Basta uma hora de exercício por semana para prevenir a depressão

Todos sabemos que o exercício físico traz grandes benefícios não só à nossa saúde física mas também mental. Cientistas descobriram agora que basta uma hora por semana para prevenir a depressão.

Investigadores do Reino Unido, Austrália e Noruega juntaram-se para analisar dados recolhidos entre 1984 e 1997, num inquérito norueguês chamado HUNT (Nord-Trondelag Health Study), que inclui informações sobre os hábitos da população, condições de saúde e amostras de sangue.

De acordo com a equipa internacional, os últimos dados apontam para uma ligação entre os níveis de atividade física e a saúde mental, nomeadamente, em problemas como a depressão e a ansiedade.

“Sabemos há algum tempo que o exercício tem um papel importante em tratar sintomas da depressão. Mas esta é a primeira vez que conseguimos quantificar o potencial de prevenção da atividade física em termos de reduzir futuros níveis de depressão”, explica o líder da pesquisa Samuel Harvey, da Universidade de New South Wales, na Austrália.

No estudo, foram analisados 33.908 adultos saudáveis, sem indícios de ansiedade ou depressão, bem como os seus hábitos de exercício físico. Depois, os dados recolhidos entre nove e 13 anos mais tarde mostraram quem desenvolveu ansiedade e depressão.

Resultados

Os dados revelaram que, mesmo desconsiderando variáveis socioeconómicas, as pessoas que não se exercitavam de nenhuma forma tiveram 44% mais hipóteses de desenvolver depressão em relação àqueles que se exercitaram pelo menos uma hora por semana.

Esta é uma ótima notícia para todos os que não conseguem praticar desporto com frequência ou cumprir os 150 minutos semanais recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Além disso, os investigadores não encontraram relação entre a intensidade do exercício e os seus efeitos protetores relativamente à depressão. A idade ou sexo dos inquiridos também não interferiu nos resultados.

“A maior parte dos benefícios mentais provenientes da prática de exercício acontece na primeira hora semanal de exercício”, afirma Harvey.

Infelizmente, estes resultados não se estenderam à ansiedade. A equipa observou que a prática de exercício físico não influenciou o desenvolvimento posterior, ou não, desse problema na vida de uma pessoa.

Importante destacar que a investigação, no entanto, não conseguiu excluir as pessoas que já tinham tido episódios de depressão antes de 1983, o que significa que muitos casos observados poderiam ser recaídas e não uma “novidade”.

Quem tem um episódio de depressão tem mais probabilidades de ter outros episódios semelhantes no futuro, por isso, a prevenção é uma palavra-chave nesta doença.

“Este fator tem consequências importantes na interpretação dos resultados e sugere que os efeitos protetores do exercício podem ser ainda maiores do que o observado no estudo”, concluem os investigadores no artigo, publicado na revista American Journal of Psychiatry.

PARTILHAR

RESPONDER

Paços 3-2 Porto | “Castor” épico tomba “dragão” com pés de pau

Surpresa na Capital do Móvel. O campeão nacional FC Porto foi a Paços de Ferreira averbar a segunda derrota nesta Liga NOS, saindo com um resultado desfavorável de 3-2. Num terreno tradicionalmente difícil – os “dragões” …

Teoria da Relatividade de Einstein observada em estrelas distantes

O que é que Albert Einstein, o GPS e um par de estrelas a 29.000 anos-luz da Terra têm em comum? A resposta é um efeito da Teoria Geral da Relatividade de Einstein chamado "desvio gravitacional …

Encontrada possível localização do gigante Snow Cruiser. Está perdido na Antártida há 60 anos

O Snow Cruiser era um veículo de exploração enorme enviado ao Pólo Sul em 1939 que ficou preso após desembarcar na Antártida e foi abandonado alguns anos depois. Redescoberto sob vários metros de neve e gelo …

Mbappé tem uma "mancha" na Liga dos Campeões

Números invulgares do avançado do PSG, que em 2020 ainda não marcou qualquer golo no torneio europeu. Pires e Rami falaram sobre o seu futuro. Kylian Mbappé. Visto por muita gente como o melhor avançado do …

Administração de Nixon recebeu um Nobel por um cessar-fogo que não existiu

O prémio Nobel da Paz foi atribuído em 1973 ao secretário de Estado da Administração de Richard Nixon, e seu assessor de segurança nacional, Henry Kissinger, e ao político vietnamita Le Duc Tho. As duas personalidades foram …

Cidade usa satélite para medir poluição luminosa (e os candeeiros de rua não são o maior problema)

As cidades do mundo desperdiçam uma grande quantidade de eletricidade - e dinheiro - ao deixar ligadas luzes brilhantes durante a noite toda. Porém, os candeeiros de rua não são os maiores culpados. Uma experiência de …

Prevenir uma futura pandemia pode estar dependente de apenas três medidas (e podem ser aplicadas já)

Até 70% das doenças infecciosas que surgiram nos humanos nos últimos 30 anos tiveram origem em animais e foram causadas por patogénicos originados em animais domésticos ou selvagens. Agora, um relatório lança aos princípios básicos …

"Não se torne um fantasma real". Coreia do Sul teme aumento de casos devido ao Halloween

A Coreia do Sul teme que as festividades do Halloween levem a um aumento de casos de covid-19 no país. Assim, para evitar que tal aconteça, investiram numa campanha de informação pública para apelar aos …

Trump Jr. diz que as mortes por covid-19 se reduziram a "quase nada". Têm morrido 1.000 pessoas por dia

Donald Trump Jr., o filho mais velho do Presidente norte-americano, afirmou esta quinta-feira que a taxa de mortalidade por covid-19 caiu para "quase nada nos Estados Unidos", num dia em que o país registou quase …

Agentes russos terão oferecido a ajuda de 10 mil soldados aos separatistas catalães

Alegados agentes russos terão oferecido à Catalunha a ajuda de 10 mil soldados durante a sua tentativa de independência da Espanha, em 2017, relataram na quarta-feira meios de comunicação espanhóis e europeus. As denúncias baseiam-se em …