Baleia morre depois de engolir mais de 80 sacos de plástico no mar

Thon Thamrongnawasawat / Facebook

A baleia foi encontrada na costa da Tailândia, junto à fronteira com a Malásia

Uma baleia morreu, na Tailândia, depois de ter engolido mais de 80 sacos de plástico nas águas poluídas do sul do país, anunciaram este domingo as autoridades marítimas locais.

Segundo a agência EFE, que cita a imprensa local, o animal foi localizado inerte no mar, incapaz de nadar, e apesar do socorro das autoridades marítimas tailandesas acabou por morrer devido a uma obstrução intestinal provocada pela ingestão de sacos de plástico.

Uma equipa de veterinários ainda tentou salvar a baleia, sem sucesso. Segundo o departamento de Recursos Costeiros e Marinhos da Tailândia, a autópsia revelou que o animal tinha alojados no estômago 80 sacos de plástico, com um peso total de 8 quilos.

Segundo adiantou Thon Thamrongnawasawat, biólogo da Universidade Kasetsart, de Bangcoc, os sacos impediram que ingerisse qualquer outro alimento nutritivo. A equipa de veterinários tentou durante quatro dias salvar o animal, sem sucesso.

Pelo menos 300 animais marinhos, entre baleias, tartarugas e golfinhos, morrem por ano nas águas tailandesas por engolirem resíduos plásticos, explicou Thamrongnawasawat.

A Tailândia é um dos países do mundo onde mais se usa sacos de plástico, situação que causa todos os anos a morte de centenas de criaturas marinhas que vivem perto das populares praias do sul do país.

Mas o fenómeno não atinge apenas países longínquos. Em fevereiro deste ano, numa praia de Múrcia, em Espanha, um cachalote com foi encontrado morto com 29 quilos de plástico no estômago.

A autópsia à baleia, realizada pelo Centro de Recuperação de Fauna Silvestre El Valle, mostrou que o animal morreu porque não conseguia expelir todo o plástico que engoliu. No seu interior, foram encontrados sacos de plástico, redes e cordas, entre outros.

Os cientistas identificaram que o bloqueio no sistema digestivo do cachalote causou uma infecção no abdómen, que acabou por provocar a morte do mamífero, considerada uma espécie em vias de extinção.

Um caso invulgar aconteceu em fevereiro do ano passado, na Noruega. Uma baleia, que manifestava um comportamento estranho, há algumas semanas que rondava a costa da cidade de Bergen. Foram feitas várias tentativas para a guiar de volta às águas profundas mas sem sucesso.

A baleia aparentava estar exausta, em sofrimento e com problemas de saúde, pelo que especialistas locais em vida marinha optaram por sacrificar o animal. Depois de o examinar o animal, os veterinários perceberam que tinha 30 sacos de plástico no estômago.

“Esta baleia não foi feliz. O plástico formou uma grande bola no estômago e encheu-o completamente. O plástico deve ter entupido o seu sistema digestivo”, afirmou na altura à imprensa local o zoólogo e professor Terje Lislevand, da Universidade de Bergen.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …

Depois do Bayern, Barcelona também está atento a Luis Díaz

Luis Díaz continua a somar boas exibições e clubes interessados na sua contratação. Agora fala-se do desejo do Barcelona em contratar o colombiano em janeiro. Luis Díaz atravessa um momento de forma excecional ao serviço do …

Fuse Valley, Matosinhos

Está a nascer em Matosinhos a Silicon Valley portuguesa (e até Siza Vieira está "espantado")

O "Fuse Valley" promete ser a Silicon Valley portuguesa, em Matosinhos, num empreendimento inovador da Farfetch e da Castro Group que até deixa o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, "espantado". A abertura está prevista …

Portugal aguarda "luz verde" da EMA para avançar com terceira dose aos idosos

Portugal aguarda a autorização da Agência Europeia de Medicamentos para avançar com a administração da terceira dose da vacina contra a covid-19 a maiores de 65 anos. Com base nos resultados de dois grandes estudos científicos …

E depois de Merkel? Alemanha já sente falta da Chanceler que saiu da sombra para salvar o seu "delfim"

Angela Merkel tinha prometido ficar afastada das eleições legislativas deste domingo, na Alemanha, mas saiu da sombra para apoiar o seu "delfim", o candidato da CDU, Armin Laschet, que deverá disputar a vitória com o …