Avião com material médico despenha-se e mata seis pessoas na Somália. Pode ter sido abatido

Said Yusuf Warsame / EPA

Um avião que transportava material médico para o combate da pandemia de covid-19 despenhou-se, na segunda-feira, na Somália. As seis pessoas a bordo morreram.

Apesar das causas do acidente ainda estarem por apurar, o antigo ministro da Defesa, Abdirashid Abdullahi Mohamed, disse, em declarações à agência Reuters, que uma testemunha no local levantou a hipótese de o avião ter sido abatido. Segundo a testemunha, o avião fez uma primeira tentativa de aterragem e caiu à segunda.

O avião, que pertencia à African Express Airways, transportava seis pessoas: o piloto, o copiloto, um engenheiro de voo, um piloto em treino e dois funcionários da companhia aérea. Foram recuperados cinco corpos até ao momento.

O ministro dos Transportes, Mohamed Salad, anunciou a chegada de uma equipa para investigar o acidente, ocorrido na zona de Bardale. O governante disse ainda que estava disponível para receber ajuda internacional.

O grupo jihadista Al-Shabab está ativo na zona onde o avião se despenhou.

  Z //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE