Os famosos bandicoots australianos estão em perigo (e dois cães de guarda vão ajudar a protegê-los)

Durante cerca de um ano, os cães McKinnon e Quinta têm observado um rebanho de ovelhas numa reserva natural no oeste de Victoria, na Austrália. No entanto, os dois cães não estão lá para cuidar de 146 ovelhas.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, a verdadeira missão dos cães McKinnon e Quinta é proteger 20 minúsculos bandicoots, numa experiência engenhosa para ajudar a evitar que a espécie entre em extinção.

Há duas semanas, os bandicoots foram libertados dos programas de criação na reserva cercada de 50 hectares para impedir a fuga dos animais. Porém, a cerca não impedirá que as raposas selvagens, uma das principais ameaças aos bandicoots, entrem na área.

Os conservacionistas esperam que a presença de McKinnon, um cão macho de quatro anos, e Quinta, uma cadela de três anos, impeça as raposas de atacar os bandicoots.

A bióloga de espécies ameaçadas do Jardim Zoológico de Victoria, Amy Coetsee, disse que os cães foram treinados desde cachorros para ignorar os bandicoots e relacionar-se com as ovelhas. “Estes cães não são ótimos animais de estimação – gostam de ter um trabalho”, explicou Coetsee. “São grandes animais peludos e bonitos, mas criarão o que chamamos de paisagem do medo.”

“O cão é um predador maior do que a raposa. Isso não impede necessariamente que as raposas se movam, mas torna-as mais cautelosas e não param para procurar uma presa”, afirmou a bióloga.

Os bandicoots só existem em reservas protegidas, como a Ilha Francesa, livre de raposas, e estão extintos no continente australiano.

O coordenador dos cães do Jardim Zoológico de Victoria, David Williams, disse que alguns dos bandicoots podem não sobreviver à mudança para um habitat natural, mas a presença dos cães deve mudar o comportamento das raposas de forma a dar aos bandicoots uma hipótese de lutar.

Coetsee disse que uma medida de sucesso seria se as 10 fêmeas e 10 machos bandicoots, que pesam apenas cerca de 750 gramas, começassem a reproduzir-se.

Os cães de guarda podem ser uma solução mais barata e amigável para raposas selvagens do que construir uma longa cerca à prova de raposas. A ideia de usar os cães como guardiães vem de um projeto em Middle Island, no sudoeste de Victoria, onde os cães Maremma protegem os pinguins bebé durante a temporada de reprodução.

Os cães são monitorizados e alimentados regularmente e todas as três espécies – ovelha, cachorro e bandicoot – devem conseguir partilhar o mesmo habitat gramíneo.

Os cães são equipados com rastreadores GPS e os bandicoots têm transmissores de rádio leves presos às suas caudas. Existem 35 câmaras remotas na reserva. 

O Jardim Zoológico de Victoria está a trabalhar com a Universidade da Tasmânia e o National Trust of Australia, dono da reserva, na experiência.

Os esforços de conservação para salvar os bandicoot começaram no final dos anos 1980, com programas de reprodução em cativeiro e libertações em paraísos seguros nas ilhas, ajudando a impedir a extinção da espécie. Se o teste funcionar, há planos de lançar mais bandicoots noutras áreas com cães de guarda em 2021.

  Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Com uma nova subida de preços na segunda-feira, portugueses correm às bombas

Com o anúncio do Governo da redução do ISP, e um possível aumento do preço dos combustíveis já na próxima semana, os portugueses estão a aproveitar o fim-de-semana para abastecer. Na sexta-feira, o Governo anunciou a …

O candidato às eleições presidenciais das Filipinas Ferdinand Marcos Jr.

Ferdinand-Duterte: Eleições filipinas podem pôr duas dinastias frente-a-frente (ou lado a lado)

Ferdinand Marcos Jr. é filho de um antigo ditador filipino. Agora é candidato às eleições presidenciais e poderá enfrentar a filha de Rodrigo Duterte, Sara, ou até aliar-se a ela. Ainda faltam mais de seis meses …

Recuperados da covid-19 vão poder tomar segunda dose se for preciso para viajar

A diretora-geral da Saúde revelou, este sábado, que os recuperados da covid-19 vão agora poder tomar uma segunda dose da vacina, caso seja preciso para poderem viajar. Esta semana, o Jornal de Notícias tinha avançado que …

Líder do PCP diz que problemas do país "não se resolvem com dramatizações"

O secretário-geral do PCP defendeu, este sábado, que os problemas do país "não se resolvem com dramatizações ou com o agigantar de dificuldades sobre o futuro", numa crítica ao Governo. Num discurso de quase 30 minutos …

Marcelo fez o que podia para prevenir crise política. Agora, fica à espera do diálogo

O Presidente da República transmitiu, este sábado, que fez em público e privado o que podia para prevenir junto dos partidos uma crise política e afirmou que espera diálogo sobre o Orçamento do Estado nos …

Candidato do Chega detido por tentativa de homicídio de família sueca

O suspeito da tentativa de homicídio de uma família sueca em Moura, Beja, foi candidato do Chega à freguesia de Póvoa de São Miguel nas últimas eleições autárquicas. O líder do partido já condenou este …

A judoca Bárbara Timo

Judoca Bárbara Timo conquista ouro nos -63kg no Grand Slam de Paris

A judoca portuguesa Bárbara Timo conquistou, este sábado, a medalha de ouro no primeiro dia do Grand Slam de Paris, na sua estreia na categoria -63 kg em provas do circuito mundial. Bárbara Timo, de 30 …

Afinal, o início do Universo pode nunca ter realmente existido

Investigador português da Universidade de Liverpool partiu da teoria dos conjuntos causais para pôr em causa alguns dos conceitos mais importantes na complexa evolução do Universo. A ideia de que o nosso universo foi criado através …

Exoplaneta gigante conseguiu sobreviver à morte da sua estrela

Cientistas encontraram um exoplaneta gigante que parece ter conseguido sobreviver à morte da sua estrela, orbitando neste momento uma anã branca. As anãs brancas são o processo final de estrelas e chegam a ser tão densas …

Homem budista a meditar

O tukdam - um estado mental "meio-morto" dos monges budistas - é o novo fascínio da ciência

Os monges budistas conseguem chegar a um estado de meditação tão profunda que não é detectada qualquer actividade cerebral. No Budismo no Tibete, há um conceito mítico conhecido como "thukdam" ou "tukdam". Acredita-se que este é …