Bebé morre após parto ser transferido de Faro para Lisboa por falta de incubadoras

Uma grávida com 32 semanas foi transportada de Faro para Lisboa devido à falta de incubadoras, escreve o Correio da Manhã. Já no hospital Amadora-Sintra, acabou por dar à luz, tendo o seu bebé morrido minutos depois de nascer.

Na passada sexta-feira, 2 de agosto, os médicos do hospital de Faro acharam ser necessário provocar o parto à mulher de 32 anos, uma vez que esta apresentava sintomas semelhantes a uma pré-eclâmpsia, situação que provoca hipertensão e riscos para a mãe e para o feto, conta o matutino esta terça-feira.

A jovem acabou por ser transferida para o Hospital Amadora-Sintra, em Lisboa, nessa mesma sexta-feira porque todas as 10 incubadoras de Faro estavam ocupadas.

Na manhã do dia seguinte, a 3 de agosto, o bebé nasceu através de uma cesariana, tendo acabado por morrer minutos depois, de acordo com o mesmo jornal.

Em declarações ao CM, fonte médica adiantou que o bebé, que tinha nascido com prognóstico reservado devido a um descolamento da placenta, morreu minutos após o seu nascimento. A mesma fonte garantiu que o bebé nasceu em condições de asfixia grave.

Contudo, frisa o jornal Observador, não há qualquer informação sobre se a viagem diminuiu as hipóteses de sobrevivência do bebé.

A rádio Observador contactou a Administração Regional de Saúde do Algarve, que remeteu esclarecimentos para o Centro Hospitalar de Faro.

Contactado pelo mesmo jornal, a unidade hospital de Faro nega qualquer falha, garantindo que foram cumpridos todos os procedimentos. O caso foi reencaminhado  para o hospital mais próximo da rede de referenciação hospitalar, que é o Amadora-Sintra a 290 quilómetros de distância.

Grávidas “saltam de hospital em hospital”

As maternidades da região de Lisboa e do sul do país estão todas a funcionar a meio gás e as grávidas andam a “saltar de hospital em hospital”, afirma o presidente da secção regional Sul da Ordem dos Médicos.

Sem querer referir-se ao caso avançado pelo Correio da Manhã esta quarta-feira em concreto, o presidente da secção regional Sul da Ordem, Alexandre Valentim Lourenço, lamenta que não tenham sido tomadas medidas para assegurar um funcionamento adequado das maternidades durante o período do verão.

Em declarações à agência Lusa, o médico obstetra lembrou que faltam profissionais no período do verão em todas as maternidades e serviços obstetrícias do sul do país.

O representante da Ordem dos Médicos no sul do país indica que a maioria dos obstetras já entregou pedidos de escusa de responsabilidade, o que fará com que as responsabilidades por eventuais acidentes por falta de meios recaiam sobre os responsáveis hospitalares ou mesmo sobre o Ministério da Saúde.

Segundo Alexandre Valentim Lourenço, terão de ser os diretores hospitalares e dirigentes do Ministério a ser responsabilizados por falhas de organização nas maternidades.

A Lusa contactou o Hospital Amadora-Sintra e o Ministério da Saúde para tentar obter mais esclarecimentos sobre o bebé que acabou por morrer mas ainda não obteve resposta.

Também esta quarta-feira, o Sindicato Independente dos Médicos (SIM) pediu à Ordem dos Médicos para avaliar disciplinarmente os responsáveis clínicos dos hospitais que elaboram escalas de urgências sem o número adequado de profissionais.

Em declarações ao jornal Público, o SIM afirma que o problema de falta de médicos podia ter sido antecipado: “Há dois anos que se sabia da situação que está hoje a ocorrer”. E que, ao contrário do que tem sido garantido pelo Governo, problemas como o da falta de clínicos nos serviços de Obstetrícia “não estão ultrapassados”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

    • É… por isso é que é dos países do mundo com melhores indicadores na taxa de mortalidade infantil!…
      De “terceiro mundo” é a ignorância a mania de falar sem nada saber sobre o caso.
      Tu nem tens capacidade para interpretar uma noticia, quanto mais para “avaliar” um país!
      “Contudo, frisa o jornal Observador, não há qualquer informação sobre se a viagem diminuiu as hipóteses de sobrevivência do bebé.”

