Acordo longo “é fantasia”. BE admite negociar só para um ano (e Catarina tem Costa nas mãos)

No horizonte está a possibilidade de um acordo anual que não se fique apenas por um compromisso que garanta a aprovação do Orçamento do Estado para 2021. 

Não há relações duradouras nem acordos extensos que convençam o Bloco de Esquerda. O partido encabeçado por Catarina Martins quer concentrar-se num “plano político” para fazer face à crise por parte do Governo e admite negociar um acordo anual que contenha o Orçamento e matérias extraorçamentais em vista.

“Precisamos de um conjunto de medidas de curto e médio prazo. Precisamos de um plano de emergência para 2021, que tenha tradução orçamental” e consequências fora do Orçamento do Estado, como “o salário mínimo ou a reforma laboral”, clarificou um dirigente bloquista ao semanário Expresso.

Quanto a um acordo anual, o responsável respondeu: “pode ser”, frisando que há várias temporalidades a ter em conta, desde logo, a exemplo do que aconteceu em 2015 com as posições conjuntas, em que havia medidas fatiadas anualmente nos orçamentos e medidas extraorçamento.

O cenário de um acordo anual seria mais benéfico para os bloquistas uma vez que obrigaria a uma discussão mais aprofundada sobre temas além do OE. Se PS e Bloco de Esquerda serão parceiros no futuro, ainda é uma incógnita. Certo é que, juntos, conseguem maioria (127 deputados) e o Governo precisa que o Bloco vote a favor ou se abstenha, se todos os outros partidos (PCP incluído) votarem contra.

Mas, para os bloquistas darem o braço a torcer e voltarem a aparecer na fotografia, é preciso uma “clarificação política” do Governo e é agora que tem de ceder. Não há abébias nem instransigências: em cima da mesa estão três tópicos essenciais, como o reforço dos serviços públicos, dos apoios sociais e a reforma do trabalho, insistindo nos precários e no trabalho temporário.

Para já, o Bloco de Esquerda recusa falar em cenários, até porque ainda não percebeu a intenção de António Costa. Francisco Louçã e José Manuel Pureza classificaram as palavras de Carlos César como “intimidação” e “chantagem”, depois de o socialista ter pressionado uma definição da esquerda “de uma vez por todas, sem demoras e sem calculismos”.

Segundo o semanário Expresso, no seio do Bloco de Esquerda admite-se que o partido possa ficar sozinho a apoiar o Governo, mas, para isso acontecer, “tem de ser um acordo com substância”.

Além disso, há outras questões que podem facilitar um acordo anual: o Presidente não pode dissolver até março; a presidência portuguesa da União Europeia vai de janeiro a junho; o próximo exercício orçamental poder ter défice e já conta com dinheiro de Bruxelas; e há na calha medidas expansionistas.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. É inutil especular! O Bloco de Esquerda já deu o que tinha para dar a troco de coisa nenhuma. Agora anda a reboque do PS. O sr. PM é incompetetente em quase tudo, incluindo na governação, no entanto é extremamente hábil na manobra política que é a sua “esfera de competência” específica e a que ele imagina como única necessária. Assim vai haver acordo restrito ou alargado, anual, plurianual ou ad-eternum.

  2. Nao sou Politico, nem tao pouco tenho ou tive partido politico, pertenço á facha do chamado voto útil, penso que era interessante e vantajoso para Portugal e os Portugueses termos eleições antecipadas, penso que o povo não gosta da atitude de prepotência que principalmente o BE, mas também o PCP tem demonstrado, e acredito que desta vez não será necessário a geringonça para o Costa poder governar, no PCP já não costume descer eleição para eleição, no BE acredito no trambolhão dramático que terá em próximas eleições.

  3. Pois amigos o PS sem a Geringonça vai cair como já devia ter caido, mas como tem um Presidente que só se manifesta com beijinhos, abraços, e Selfies e que se fod. o povo português.

RESPONDER

O envelhecimento celular em humanos foi parcialmente revertido (com o uso de oxigénio)

Investigadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, descobriram uma forma de reverter o processo de envelhecimento celular e podem ter feito um avanço na procura pela juventude eterna. O novo estudo publicado na revista Aging …

Porto 0-0 Man City | Pragmatismo portista garante “oitavos”

O FC Porto está nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Os “azuis-e-brancos” precisavam apenas de um empate, ou que o Olympiacos não vencesse em França, em casa do Marselha, e ambos os pressupostos aconteceram – …

O céu tingiu-se de roxo na Suécia (e a culpa era de uma plantação de tomates)

O céu ficou misteriosamente tingido de roxo em Trelleborg, a cidade mais a sul da Suécia, por causa da luz vinda de uma plantação de tomate enuma cidade próxima. Há algumas semanas, os moradores de Trelleborg …

Maurícias estão a abater um morcego ameaçado de extinção por interesses económicos

O morcego das Maurícias, em perigo de extinção, é mais uma vez o centro de um polémico abate nas mãos do Governo, para alarme das organizações de conservação da vida selvagem. Sob pressão de agricultores e …

Procurador-geral dos EUA: não há provas de fraude eleitoral generalizada

O procurador-geral dos Estados Unidos da América, William Barr, reconheceu hoje que não houve fraude em dimensão suficiente para invalidar a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais norte-americanas. "Nesta altura, não vimos fraude a …

Parque de esculturas subaquático vai ser inaugurado em Miami

Miami vai servir de casa para um novo parque de esculturas subaquático como nunca viu. O ReefLine é projetado para servir como um recife artificial e vai estar disponível a receber visitantes em dezembro de …

Da "política do filho único" aos incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …

O Arecibo desabou. É o fim de uma era à procura de vida extraterrestre

O Observatório de Arecibo, em Porto Rico, morreu. Três semanas depois de um dos principais cabos de sustentação da sua cúpula ter desabado, danificado irremediavelmente o radiotelescópio, o icónico caçador de vida extraterrestre antecipou-se à …