Ativista chinês Wu Gan condenado a 8 anos de prisão por subversão estatal

Wu Gan foi condenado a oito anos de prisão por subversão contra o sistema político. Os advogados do ativista chinês já garantiram que vão recorrer da sentença.

Esta terça-feira, o Tribunal Popular Intermediário n.º 2 de Tianjin, uma cidade a cerca de 200 quilómetros a sudeste de Pequim, condenou Wu Gan a oito anos de prisão por subversão contra o Estado. O ativista pelos direitos humanos foi condenado à mais pesada pena passada a ativistas pelo Governo chinês nos últimos dois anos.

Conhecido pelo nome “Super Carniceiro Vulgar”, Wu Gan é um blogger que denuncia injustiças como o abuso de poder por parte do Governo chinês. Em tribunal, depois da leitura da sentença, Wu Gan ironizou a situação dizendo estar “grato ao partido por lhe conceder tão sublime honra”.

Usando as frases mais conhecidas do Presidente chinês, Xi Jinping, quando pediu aos membros do Partido Comunista Chinês para melhorarem o seu trabalho, Wu afirmou que se irá “manter fiel à nossa aspiração original, arregaçar as mangas e fazer um esforço extra”.

De acordo com a Sábado, o veredito revela que o “tribunal descobriu que o réu está insatisfeito com o sistema político existente” na China, sendo Wu acusado de “usar redes de informação para disseminar uma grande quantidade de retórica e atacando o poder estatal e o sistema estabelecido pela constituição”.

A decisão de proceder a esta condenação um dia depois do Natal foi criticada, já que se tornou uma prática recorrente no país. Liu Xiaobo, prémio Nobel da Paz, por exemplo, foi condenado a 11 anos por subversão no dia de Natal de 2009.

Patrick Poon, investigador da Amnistia Internacional, em Hong Kong, diz ser “uma desgraça” que as autoridades escolham o dia a seguir ao Natal para lidar com “uma das poucas pessoas que ainda estava num limbo legal, desde que o Governo começou a cair sobre os advogados e ativistas pelos direitos humanos”.

O advogado pela Amnistia Internacional diz que o Governo chinês usa estas datas para condenar os ativistas porque “diplomatas, jornalistas, oficiais internacionais e o público em geral estão mais distraídos” devido a esta época festiva.

Wu Gan foi detido pela primeira vez em maio de 2015, na sequência de um protesto em Nachang, sudeste da China, contra a detenção e tortura de quatro homens que as autoridades queriam que admitissem um crime. Os quatro foram absolvidos no ano passado.

O ativista também trabalhou como assistente administrativo da Fengrui, uma firma de advogados em Pequim, conhecida por trabalhar com casos sensíveis como, por exemplo, a defesa das vítimas do leite em pó contaminado com melamina, em 2008.

Em 2009, Wu tornou-se conhecido por ter denunciado o caso de uma jovem, Deng Yujiao, que matou um político local que tentou abusar sexualmente dela. O caso tornou-se muito mediático e inspirou parte do filme “Um Toque de Violência”, do realizador chinês Jia Zhangke, cujo argumento foi premiado no Festival de Cannes de 2013.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Irão condena "firmemente" ataque na Síria. EUA quis enviar "mensagem clara"

O Irão, aliado do regime sírio de Bashar al-Assad, condenou "firmemente" os ataques norte-americanos a milícias pró-iranianas na Síria, considerando que podem "intensificar os conflitos" na região. Segundo o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Said …

Vieira segura Jesus apesar da pressão interna

O presidente do SL Benfica, Luís Filipe Vieira, descarta neste momento avançar para a demissão do treinador encarnado, Jorge Jesus, apesar da pressão interna para o fazer, avança este sábado o desportivo Record. Segundo a …

Os antigos egípcios tinham um segredo para fazer pão. Milénios depois, eis a receita

Ninguém sabia como é que os antigos egípcios faziam pão, até uma investigadora ter posto – literalmente – as mãos na massa e descoberto qual era o seu segredo. "A produção de pão no Egito faraónico …

Afinal, Messi pode mesmo ficar em Barcelona

O internacional argentino Lionel Messi, que no verão passado admitiu publicamente que queria deixar o FC Barcelona, poderá continuar no clube. A informação é avançada este sábado pelo jornal espanhol Marca, que dá conta que …

Governo vai começar a executar o PRR pela área da saúde e apoio aos idosos

O Governo quer começar a executar o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) pela área da saúde e combate às vulnerabilidades sociais. Em declarações ao jornal Público, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira …

Testes alargados a todas as escolas e passam a contemplar amostras de saliva

Os testes ao novo coronavírus vão abranger todas as escolas de Portugal continental e contemplar a amostra de saliva para a realização dos rastreios laboratoriais, segundo a atualização da norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) …

Poeira de asteróide encontrada na cratera Chicxulub encerra caso da extinção dos dinossauros

Uma equipa de investigadores acredita ter encerrado o caso da extinção dos dinossauros após ter encontrado poeira de asteróide na cratera que Chicxulub terá criado há 66 milhões de anos. Desde os anos 1980 que a …

CDS recebeu com "alegria e entusiasmo" candidatura de Moedas a Lisboa

O presidente do CDS-PP afirmou, esta sexta-feira, que o partido recebeu com "grande alegria e entusiasmo" a candidatura de Carlos Moedas à Câmara de Lisboa, considerando que é "um nome forte" e uma "ótima notícia" …

Nem Pote, nem Porro. As estatísticas mostram que Manafá tem sido o melhor em Portugal

O índice de desempenho de uma ferramenta de scouting usada por grandes clubes europeus aponta Wilson Manafá como o jogador em melhor forma da Liga NOS. Não é tecnicamente dotado, nem um favorito dos adeptos. O …

TAP avança com lay-off de um ano a partir de segunda-feira

A TAP vai avançar com um processo de lay-off clássico, que passará por uma redução dos períodos normais de trabalho ou suspensão de contratos, a partir da próxima segunda-feira e durante 12 meses. De acordo com …