/

Áustria corrige Trump. Os seus cidadãos não vivem em florestas

1

O Governo austríaco decidiu corrigir a afirmação do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que afirmou que as pessoas naquele país europeu vivem em “cidades da floresta”.

Trump referiu recentemente a Áustria e outros países europeu como modelos exemplares de boa gestão florestal, com os quais os estados norte-americanos, como a Califórnia, a braços com violentos incêndios, deviam aprender.

“Podemos olhar para países, como a Áustria e outros. Eles vivem na floresta, são consideradas cidades da floresta. E não têm incêndios como este. E eles têm árvores muito mais explosivas”, disse Trump, durante uma declaração à estação televisiva Fox, na terça-feira passada.

A ministra da Agricultura da Áustria, Elisabeth Koestinger, decidiu responder a Trump, num artigo publicado esta quinta-feira no jornal britânico The Independent.

“Houve comentários sérios e humorísticos, nas redes sociais, sobre as árvores a explodir. (Trump) referiu, também, que vivemos em ‘cidades da floresta’, que nunca se incendeiam”, escreveu Koestinger. “Como austríacos, felizmente abençoados com um saudável sentido de humor, não ligamos muito a esses ‘clichés’“, disse a ministra.

“Contudo, a gravidade dos eventos atuais torna as palavras de Trump mais preocupantes – afinal, neste momento, milhares de pessoas lutam contra os incêndios florestais, vivendo situações de vida ou de morte”, explicou Koestinger.

“Na realidade, a Áustria é um país situado no coração da Europa, onde as pessoas não vivem na floresta, mas sim com a floresta e numa relação próxima e sustentável com o ambiente natural”, escreveu a ministra no artigo hoje divulgado.

Hannes Sallmutter / Wikimedia

A ministra da Agricultura da Áustria, Elisabeth Koestinger

“Para que fique claro: Não, não temos nenhuma árvore a explodir na Áustria“, enfatizou Koestinger, embora tenha confirmado a afirmação de Trump de que os austríacos “encontram uma maneira de dar às suas árvores o espaço de que precisam”.

“Isso não nos torna ‘povos da floresta’, mas mostra como é importante compreender o nosso meio ambiente e os nossos recursos naturais”, concluiu a ministra austríaca.

Há várias semanas que incêndios devastam a costa oeste dos Estados Unidos e são tão intensos que o fumo já alcançou a Europa. Mais de 17 mil bombeiros combatem as chamas desde meados de agosto, só na Califórnia. O estado mais afetado contou com cerca de 25 grandes ignições.

  ZAP // Lusa

1 Comment

  1. Enfim, criticar só por criticar. Afinal os austríacos vivem nas florestas ou em cidades da floresta? Por acaso os algarvios ficam ofendidos se lhes disserem que eles vivem em cidades das praias?? Ou será ofensivo dizer que os habitantes da Guarda vivem numa cidade da Serra? Se na Áustria existem muitas florestas qual é o problema em dizer que os austríacos vivem em cidades da floresta??!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.