Atmosfera contaminada impediu helicóptero de sobrevoar vulcão do Fogo

A contaminação da atmosfera no perímetro da cratera do vulcão do Fogo impediu o helicóptero da cooperação portuguesa de sobrevoar a cratera de Chã das Caldeiras, disse esta sexta-feira o almirante da fragata Álvares Cabral.

Segundo Silvestre Correia, a decisão foi tomada após uma visita conjunta ao terreno de responsáveis da Proteção Civil cabo-verdiana e da fragata portuguesa, que se encontra desde quinta-feira ao largo de São Filipe a apoiar as operações humanitárias na sequência da erupção vulcânica que assola a ilha do Fogo desde 23 de novembro.

“Tecnicamente, não é viável sobrevoar” a área de Chã das Caldeiras, o planalto onde se situam os cones vulcânicos no Fogo, salientou o almirante português, argumentando que a contaminação da atmosfera com vários tipos de gases, sobretudo dióxido de enxofre e dióxido de carbono, poderá causar “danos irreversíveis e irreparáveis” nas turbinas da aeronave.

“Pode causar riscos que, no nosso entender, não são passíveis de ser assumidos nestas circunstâncias”, justificou o almirante, ressalvando, porém, que o helicóptero já sobrevoou parte da ilha do Fogo e que permanecerá na fragata “para alguma eventualidade pontual”.

Segundo Silvestre Correia, entre essas eventualidades figura uma evacuação ou uma deslocação a um local particular da ilha, “com uma missão objetiva que justifique correr o risco com a aeronave.”

Material humanitário entregue

Sobre o material de cariz humanitário que trouxe de Portugal, Silvestre Correia indicou que todo o material já foi descarregado e que cabe agora à proteção civil de Cabo Verde fazer a respetiva coordenação no terreno, mediante as necessidades.

Uma distribuição que Marisa Morais, a ministra da Administração Interna cabo-verdiana, confirmou, depois de ambos terem passado pelos três centros de acolhimento – Achada Furna (sul do Fogo) e Monte Grande e Mosteiros (norte) -, que albergam os cerca de 850 deslocados de Portela e Bangaeira, as principais localidades de Chã das Caldeiras.

Marisa Morais insistiu junto dos jornalistas na ideia de imprevisibilidade das erupções, face às constantes perguntas sobre se há previsões quanto ao fim da atividade vulcânica.

A esse propósito, lembrou que, em 1995, ano em que se registou a última erupção no Fogo, a atividade vulcânica durou 54 dias e que, na de 1951, “um pouco mais”, havendo, neste momento, uma “estimativa” por parte dos cientistas de mês e meio a três meses.

“É apenas uma estimativa. Temos de aguardar para ver e ir solucionando os problemas”, insistiu.

Esta sexta-feira, a fragata portuguesa desembarcou todo o equipamento de emergência trazido de Portugal, entre medicamentos, alimentos, casas de banho portáteis, cobertores, colchões, água, máscaras e óculos.

Durante o dia, uma equipa de médicos e psicólogos da Marinha portuguesa percorreu os três centros de acolhimento na ilha do Fogo, ajudando a equipa cabo-verdiana que tem acompanhado os desalojados desde o primeiro dia.

Hoje, Portela estava despida de vida, assemelhando-se a uma “cidade fantasma“, sendo visíveis dentro de algumas habitações alguns pertences pessoais caídos à pressa na sequência da evacuação das populações.

A nova frente de lava surgida quinta-feira à noite abrandou a velocidade, ficando a alguns metros de Portela, embora a proteção civil se mantenha “sempre alerta” para qualquer mudança de comportamento, uma vez que o vulcão “é imprevisível”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Os antigos egípcios tinham um segredo para fazer pão. Milénios depois, eis a receita

Ninguém sabia como é que os antigos egípcios faziam pão, até uma investigadora ter posto – literalmente – as mãos na massa e descoberto qual era o seu segredo. "A produção de pão no Egito faraónico …

Afinal, Messi pode mesmo ficar em Barcelona

O internacional argentino Lionel Messi, que no verão passado admitiu publicamente que queria deixar o FC Barcelona, poderá continuar no clube. A informação é avançada este sábado pelo jornal espanhol Marca, que dá conta que …

Governo vai começar a executar o PRR pela área da saúde e apoio aos idosos

O Governo quer começar a executar o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) pela área da saúde e combate às vulnerabilidades sociais. Em declarações ao jornal Público, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira …

Testes alargados a todas as escolas e passam a contemplar amostras de saliva

Os testes ao novo coronavírus vão abranger todas as escolas de Portugal continental e contemplar a amostra de saliva para a realização dos rastreios laboratoriais, segundo a atualização da norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) …

Poeira de asteróide encontrada na cratera Chicxulub encerra caso da extinção dos dinossauros

Uma equipa de investigadores acredita ter encerrado o caso da extinção dos dinossauros após ter encontrado poeira de asteróide na cratera que Chicxulub terá criado há 66 milhões de anos. Desde os anos 1980 que a …

CDS recebeu com "alegria e entusiasmo" candidatura de Moedas a Lisboa

O presidente do CDS-PP afirmou, esta sexta-feira, que o partido recebeu com "grande alegria e entusiasmo" a candidatura de Carlos Moedas à Câmara de Lisboa, considerando que é "um nome forte" e uma "ótima notícia" …

Nem Pote, nem Porro. As estatísticas mostram que Manafá tem sido o melhor em Portugal

O índice de desempenho de uma ferramenta de scouting usada por grandes clubes europeus aponta Wilson Manafá como o jogador em melhor forma da Liga NOS. Não é tecnicamente dotado, nem um favorito dos adeptos. O …

TAP avança com lay-off de um ano a partir de segunda-feira

A TAP vai avançar com um processo de lay-off clássico, que passará por uma redução dos períodos normais de trabalho ou suspensão de contratos, a partir da próxima segunda-feira e durante 12 meses. De acordo com …

Os tigres estão em risco e podem precisar de um "resgate genético"

Os tigres estão sob ameaça e um novo estudo sugere que estes felinos podem precisar de um "resgate genético". O acasalamento entre diferentes subespécies é uma opção. Fragmentação do habitat, conflito entre humanos e vida selvagem, …

Há estranhas nuvens que brilham à noite (e já sabe o que são)

Uma equipa de cientistas usou um pequeno foguete lançado pela NASA para estudar a natureza de um tipo indescritível de nuvens que brilham no escuro, criando uma artificialmente. Desde o final dos anos 1800 que …