Barcelona-Real Madrid oficialmente adiado para 18 de dezembro

O Comité de Competições da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) concordou, esta quarta-feira, em marcar o FC Barcelona-Real Madrid, que se deveria disputar no sábado, para 18 de dezembro, “por motivos excecionais”.

A data inicial para o jogo da décima jornada da Liga espanhola de futebol era a de 26 de outubro em Camp Nou, ou seja, este sábado, mas a tensão social política que se vive na Catalunha, levou a uma proposta de adiamento.

A Liga chegou a admitir a inversão do jogo, transferindo o mesmo para o Santiago Bernabéu, mas os regulamentos da RFEF não o permitem, e os clubes não se mostraram agradados com a ideia, propondo em conjunto a data de 18 de dezembro.

Em comunicado, a Liga Espanhola anunciou que discorda da decisão do RFEF, questionando o seu valor jurídico e admitindo a possibilidade de a contestar juridicamente.

O Supremo Tribunal espanhol condenou, a 14 de outubro, os principais dirigentes políticos envolvidos na tentativa de independência da Catalunha a penas que vão até um máximo de 13 anos de prisão.

A sentença motivou protestos independentistas, que começaram no próprio dia do anúncio do Supremo e se repetiram ao longo de vários dias em Barcelona e em outras cidades da região autónoma, levando a cerca de 200 detenções.

Os independentistas foram na sua maioria condenados por crime de sedição e desvio de fundos públicos, uma decisão esperada, que afasta o crime de rebelião defendido pelo Ministério Público, que tinha penas de prisão maiores.

Em reação, o Barça criticou esta decisão, lembrando que “a prisão não é solução”. O clube catalão manifestou ainda “apoio e solidariedade às famílias” e pediu a todos os responsáveis políticos que iniciem “um processo de diálogo e negociação” para resolver o conflito, que conduza à libertação destes políticos.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE