Beatles terão planeado um último álbum antes de se separarem (mas ficou na gaveta)

Abbey Road podia não ter sido o último álbum dos Beatles. A descoberta foi anunciada, sob a forma de uma gravação onde John Lennon, Paul McCartney e George Harrison surgem a discutir ideias para o futuro da banda.

A conversa entre três dos quatro Beatles na editora Apple terá acontecido a 8 de setembro de 1969 e lança uma nova perspetiva sobre o fim do grupo. O baterista Ringo Star não estava presente por se encontrar no hospital a fazer exames, motivo pelo qual a conversa estaria a ser gravada. A gravação começa, de facto, com uma mensagem para o quarto membro: “Ringo, não podes estar aqui, mas ficas a saber o que estamos a discutir”.

“Os livros sempre nos disseram que o Abbey Road seria o último álbum e que os Beatles queriam sair de cena por cima. Mas não. Ali [na gravação] discutem o álbum seguinte. E sempre se achou que John foi quem quis a separação, mas quando se ouve a gravação, percebe-se que não”, disse Mark Lewisohn, considerado uma das principais autoridades no que diz respeito à vida dos Beatles, ao jornal britânico The Guardian.

A composição do disco que nunca chegou a ser gravado teria quatro músicas de Paul, George e John e duas de Ringo. Ainda existiria a possibilidade de gravarem um single de Natal. Porém, a ideia terá ficado na gaveta.

A 26 de setembro comemoram-se 50 anos do lançamento de Abbey Road, aquele que é muitas vezes apontado como o melhor álbum de todos os tempos, apresentado poucos dias antes de Lennon anunciar que iria deixar a banda. Entre os 17 temas que fazem parte do projeto encontram-se as icónicas Here Comes The Sun, Come Together ou Something.

A capa não tem o nome da banda nem do álbum que foi buscar título ao estúdio onde gravaram a maioria das músicas. Mostra apenas a imagem emblemática, captada a 8 de agosto de 1969, dos quatros a atravessar uma passadeira a poucos metros do estúdio.

Apesar dos conflitos internos que Mark Lewisohn diz que já se faziam anunciar, durante a criação do último álbum, que não coincide com a última vez que estiveram em estúdio juntos (janeiro de 1970) “estavam num estado de espírito muito positivo“. “Tinham a estranha capacidade de deixar os seus problemas à porta do estúdio, não inteiramente, mas quase”.

Depois de Abbey Road, cada elemento da banda investiu numa carreira a solo. John Lennon voltaria aos palcos logo em 1970, com a Plastic Ono Band, com que gravou o seu álbum. Ringo Starr lançaria um disco em outubro do mesmo ano, George Harrsion preparava-se para All Things Must Pass (1971) e Paul McCartney ia pelo mesmo caminho sob o pseudónimo de Billy Martin.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Acredito que os Beatles ainda tinham fôlego para mais uns dois ou três discos com a qualidade Beatle, podemos perceber isso pelos primeiros trabalhos solos de cada um.

RESPONDER

O antigo campo magnético da Lua pode ter servido de "escudo" para atmosfera da Terra

Há 4 mil milhões de anos, a Lua pode ter protegido a atmosfera Terra, através do seu já extinto campo magnético, do Sol, sugere uma nova investigação, levada a cabo por um especialista da agência …

Coloridos e selados. Descobertos no Egito sarcófagos com mais de 2.500 anos

As autoridades egípcias anunciaram esta segunda-feira a descoberta de uma coleção de sarcófagos datados de há mais de 2.500 anos, na zona arqueológica de Sakkara, a sul da cidade do Cairo. Em comunicado, citado pela agência …

Nokia vai criar para a NASA a primeira rede móvel operacional na Lua

O grupo finlandês Nokia vai fabricar para a NASA aquela que será a primeira rede móvel móvel na Lua, como parte de um projeto de base humana permanente da agência espacial norte-americana, foi esta segunda-feira …

Sarkozy acusado de "associação criminosa". Investigação sobre ligações à Líbia continua

Nicolas Sarkozy, o antigo Presidente francês, está a ser acusado de "associação criminosa" como parte de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha presidencial de 2007, particularmente acerca dos seus alegados vínculos com o …

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em três milénios

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em quase três milénios, aponta uma nova investigação da Universidade de Massachusetts em Amherst, nos Estados Unidos, e da Universidade de Quebec, no Canadá. As …

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …