Bebé recém-nascida encontrada enterrada viva numa sepultura na Índia

Uma bebé recém-nascida enterrada viva foi encontrada na Índia por um pai que estava a enterrar a filha, que morreu após o parto, revelou o chefe da polícia local, Abhinandan Singh.

A menina foi encontrada dentro de uma panela de barro a cerca de 90 centímetros do chão e foi levada imediatamente para o hospital, onde se encontra a recuperar. “Quando estava a cavar uma cova para a filha, a pá atingiu uma panela de barro, que foi retirada e havia um bebé deitado nela”, explicou o chefe da polícia, de acordo com o Diário de Notícias.

Entretanto, a polícia iniciou uma investigação sobre o incidente. “Estamos a tentar encontrar os pais do bebé e suspeitamos que isto deve ter acontecido com o consentimento deles“, disse Singh.

A menina, que pesa pouco mais de um quilo, foi levada para o hospital onde lhe foi diagnosticada uma infeção nos pulmões. Os médicos que a estão a acompanhar afirmam que também ela nasceu prematuramente e estimam que tenha estado enterrada durante dois dias antes de ser encontrada.

De acordo com a ABC Austrália, os cuidados médicos da recém-nascida estão a ser financiados por um político local.

Este, porém, não é caso isolado na Índia, país que tem uma das piores proporções de género do mundo e onde as mulheres são frequentemente discriminadas e as meninas são vistas como um fardo financeiro, nomeadamente nas comunidades mais pobres.

Segundo o The Telegraph, este é o segundo caso este ano em que uma bebé do sexo feminino é enterrada viva em Uttar Pradesh – e este estado tem um dos piores rácios entre homens e mulheres: 862 mulheres em cada 1000 homens nas áreas rurais, de acordo com as informações do último censo do país realizado em 2017.

Os ativistas dizem que a tradicional preferência dos indianos por filhos rapazes significou mortes de milhões de raparigas ao longo dos anos por feticídio e infanticídio.

Embora a maioria dos fetos femininos indesejados seja abortada com a ajuda de clínicas ilegais de determinação de género, os casos de meninas mortas após o nascimento também são comuns.

Os abortos de crianças do sexo feminino na Índia aumentaram exponencialmente na década de 1970 quando as ecografias se tornaram mais acessíveis. O aborto selectivo por sexo foi proibido por lei em 1994, mas algumas clínicas ainda atendem famílias que não querem ter filhas.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Pandemia fez com que quase metade dos portugueses poupe menos

Quase metade dos portugueses (48%) afirma poupar menos devido ao impacto da pandemia, embora mais de um terço assuma que a crise sanitária está a ter um efeito positivo nos seus gastos, segundo um estudo …

"Ministra da Insensibilidade Social". CDS pede a demissão de Ana Mendes Godinho

O CDS criticou este sábado a reação da ministra a Solidariedade Social à morte de 18 idosos num lar em Reguengos de Monsaraz e considerou que Ana Mendes Godinho desvaloriza o impacto da pandemia nos …

Esgotos de dois milhões de portugueses monitorizados para prever segunda vaga de covid-19

Os esgotos de dois milhões de portugueses estão a ser monitorizados para detetar a eventual presença do vírus da covid-19 e prever uma nova vaga. O Jornal de Notícias avança este sábado que a análise está …

Covid-19. Mais 198 infetados e 3 mortes em Portugal

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 198 casos de infeção por covid-19 e três óbitos, de acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico Direção-Geral da Saúde (DGS) desde …

Média já divulgaram publicidade institucional (mas Estado ainda não lhes pagou)

O Sindicato dos Jornalistas lamentou esta sexta-feira que o Governo não tenha disponibilizado os 15 milhões de euros relativos à compra antecipada de publicidade institucional, vincando que o executivo está em dívida com as empresas …

Autoridades admitem que extrema-direita vá vigiar manifestações antifascistas de domingo

A Frente Unitária Antifascista anunciou que vai organizar no próximo domingo duas manifestações - uma Lisboa (Praça Luís de Camões) e outra no Porto (Avenida dos Aliados). O mote é a luta contra o fascismo. Estas manifestações …

Marcelo não entende por que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido (e leu os relatórios de Reguengos)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, em declarações transmitidas pela RTP3, que não entende porque é que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido. Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de …

Estado só recuperou 21% dos créditos tóxicos do BPN

O Estado apenas recuperou 21% dos créditos tóxicos do Banco Português de Negócios, que derivaram da nacionalização da instituição bancária em 2008. Até final de 2019, o Estado só conseguiu recuperar 21% da carteira de créditos …

Novas matrículas "só" vão durar 45 anos (por causa das palavras obscenas)

O novo formato de matrículas entrou em vigor a 2 de março. As novas matrículas vão durar menos tempo do que poderiam porque não serão usadas combinações “que possam formar palavras ou siglas que se …

Novo lay-off conta apenas com 1% das adesões do simplificado

O sucedâneo do lay-off simplificado conta apenas com 1.268 adesões nas primeiras duas semanas. Este valor é apenas 1% do número de empresas que acederam ao primeiro apoio. Nas primeiras duas semanas desde a sua implementação, …