A “ave mais perigosa do mundo” fez uma vítima na Florida. Matou o homem que a criou

Um homem foi morto na sexta-feira, na Florida, por um casuar, ave que os ornitólogos consideram como a “mais perigosa do mundo”, sendo até preciso que profissionais experientes tomem algumas precauções no contacto com o animal.

A vítima, identificada pela polícia como Marvin Hajos, tinha 75 anos e criou o casuar – Casuarius, no nome científico – na sua propriedade, perto de Alachua, na Flórida, juntamente com outras aves exóticas, de acordo com o The Washington Post.

Estes animais, da família das avestruzes e emas, chegam a ter cerca de 60 quilos e ficam facilmente assustados. O que os torna particularmente perigosos — além do porte e do comportamento imprevisível — são as patas, que possuem três dedos, tendo um deles uma unha comparável a um punhal de vários centímetros.

O pássaro atacou Hajos, ferindo-o gravemente. O homem foi transportado para um hospital, onde veio a falecer. As autoridades estão a investigar as circunstâncias exatas que levaram à sua morte.

A Florida Fish and Wildlife Commission, que reforça as leis relacionadas com os peixes e vida selvagem da Florida, identifica a espécie como “Classe II Wildlife”, podendo representar um perigo para as pessoas e sendo exigida uma autorização para venda, exibição pública ou posse destes animais.

O casuar é uma ave do grupo de aves ratitas de grande porte, nativas do nordeste da Austrália, Nova Guiné e ilhas circundantes. São aves curiosas que costumam imitar movimentos de humanos depois de observá-los atentamente, embora não sejam muito amigáveis ou domesticáveis.

As três espécies de casuar existentes são das maiores aves existentes na atualidade. O habitat preferencial do casuar são zonas de floresta tropical, onde haja um grande número de árvores disponíveis para produzir os frutos de que se alimentam. Neste ambiente o casuar desempenha a função ecológica de dispersar as sementes das árvores.

O casuar é uma figura importante na mitologia das populações nativas da Oceânia e representa geralmente uma figura maternal. O casuar é uma ave importante para o Homem há centenas de anos como fonte de proteína através da carne e dos ovos. Algumas tribos da Nova Guiné têm o hábito de assaltar os ninhos e criar os juvenis até à idade adulta, quando são vendidos ou mortos para consumo local. No entanto, o casuar nunca foi completamente domesticado.

Os ataques de casuares não são incomuns. Por essa razão, os próprios jardins zoológicos ou parques de conservação da vida animal tendem a ter proteções nos recintos com estas aves, para evitar acidentes com os tratadores.

Na Austrália, de onde a ave é natural, são registados ataques todos os anos, embora a última morte tenha sido registada em 1926. Um estudo realizado em 1999, em Queensland, dá conta de 221 ataques destes animais, 150 deles contra humanos.

Atualmente, as três espécies de casuar estão ameaçadas pela destruição de habitat e encontram-se protegidas por lei.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Dezenas de mulheres abusadas por funcionários da OMS na República Democrática do Congo

Dezenas de mulheres e meninas foram abusadas sexualmente por voluntários da Organização Mundial de Saúde (OMS) destacados para enfrentar o Ébola na República Democrática do Congo (RDC), entre 2018 e 2020, concluiu um inquérito independente …

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …

Banguecoque em alerta. Mais de 70.000 casas inundadas na Tailândia

As autoridades tailandesas têm feito esforços para proteger partes de Banguecoque das cheias, que já inundaram 70.000 casas e mataram seis pessoas nas províncias no norte e centro do país. A tempestade tropical Dianmu causou cheias …

Exilados sírios obrigados a pagar taxas para evitar o alistamento obrigatório

No início deste ano, Yousef, um sírio de 32 anos que vive na Suécia, teve que pagar as taxas que lhe isentavam da obrigatoriedade de se alistar no exército da Síria, caso contrário a família …

Portugal tem cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, mais de metade em Lisboa

Estima-se que, em 2020, cerca de 485 pessoas tenham abandonado esta condição, o que representa uma descida de 39% face a 2019. Portugal terá cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, segundo os resultados de …

Simone Biles: "Deveria ter desistido muito antes dos Jogos Olímpicos"

"Uma mulher preta tem que ser a melhor, as pessoas tentam menosprezar", lamentou a multi-campeã olímpica de ginástica. Simone Biles não conquistou qualquer medalha de ouro nos Jogos Olímpicos deste ano mas foi a atleta mais …

Mãe e filho de 2 anos morrem à porta do estádio. Jogo decorreu normalmente

Queda aconteceu pouco antes de começar um jogo da Major League Baseball, em San Diego. O desporto passou para segundo plano na tarde deste domingo, pouco antes de um jogo de beisebol, nos Estados Unidos da …

"Blá blá blá". Greta Thunberg acusa líderes mundiais de não cumprirem com as promessas climáticas

Ativista considera que os anúncios feitos pelos líderes mundiais não passam de bonitas intenções que, na prática, não se traduzem em ações com verdadeiro impacto na luta contra as alterações climáticas. Greta Thunberg acusou os líderes …

Mulher com síndrome de Down perde ação judicial contra a lei do aborto no Reino Unido

Na semana passada, uma mulher com síndrome de Down perdeu uma ação judicial contra o governo britânico por causa de uma lei que permite o aborto até ao fim da gestação de fetos que poderão …

Tribunal condena corticeira da Feira por despedir trabalhadora que denunciou assédio

A corticeira Fernando Couto foi condenada pelo Tribunal da Feira a pagar uma coima de cerca de 11 mil euros por ter despedido a operária Cristina Tavares, após esta ter denunciado ser vítima de assédio …