Com a Austrália em chamas, primeiro-ministro diz que não fará cortes “imprudentes” no carvão

Apesar da Austrália estar a ser assolada por uma onda devastadora de incêndios, o seu primeiro-ministro recusa fazer cortes “imprudentes” na indústria do carvão.

Os incêndios florestais na Austrália têm-se intensificado nos últimos dias. A onda de calor que se faz sentir ultrapassou durante vários dias consecutivos recordes de temperatura. Estes incêndios ocorrem todos os anos durante a primavera e o verão na Austrália. Este ano, a temporada de incêndios está a ser particularmente precoce e violenta, e pode ser uma das piores já vividas.

Apesar da situação que o país atravessa, o primeiro-ministro da Austrália garante que não vai fazer ajustes às suas políticas em função do pânico vivido. Mais especificamente, Scott Morrison diz que não vai fazer cortes “imprudentes” na indústria do carvão.

“O que não faremos é adotar medidas destruidoras de empregos e da economia“, disse o primeiro-ministro australiano, citado pelo Expresso. Morrison defende que os incêndios não vêm de forma nenhuma alterar a importância que atribuíam às alterações climáticas.

“Não aceito a sugestão de que a Austrália não está a carregar o seu fardo”, atirou, garantindo que o país está a cumprir com os seus compromissos em reduzir as emissões de gases com efeitos de estufa.

Morrison estava de férias no Havai na altura em que os fogos se começaram a intensificar e, por isso, fez questão de pedir desculpa aos australianos. “Lamento profundamente qualquer ofensa causada a qualquer um dos muitos australianos afetados pelos terríveis incêndios ocorridos durante a minha ausência com a minha família”, disse.

O primeiro-ministro australiano foi criticado por ter tirado férias sem aviso prévio e uma fonte do Governo até disse que as informações de que Morrison estaria no Havai eram incorretas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Liga espanhola não regressa antes de 28 de maio

O presidente da Liga espanhola, Javier Tebas, disse que o futebol naquele país não regressa antes de 28 de maio, no melhor dos casos, com os campeonatos europeus a discutirem opções para completar a temporada …

Terceiro estado de emergência? "É preciso em abril preparar um maio, maduro maio"

O Presidente da Assembleia da República já deixou antever que o Parlamento irá ter de debater, na próxima semana, uma segunda renovação do estado de emergência. Em declarações ao semanário Expresso, Eduardo Ferro Rodrigues cita uma música do …

Mourinho e jogadores do Tottenham apanhados a quebrar regras de isolamento

O técnico português José Mourinho e três jogadores do Tottenham foram apanhados a quebrar as regras de isolamento social decretadas no Reino Unido, segundo avança o diário britânico The Guardian. De acordo com fotografias e vídeos …

Infetados que furem quarentena podem arriscar prisão preventiva

Em Portugal, o crime de propagação de doença tem uma moldura penal que pode ir até oito anos de prisão, admitindo ainda medidas de coação privativas da liberdade, como é o caso da prisão preventiva. Assim, …

Conquistadores espanhóis usaram técnicas indígenas para construir as suas armas

Um novo estudo concluiu que os invasores espanhóis foram obrigados a aprender com os indígenas da Mesoamérica sobre a produção de cobre. Descobertas arqueológicas em El Manchón, no México, apoiam a ideia de que invasores espanhóis, desesperados …

Açambarcamento de medicamentos por Portugal? "É um total absurdo", diz Infarmed

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde reagiu à acusação feita por uma organização belga, que dizia que Portugal está a fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento …

Descoberto âmbar com 40 milhões de anos com duas moscas a acasalar

Há 40 milhões de anos, no supercontinente Gonduana, duas moscas que se encontravam a acasalar viram-se, inesperadamente, numa situação complicada. De alguma forma, este par de moscas de pernas longas (Dolichopodidae) ficou preso na seiva pegajosa …

40 marinheiros do porta-aviões Charles de Gaulle com sintomas de covid-19

Quarenta marinheiros do porta-aviões francês Charles de Gaulle apresentaram recentemente "sintomas compatíveis" com os da infeção pelo novo coronavírus e estão sob "observação médica reforçada", anunciou o Ministério da Defesa. "A partir de hoje, uma equipa …

Medidas para as prisões, apoios às empresas, suspensão de tarifas. Parlamento discute mais de 100 iniciativas

Medidas excecionais para prisões e banca, mais apoios às empresas ou à cultura ou a suspensão de propinas e das tarifas de gás e luz são alguns dos temas que vão passar esta quarta-feira pelo …

Trump tem "interesse financeiro" em farmacêutica que produz hidroxicloroquina (a sua "cura" para a Covid-19)

Donald Trump falou da hidroxicloroquina como uma potencial "cura milagrosa" para a Covid-19, apesar das recomendações contrárias de especialistas e da falta de estudos científicos válidos que confirmem os benefícios da substância. O The New …