As barbas podem ter mais bactérias do que o pêlo dos cães

Uma equipa de investigadores suíços descobriu que as barbas podem ter mais micróbios prejudiciais à saúde humana do que o pêlo dos cães.

Uma recente investigação realizada pela clínica Hirslanden, na Suíça, descobriu que as barbas que os homens deixam crescer durante muito tempo podem ter mais micróbios nocivos para a saúde do que o pêlo dos cães.

Os cientistas ressalvam, contudo, que a amostra estudada é muito pequena – apenas 18 homens entre os 18 e os 76 anos e 30 animais de raças diferentes. Além disso, há estudos que afirmam que barbas grandes podem ser uma proteção contra várias bactérias.

No entanto, o mais recente estudo descobriu que, em todas as barbas analisadas, havia uma grande quantidade de micróbios e, em sete delas, existiam bactérias prejudiciais à saúde humana. O estudo foi publicado na European Radiology.

Em relação aos animais de quatro patas, foram encontrados altos níveis de micróbios em 23 deles, enquanto nos restantes sete as quantidades encontradas eram moderadas. No entanto, nenhum dos micróbios encontrados pelos cientistas era nocivo para a saúde humana.

De acordo com o ScienceAlert, esta investigação tinha também como objetivo perceber se os humanos corriam o risco de contrair uma doença transmitida por um cão a partir de uma máquina de ressonância magnética que também tinha sido usada por veterinários para realizar esses exames.

Depois de terem realizado ressonâncias magnéticas nos animais, as máquinas foram desinfetadas e, segundo a equipa, foi encontrada uma quantidade de bactérias significativamente menor em comparação com os níveis observados quando as máquinas eram utilizadas por seres humanos.

Andreas Gutzeit, um dos autores do estudo, explicou ao Daily Mail que, “com base nas nossas descobertas, concluímos que os cães podem ser considerados ‘limpos’, comparativamente aos homens barbudos”.

A verdade é que se levantam várias dúvidas em relação a este estudo. Keith Flett é fundador da Beard Liberation Front, uma organização inglesa que promove campanhas de apoio às pessoas com barba e se opõe à discriminação pogonofóbica (pogonofobia é o medo de barbas), e já referiu não acreditar no que o estudo afirma.

“Acho que é possível encontrar todos os tipos de coisas desagradáveis ​​se se testarem amostras dos cabelos e mãos das pessoas. Não acredito que as barbas não sejam higiénicas”, declarou.

A questão que se impõe é: devemo-nos preocupar com as barbas gigantes? Este estudo não foi projetado para responder a esta pergunta, apesar de outras pesquisas já terem mostrado que, provavelmente, não precisamos de nos preocupar com esta questão.

No entanto, os especialistas aconselham os homens a tratar da sua barba como tratam dos cabelos, utilizando os mesmos produtos e, até, condicionador.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Acredito que realmente pode conter mesmo essas bacterias nas barbas, mas será que foi feito essa pesquisa em homens que realmente cuidam da barba? Que lavam todos os dias, pois quem tem barba e gosta não vai deixar ela sem cuidado.

  2. Nao é verdade.
    A humanidade sempre usou barba.E agora estao com essas noticias de que barba e causa de germes e ma higiene.
    Ate quando ficaremos como fantoches,andando como querem os agentes da moda?Uma hora e moda e outea nao?

    • Concordo plenamente.
      E mais, da mesma forma que essas bactérias chegam à barba, também chegam ao cabelo, e não vejo por aí ninguém a dizer que devíamos todos rapar o cabelo…
      Quando há porcalhice é por todo o corpo e não fica apenas circunscrita à barba…

Facebook para iOS utiliza câmara do iPhone sem que o utilizador note

Há um erro na aplicação do Facebook para iOS - sistema operativo do iPhone - que liga a câmara do telemóvel sem que o utilizador se aperceba quando este faz scrool no feed de …

Tesla vai abrir a sua primeira fábrica na Europa

O construtor de carros elétricos Tesla vai abrir uma fábrica nos arredores de Berlim, anunciou o presidente executivo da empresa, Elon Musk, na terça-feira à noite ao receber um prémio na capital alemã. “Tenho uma informação …

Continental vai contratar 300 engenheiros para o Porto

A Continental vai instalar no Porto um centro de desenvolvimento de tecnologias que poderá empregar "cerca de 300 engenheiros" e apoiará o desenvolvimento de soluções para veículos elétricos, condução autónoma e cibersegurança, anunciou esta quarta-feira …

Comissão Europeia aprova comercialização da primeira vacina para o Ébola

A Comissão Europeia anunciou no início da semana que concedeu uma autorização para a comercialização da primeira vacina contra o Ébola, designada Ervebo e produzida pela farmacêutica Merck. A vacina estava a ser produzida desde o …

Facebook lança o seu próprio MB Way

O Facebook lançou nos Estados Unidos uma nova funcionalidade para facilitar pagamentos através das quatro principais aplicações do grupo, que é semelhante ao funcionamento das transações com o MB Way. Em comunicado, Deborah Liu, responsável do …

O dilema dos chumbos, o "engano" de Ventura e o "falso liberal". O primeiro debate aqueceu

O primeiro debate quinzenal da legislatura arrancou esta quarta-feira e ficou marcado pelas retenções até ao 9.º ano - Chumba ou não chumba?, quis saber a direita, bem como pelo aumento do salário mínimo nacional …

Sondagem europeia defende tratado internacional que proíba "robôs assassinos"

Quase três em cada quatro pessoas querem que o seu governo colabore com outros países para proibir sistemas letais de armas autónomas. A organização não-governamental Human Rights Watch (HRW) divulgou esta quarta-feira os resultados de uma …

Pentágono está a criar bactérias que detetam explosivos no subsolo

O Pentágono, em conjunto com a empresa de defesa Raytheon, está a desenvolver um sistema capaz de produzir bactérias geneticamente modificadas no subsolo, com o objetivo de detetar explosivos no subsolo. Neste projeto, iniciado pela Agência …

Hospitais voltam a não poder aumentar número de trabalhadores sem visto da tutela em 2020

Os hospitais vão continuar em 2020 impedidos de aumentar o número de trabalhadores sem a autorização prévia do Ministério da Saúde, segundo um despacho a que a agência Lusa teve acesso. O despacho assinado pelo secretário …

Onda crescente de ataques com explosivos alarma Suécia

A Suécia tem visto um aumento sem precedentes de ataques com explosivos. Em outubro, Estocolmo foi alvo de três ataques em apenas uma noite.  Se pensarmos num país com guerras de gangues constantes, o último nome …