Os famosos bandicoots australianos estão em perigo (e dois cães de guarda vão ajudar a protegê-los)

Durante cerca de um ano, os cães McKinnon e Quinta têm observado um rebanho de ovelhas numa reserva natural no oeste de Victoria, na Austrália. No entanto, os dois cães não estão lá para cuidar de 146 ovelhas.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, a verdadeira missão dos cães McKinnon e Quinta é proteger 20 minúsculos bandicoots, numa experiência engenhosa para ajudar a evitar que a espécie entre em extinção.

Há duas semanas, os bandicoots foram libertados dos programas de criação na reserva cercada de 50 hectares para impedir a fuga dos animais. Porém, a cerca não impedirá que as raposas selvagens, uma das principais ameaças aos bandicoots, entrem na área.

Os conservacionistas esperam que a presença de McKinnon, um cão macho de quatro anos, e Quinta, uma cadela de três anos, impeça as raposas de atacar os bandicoots.

A bióloga de espécies ameaçadas do Jardim Zoológico de Victoria, Amy Coetsee, disse que os cães foram treinados desde cachorros para ignorar os bandicoots e relacionar-se com as ovelhas. “Estes cães não são ótimos animais de estimação – gostam de ter um trabalho”, explicou Coetsee. “São grandes animais peludos e bonitos, mas criarão o que chamamos de paisagem do medo.”

“O cão é um predador maior do que a raposa. Isso não impede necessariamente que as raposas se movam, mas torna-as mais cautelosas e não param para procurar uma presa”, afirmou a bióloga.

Os bandicoots só existem em reservas protegidas, como a Ilha Francesa, livre de raposas, e estão extintos no continente australiano.

O coordenador dos cães do Jardim Zoológico de Victoria, David Williams, disse que alguns dos bandicoots podem não sobreviver à mudança para um habitat natural, mas a presença dos cães deve mudar o comportamento das raposas de forma a dar aos bandicoots uma hipótese de lutar.

Coetsee disse que uma medida de sucesso seria se as 10 fêmeas e 10 machos bandicoots, que pesam apenas cerca de 750 gramas, começassem a reproduzir-se.

Os cães de guarda podem ser uma solução mais barata e amigável para raposas selvagens do que construir uma longa cerca à prova de raposas. A ideia de usar os cães como guardiães vem de um projeto em Middle Island, no sudoeste de Victoria, onde os cães Maremma protegem os pinguins bebé durante a temporada de reprodução.

Os cães são monitorizados e alimentados regularmente e todas as três espécies – ovelha, cachorro e bandicoot – devem conseguir partilhar o mesmo habitat gramíneo.

Os cães são equipados com rastreadores GPS e os bandicoots têm transmissores de rádio leves presos às suas caudas. Existem 35 câmaras remotas na reserva. 

O Jardim Zoológico de Victoria está a trabalhar com a Universidade da Tasmânia e o National Trust of Australia, dono da reserva, na experiência.

Os esforços de conservação para salvar os bandicoot começaram no final dos anos 1980, com programas de reprodução em cativeiro e libertações em paraísos seguros nas ilhas, ajudando a impedir a extinção da espécie. Se o teste funcionar, há planos de lançar mais bandicoots noutras áreas com cães de guarda em 2021.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"A bitcoin vai criar a paz mundial"

A rainha das moedas digitais, se não construir a paz no planeta, vai ajudar na pacificação entre os seres humanos. É a opinião de Jack Dorsey. É o centro de atenções de muitos investidores, é o …

"Burrolandia". Parque temático de burros no México está a tentar salvar estes animais

Um parque temático de burros no México serve de santuário a estes animais que estão aos poucos a desaparecer no país. "O burro ajudou o homem por muito tempo. É hora de retribuirmos o favor", …

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …

Costa diz que Portugal vai ter "o dobro" de fundos comunitários para investir

O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que Portugal vai contar, nos próximos sete anos, com "o dobro" de fundos comunitários para investimento, considerando que esta "é uma oportunidade única" que não pode ser desperdiçada. "Vamos ter a …

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …

Chuvas torrenciais fazem mais de uma centena de mortos na Índia

Pelo menos 136 pessoas morreram na Índia, em consequência de chuvas torrenciais que assolaram o país e causaram fortes enchentes e deslizamentos de terra, enterrando casas e submergindo ruas. Numa altura em que as alterações climáticas …