso como este. De acordo com os meios de comunicação do país, não havia precedentes de avós poderem herdar embriões congelados dos filhos.

E quando finalmente conseguiram a “guarda” dos embriões, passaram a enfrentar outros problemas.

Os óvulos fecundados só poderiam ser retirados de Nanquim se houvesse prova de que outro hospital os armazenaria. Foi difícil, no entanto, encontrar uma instituição médica que aceitasse os embriões não apenas por causa da disputa jurídica sobre o caso, mas também porque a China proíbe a contratação de barriga de aluguer. A única opção foi então levar os embriões para fora do país.

Paternidade e nacionalidade

Os futuros avós contrataram uma agência e escolheram o Laos, onde é legal contratar uma barriga de aluguer, para que o bebé fosse gerado.

No entanto, nenhuma companhia aérea aceitou transportar o volume, que se assemelhava a uma garrafa térmica com nitrogénio líquido. Por isso, foi preciso transportar a “carga” de carro até Laos.

No Laos, o embrião foi implantado no útero da mulher que serviu de barriga de aluguer e, em dezembro de 2017, o bebé nasceu, tendo sido batizado com o nome de Tiantian.

Mas, antes mesmo do nascimento do menino, os avós enfrentaram mais um problema. Para Tiantian ter a nacionalidade chinesa, tinha que nascer na China. E não bastava que a barriga de aluguer viajasse com visto de turista para dar à luz na China.

Para atender às exigências burocráticas, os quatro avós tiveram que fazer exames de ADN para provar que o bebé era de facto seu neto e que os pais biológicos do bebé eram, de facto, cidadãos chineses.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Concorrência quer novas regras para fidelizações nas telecomunicações

A Autoridade da Concorrência (AdC) quer mudanças nas regras impostas pelas operadoras de telecomunicações nos contratos de fidelização. Segundo um relatório da AdC, ao qual o Jornal de Negócios teve acesso e que será esta segunda-feira …

Se Trump fosse julgado perante um júri, seria condenado "em três minutos"

Caso o processo de impeachment avance, e Trump seja apresentado perante um júri, Jerry Nadler acredita que o presidente norte-americano seria considerado culpado "em três minutos". O presidente da comissão de Justiça da Câmara dos Representantes, …

Sangue, lágrimas e crianças escoltadas na primeira despromoção da história do Cruzeiro

O Cruzeiro desceu de divisão pela primeira vez na sua história. O último jogo do campeonato, que selou a despromoção, ficou marcado por episódios violentos entre adeptos e polícia. O cenário vivido no 'Mineirão', este domingo, …

Movimento "Convergência" prepara moção para convenção do Bloco (mas rejeita cisão)

Largas dezenas de elementos do Bloco de Esquerda (BE) estiveram reunidos para preparar uma moção para apresentar na próxima convenção do partido, mas rejeitam estar a criar uma nova tendência ou a preparar uma cisão. João …

Empresário lesou Fisco em 60 milhões, mas não tem de devolver nada

Um empresário do setor do ouro condenado a sete anos de prisão por fraude fiscal agravada não terá de devolver nenhuma parte dos 60 milhões de euros de prejuízo que deu ao Estado por não …

Maioria das pistolas Glock roubadas da PSP pode ter estado sempre com a polícia

Luís Gaiba defende que a contagem do armamento não estava atualizada e que, por isso, a maioria das armas alegadamente desaparecidas pode nunca ter saído da posse da polícia. O agente Luís Gaiba, suspeito do roubo …

Rússia banida dos Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos

A Rússia foi banida, esta segunda-feira, de Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos, na sequência de uma decisão, tomada por unanimidade, do comité da AMA que avalia o cumprimento dos regulamentos. A Rússia foi excluída dos …

Governo chinês bane compras públicas de computadores e software estrangeiros

O Governo chinês ordenou que todos os escritórios governamentais e instituições públicas removam computadores e software estrangeiros, ao longo dos próximos três anos, depois da decisão de Washington de banir aquisição de equipamentos da Huawei. A …

Arbitragem, relvado e azar. Sérgio Conceição explica deslize com o Belenenses

Desde a arbitragem ao relvado e de o azar à falta de discernimento, Sérgio Conceição explicou o empate contra o emblema de Belém. A equipa de arbitragem foi a principal visada. O FC Porto não foi …

A nova primeira-ministra da Finlândia é a pessoa mais nova de sempre a ocupar o cargo

A ministra dos Transportes da Finlândia, de 34 anos, foi escolhida para ser a próxima primeira-ministra do país, o que fará dela a pessoa mais nova de sempre — e terceira mulher — a ocupar …