Barack Obama anuncia apoio a Joe Biden

Barack Obama / Flickr

O ex-Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama

O ex-Presidente dos Estados Unidos endossou, esta terça-feira, a candidatura democrata às eleições presidenciais do seu antigo vice, elogiando as suas qualidades para o tempo que o país atravessa.

Joe Biden deverá ser o candidato democrata à Casa Branca, nas eleições de novembro, depois da desistência, na semana passada, do seu principal, e já único, rival nas primárias democratas, o senador Bernie Sanders.

Barack Obama tinha prometido que não iria interferir na campanha das primárias democratas, apenas manifestando o seu apoio quando houvesse um candidato escolhido pelo seu partido.

“Se há uma coisa que aprendemos, como país, com os momentos de grandes crises, é que o espírito de cuidarmos uns dos outros não pode estar restrito aos nossos lares, aos nossos locais de trabalho, aos nossos bairros ou aos nossos locais de culto. Também tem de estar refletido no nosso Governo”, começou por dizer o ex-Presidente, citado pelo Observador.

“O tipo de liderança que é guiado pelo conhecimento e pela experiência, pela honestidade e pela humildade, pela empatia e pela graça. Esse tipo de liderança não pertence apenas aos estados e aos escritórios dos mayors. Pertence à Casa Branca. E é por isso que estou tão orgulhoso de apoiar Joe Biden para Presidente dos Estados Unidos”.

“Escolher o Joe para ser o meu vice-presidente foi uma das melhores decisões que tomei e ele tornou-se um amigo próximo. E acredito que o Joe tem todas as qualidades de que precisamos num Presidente neste momento”, concluiu.

Obama e Biden tornaram-se amigos íntimos durante os dois mandatos em que ocuparam a Casa Branca, de 20 de janeiro de 2009 a 20 de janeiro de 2017, em que Biden foi o seu vice-Presidente.

Biden usou frequentes vezes o nome de Obama e a sua proximidade ao antigo Presidente como um dos argumentos de campanha eleitoral, apresentando-se como seu sucessor, nas políticas e nos ideais.

O apoio hoje manifestado a Biden marca o regresso de Obama à política presidencial, mais de três anos depois de deixar a Casa Branca. O ex-chefe de Estado raramente fala diretamente sobre o seu sucessor, Donald Trump, e tem evitado interferir no rumo do seu próprio partido.

Recentemente, Obama falou sobre a resposta do Presidente republicano à pandemia de covid-19, tendo considerado que este ignorou os primeiros avisos. “Não nos podemos dar ao luxo de sofrer outras consequências provocadas por quem nega as mudanças climáticas. Cada um de nós, principalmente os jovens, deve exigir mais dos nossos líderes em todos os níveis e votar em conformidade nas próximas eleições”.

O apoio de Obama acontece um dia depois de Bernie Sanders ter também anunciado que estará ao lado de Biden, permitindo assim que todo o partido esteja ao lado do ex-vice-Presidente na tentativa de evitar que Donald Trump possa cumprir um segundo mandato.

No entanto, há ainda dois outros democratas de destaque que ainda não aprovaram formalmente a candidatura de Biden: o ex-Presidente Bill Clinton e a sua mulher e candidata democrata em 2016, Hillary Clinton.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …

Vanessa Guillen foi espancada até à morte. Jovem soldado tinha dito à mãe que era vítima de assédio

Vanessa Guillen foi vista pela última vez a 22 de abril, pouco tempo depois de confessar à mãe que estava a ser assediada por um sargento. O principal suspeito da morte da jovem suicidou-se e …

Presidente da Câmara do Funchal envia carta a Boris Johnson a defender a Madeira

O presidente da Câmara do Funchal escreveu uma carta a Boris Johnson, na qual realça "alguns argumentos fortes" a favor da Madeira como destino de férias para os cidadãos do Reino Unido. O presidente da Câmara …

Livros pró-democracia desapareceram das bibliotecas de Hong Kong

Livros escritos por importantes ativistas da democracia de Hong Kong começaram a desaparecer das bibliotecas da cidade, avança a agência noticiosa francesa AFP, citando registos online destes espaços. Os livros pró-democracia desapareceram das prateleiras da …

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal. O ex-treinador do Boavista, que já tinha passado pelo Bonfim em 2018/2019, vai suceder a Júlio Velázquez no comando técnico dos sadinos. Esta segunda-feira, Lito Vidigal, …

Estados Unidos confirmam rara infeção provocada por parasita que destrói o cérebro

Foi detetada, no cérebro de uma pessoa no condado de Hillsborough, uma ameba rara que destrói o cérebro. O parasita chama-se Naegleria Fowleri. Uma ameba rara que destrói o cérebro, conhecida como Naegleria Fowleri, foi detetada numa …

IKEA devolve a Portugal 500 mil euros em apoios do lay-off

A IKEA já reuniu com o Governo e diz estar a estudar a melhor forma de proceder à devolução do montante recebido pelo Estado.  Segundo o Dinheiro Vivo, a IKEA Portugal vai devolver cerca de 500 …

Isabel dos Santos diz-se "contactável e disponível" para colaborar com a justiça

Isabel dos Santos negou, esta segunda-feira, que a justiça desconheça o seu paradeiro e que não a consiga contactar, depois de o procurador-geral de Angola ter vindo a público denunciar a ausência de respostas da …

"Não estamos a dar a resposta suficientemente eficaz nesta fase", diz bastonário dos médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, defendeu esta segunda-feira que enquanto faltar uma "resposta suficientemente eficaz" à covid-19 na fase de desconfinamento, a recuperação económica também será mais lenta. O responsável falava aos …