  1. Não procurem os responsáveis, pois eles são já bem conhecidos e já todos sabemos à míngua que levaram os Hospitais com as suas políticas. Preferiram não investir no SNS, para ter dinheiro para dar alguns bónus para a captação de votos. E parece que os portugueses gostam … até um dia quando o mal lhes bater à porta.

  2. Triste e angustiante noticia ! . A falta de possibilidade de actuação de Emergência no Hospital de origem (Faro), tem de ser cabalmente apurada. Esperamos de saber, se assistida em Faro, o recém nascido prematuro teria mais probabilidades de sobreviver. Se SIM os responsáveis (Governo e Clínicos) por esta situação devem ser condenados.

    • Não houve “falta de actuação”; ela foi assistida em Faro!…
      Mas, tal como está na noticia, há 10 incubadoras e estavam todas ocupadas!!

      • Caro “EU!” , descriminei duas situações diferentes (possibilidade de actuação) que se deveu a falta de incubadoras e probabilidade de sobrevivência se fosse praticado o parto nessa Unidade . Não referi “falta de actuação” . Leia bem primeiro e eventualmente conteste depois!…Respeitosamente, ATENTO .

  3. Não se preocupem. O importante é o Centeno e o governo fazerem boa vista em Bruxelas com aquilo que poupam em Portugal. “haja saúde”…ou não.

  4. Não se preocupem. Podem morrer à vontade. O que é preciso é o Centeno e o Governo fazerem boa vista em Bruxelas com aquilo que poupam em Portugal. “Haja saúde!”…ou não

  5. Infelizmente notícias relacionadas com a saúde e por motivos negativos vêm sendo cada vez mais frequentes na comunicação social e neste sector parece estarmos cada vez mais africanizados, responsáveis não existem!.

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês já está traçado

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês, incluindo o do antigo primeiro-ministro José Sócrates e o do banqueiro Ricardo Salgado, está decidido. Uma fonte judicial adiantou ao Expresso que só o juiz Ivo Rosa conhece …

Portugal "não está livre de uma quarta vaga" de contágios quando desconfinar

Na quarta-feira, Graça Freitas admitiu que Portugal pode voltar a enfrentar uma nova vaga da pandemia de covid-19 nos próximos meses. O epidemiologista Manuel Carmo Gomes repete o alerta da diretora-geral da Saúde. Portugal pode enfrentar …

PCP propõe estender moratórias por seis meses. BE quer ouvir Centeno

O PCP quer estender as moratórias bancárias, que vão terminar dentro de algumas semanas, por seis meses. O Bloco de Esquerda entregou um requerimento, com carácter de urgência, para ouvir o Governador do Banco de …

Plano de desconfinamento tem várias velocidades, mas não tem datas

O primeiro esboço do plano de desconfinamento já chegou a São Bento e será apresentado na reunião do Infarmed, marcada para a próxima segunda-feira. A equipa de peritos - liderada por Óscar Felgueiras, da ARS/Norte, e …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Átomo extinto revela segredos da infância do Sistema Solar

Usando o átomo extinto nióbio-92, uma equipa de investigadores da ETH Zurich, na Suíça, conseguiu explicar eventos do início do sistema solar com a maior precisão de sempre. Se um átomo de um elemento químico tiver um …

Marcelo cria nova equipa em Belém para controlar "bazuca" europeia

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, criou uma equipa para manter uma vigilância apertada sobre a gestão do dinheiro que chega da "bazuca" europeia. Marcelo Rebelo de Sousa criou uma nova equipa para a …

Espanha vai proibir viagens durante a Páscoa. França, Hungria e Brasil com novas restrições

Espanha prepara-se para aprovar um plano de desconfinamento para as próximas semanas, particularmente para a Páscoa, que prevê a proibição de viajar entre as suas comunidades autónomas e recolher obrigatório entre as 22h00 e as …

FBI detém funcionário de Donald Trump pela invasão ao Capitólio

O Departamento Federal de Investigação (FBI) deteve na quinta-feira um funcionário do ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump pela invasão ao Capitólio a 6 de janeiro, noticiaram os media norte-americanos. Trata-se de Federico Klein, um homem …

Bebidas, fatos e centro "fantasma". Presidência portuguesa da UE debaixo de fogo após gastos "incomuns"

A presidência portuguesa do Conselho Europeu está no olho do furacão depois de uma reportagem que evidencia as "despesas incomuns" com bebidas, fatos e um centro de imprensa "fantasma", em contratos que custaram "centenas de …