Balsemão alerta PSD para não cometer erros do PS sobre Presidenciais

PSD - Partido Social Democrata / Flickr

Francisco Pinto Balsemão

Francisco Pinto Balsemão

O fundador do PSD, Francisco Pinto Balsemão, alertou o partido para não cometer os erros que estão a ser cometidos pelo PS em termos de eleições presidenciais, alegando que seria “muito mau” seguir o caminho socialista.

“As consequências no PS estão à vista, por isso, parece-me que seria muito mau que o PSD seguisse o mesmo caminho. É melhor não cometer os erros que estão a ser cometidos no PS“, disse Francisco Pinto Balsemão aos jornalistas, esta quinta-feira, à entrada para a cerimónia de encerramento dos 40 anos do PSD/Açores, em Ponta Delgada, sem no entanto precisar a que erros se referia.

Oficialmente, Paulo Morais, antigo vice presidente na Câmara Municipal do Porto na governação de Rui Rio é o segundo na corrida a Belém, depois do socialista Henrique Neto, que já apresentou a sua candidatura.

O antigo primeiro-ministro e militante número um do PSD escusou-se a revelar qual seria o seu candidato preferido para as presidenciais, alegando que “tudo tem o seu tempo“, apesar de reconhecer que o tema está já na ordem do dia e “as coisas estão a acelerar”.

Na sua intervenção na sede do PSD/Açores em Ponta Delgada, Francisco Pinto Balsemão vincou que “os partidos políticos são essenciais para a democracia” e que quem pensa ao contrário “está enganado”.

“Não se inventou ainda outra fórmula de encontrar uma representatividade democrática de maneira que o poder político funcione através de eleições livres”, referiu o social-democrata, acrescentando que a democracia “pode e deve adaptar-se às novas tecnologias”, propondo, por exemplo, o voto eletrónico.

Pinto Balsemão alertou que as redes sociais não substituem os partidos políticos, que os níveis de abstenção são gravíssimos e que estão a surgir movimentos de “características variadíssimas”, mas que não têm um programa.

“Os partidos existem para apresentarem programas eleitorais, programas de governo, para apresentarem e defenderem programas em eleições. Compete aos partidos tomarem as iniciativas que robusteçam uma democracia enfraquecida”, afirmou Francisco Pinto Balsemão, acrescentando que “os partidos não podem olhar só para o seu umbigo”.

Vincou que a revisão constitucional já deveria ter ocorrido, assim como a lei eleitoral já deveria ter sido atualizada e que não o fazer “é brincar com o fogo”.

Pinto Balsemão explicou que, em seu entender, é necessário mostrar aos abstencionistas que os partidos têm de existir a bem da democracia.

Além do líder do PSD/Açores, Duarte Freitas assistiu à cerimónia de encerramento dos 40 anos do PSD/Açores, o presidente honorário e deputados na Assembleia da República Mota Amaral.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Assistente que não validou golo de Portugal na Sérvia afastado do Euro 2020

O holandês Mario Diks, o árbitro assistente que não validou o golo de Cristiano Ronaldo nos instantes finais do Sérvia-Portugal, na qualificação para o Mundial 2022 de futebol, confirmou nesta terça-feira que vai falhar o …

Rússia está a criar a primeira unidade militar com tanques robôs

A agência de notícias estatal TASS avança que o Exército russo está a montar a sua primeira unidade militar armada com tanques robôs. O Exército russo está a desenvolver a sua primeira unidade militar armada com …

PSD propõe solução ao Governo para reduzir injeção no Novo Banco

O PSD defende que o Governo tem um argumento jurídico que pode usar para limitar os pagamentos do Fundo de Resolução ao Novo Banco este ano. Em causa está um artigo do Código Civil que …

Quarentena de 21 dias, testes e fecho de casinos levam Macau a erradicar covid-19

Macau, um dos primeiros territórios a identificar o novo coronavírus, é agora um dos locais livres de covid-19, estando há cerca de 380 dias sem qualquer registo de infeção local, segundo os dados oficiais. O …

Costa preocupado com desconfinamento. Concelhos de risco dão dores de cabeça

Com a terceira fase de desconfinamento aí à porta, o Governo ainda tem dúvidas sobre o que fazer, mantendo algumas pontas soltas. A maior preocupação incide nos conselhos onde há mais casos. Durante a reunião do …

Para prevenir acidentes, China inaugura o primeiro semáforo para camelos do mundo

Autoridades do norte da China inauguraram este domingo o que dizem ser o primeiro sinal de trânsito para camelos do mundo perto da cidade de Dunhuang, província de Gansu. O semáforo para camelos entrou em operação …

PRR terá mecanismo de fiscalização no Parlamento. PSD quer bazuca durante a presidência portuguesa da UE

O ministro do Planeamento, Nelson Souza recebeu nesta terça-feira, os partidos com assento parlamentar e as deputadas não inscritas para conversas bilaterais sobre o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Trata-se da chamada "bazuca" que virá …

Ministro da Saúde austríaco demite-se por falta de apoio na gestão da pandemia

O ministro da Saúde de Áustria, Rudolf Anschober, anunciou esta terça-feira a sua demissão, devido à falta de apoio na gestão da crise pandémica, cessando funções na próxima segunda-feira. "A situação é dramática nos serviços de …

OMS quer suspender venda de mamíferos selvagens vivos em mercados de alimentos

A Organização Mundial de Saúde defende a suspensão da venda de mamíferos selvagens vivos nos mercados de alimentos para evitar a propagação de doenças, avança a AFP. "Os animais, especialmente os selvagens, são a fonte de …

“Frescura, juventude e capacidade“. Coligação improvável em Penafiel junta PS e partido de Tino de Rans

O PS e o partido RIR, liderado pelo ex-candidato presidencial Vitorino Silva, formaram a coligação Penafiel Unido, que vai concorrer às autárquicas em Penafiel, distrito do Porto, com Paulo Araújo Correia como cabeça de lista, …