Autor de ataque com faca em Londres queria “matar a rainha”

O autor do ataque extremista com uma faca, em 2020, em Londres, que acabou por morto pela polícia, era conhecido quando esteve na prisão pelo seu radicalismo e por querer “matar a rainha”, segundo um relatório divulgado esta terça-feira em tribunal.

O Tribunal Superior de Londres está a realizar desde esta segunda-feira uma audiência na sequência da investigação ao atentado de 2 de fevereiro de do ano passado, perpetrado por Sudesh Amman.

O agressor, que usava um colete explosivo falso, esfaqueou duas pessoas numa rua comercial do bairro londrino de Streatham. Uma terceira pessoa ficou ferida pelos cacos de vidro causados pelos disparos da polícia.

Amman, que tinha sido condenado a 40 meses de prisão por posse e distribuição de material extremista, tinha saído da prisão menos de duas semanas antes do ataque, após cumprir metade da pena.

Segundo os relatórios da administração penitenciária britânica, o comportamento de Amman tornou-se cada vez mais violento durante a sua detenção, na prisão de alta segurança de Belmarsh.

Segundo um relatório apresentado esta terça-feira ao tribunal, Amman teria gritado, entre outras coisas, que “este lugar está cheio de não crentes!“, e que “todos aqui vão reunir-se sob a bandeira preta” do grupo Estado Islâmico.

Enquanto esteve detido, Amman exprimiu também “crenças extremistas, incluindo o desejo de matar a rainha, tornar-se um terrorista suicida e unir-se ao Estado Islâmico”.

Segundo Luke Williams, porta-voz da polícia de Londres, Amman “parecia orgulhoso de ser o terrorista condenado mais jovem em Belmarsh e não parecia sentir nenhum arrependimento”.

Sudesh Amman foi considerado tão perigoso, após sua saída da prisão, que era vigiado de perto por policiais armados — o que permitiu a sua prisão apenas um minuto após o início do ataque.

Um dia após o ataque, o governo britânico anunciou a intenção de introduzir nova legislação para impedir que condenados por terrorismo possam ser libertados depois de cumprir metade das penas, aplicar sentenças mais longas por crimes de terrorismo e rever as condições sob as quais os criminosos são libertados.

ZAP // AFP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O Hawaii quer remover a sua "escadaria para o paraíso" - e a culpa é dos turistas

Em causa estão preocupações com a segurança e vandalismo, que têm aumentado com a explosão de popularidade da escadaria Ha‘ikū nas redes sociais. É caso para dizer que a Stairway to Heaven vai para o inferno …

Inventou o ZX Spectrum e mudou o mundo. Morreu Clive Sinclair

O empresário britânico e inventor do computador doméstico ZX Spectrum, Clive Sinclair, morreu hoje aos 81 anos na sua casa, em Londres (Reino Unido), devido a doença prolongada, informou a filha ao jornal “The Guardian”. Morreu …

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump iniciasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …