Barcelona vence Supertaça Europeia com um épico 5-4 ao Sevilha

Yuri Kochetkov / EPA

-

O Barcelona conquistou hoje a sua quinta Supertaça Europeia, ao vencer o Sevilha, por 5-4, numa final com o recorde de nove golos, que ficou marcada por uma recuperação ‘histórica’ da equipa sevilhana.

Naquela que foi a final da Supertaça Europeia com mais golos, começou por inaugurar o marcador a equipa do Sevilha, com um golo de livre de Banega, no terceiro minuto, mas Lionel Messi, também de livre, colocou o ‘Barça’ em vantagem com golos aos 07 e 15 minutos, sendo que Rafinha, aos 44, fixou o resultado ao intervalo.

Já na segunda parte, o Barcelona chegou aos 4-1 por Suárez, aos 52 minutos, mas acabou por permitir o empate do Sevilha, que marcou por Reyes, aos 52, Kevin Gameiro, aos 72, de grande penalidade, e Konoplyanka, aos 81.

Já na segunda parte do prolongamento, e quando já se aproximava o desempate por grandes penalidades, Pedro, aos 115 minutos, acabou por fazer o 5-4 final.

Três minutos foi o tempo que o Sevilha demorou a inaugurar o marcador e a colocar-se na frente do marcador ao aproveitar da melhor forma um desentendimento da defensiva ‘culé’, que terminou com uma falta de Mascherano sobre Reyes.

Na conversão do livre, o argentino Banega deixou ‘pregado’ o guardião Ter Stegen.

Se o guardião alemão nada pôde fazer face à execução de Banega, o mesmo se pode dizer do português Beto, que, na resposta ao golo sevilhano, viu Lionel Messi, na transformação de dois livres diretos, colocar o Barcelona em vantagem com duas cobranças a roçar a perfeição. A vantagem do Sevilha durou apenas quatro minutos, sendo que aos 15 o ‘Barça’ já vencia.

Pondo em prática o seu jogo típico de posse e pressão alta, o Barcelona dominou por completo a primeira parte, com a equipa do Sevilha, que pareceu acusar em demasia ausências dos habituais defesas centrais titulares, sem capacidade para parar as ofensivas ‘blaugranas’.

Já depois de uma decisão duvidosa do árbitro escocês William Collum a invalidar um golo a Suárez, aos 28 minutos, o brasileiro Rafinha acabou por, ainda antes do intervalo, fazer o 3-1 para o Barcelona, que até ao intervalo foi ‘dono e senhor’ do jogo.

Na segunda parte o Sevilha entrou a arriscar mais, determinado em não deixar o carrocel do Barcelona funcionar, mas um erro numa transição para o ataque permitiu um golo fácil a Suárez, que cara a cara com Beto não teve dificuldade em fazer o 4-1, estavam então decorridos 52 minutos.

Se com o 3-1 ao intervalo o jogo parecia já resolvido, o 4-1 aos 52 deixava o Barcelona tranquilo no comando do jogo, mas a equipa de Sevilha surpreendeu os campeões da Europa, que acabariam por sofrer três golos em pouco mais de 25 minutos e ser forçado a um prolongamento que até então parecia bem distante.

O 4-2 para o Sevilha, aos 57 minutos, foi da autoria do ex-Benfica José António Reyes, o 4-3, de penalti, da autoria de Kevin Gameiro, aos 72, e Konoplyanka, aos 81, fez o 4-4 que forçou o prolongamento.

Com o Barcelona sem capacidade para segurar a bola e fazer o jogo habitual, o desempate por grandes penalidades parecia já uma certeza, mas o recém-entrado Pedro Rodriguez, numa recarga a um remate de Messi detido por Beto, fez o 5-4 para o Barcelona

O golo permitiu à equipa catalã conquistar a sua quinta supertaça e assim igualar o registo recorde do AC Milan.

O Sevilha ainda esteve perto de fazer o 5-5, mas desperdiçou duas boas oportunidades.

Futebol 365

PARTILHAR

RESPONDER

Físicos já conseguem espreitar o gato de Schrödinger sem o matar

Pode haver uma forma de espreitar o gato de Schrödinger - a famosa experiência mental baseada em felinos que descreve o comportamento misterioso das partículas subatómicas - sem matar permanentemente o animal hipotético. O gato de …

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …