Até as bactérias precisam de espaço. Células esmagadas desligam a fotossíntese

(dr) Kristin A. Moore e Jeffrey C. Cameron

Quando as bactérias ficam esmagadas, podem entrar num modo de defesa e desligar a fotossíntese, concluiu uma investigação recente, levada a cabo por cientistas da University of Colorado Boulder, nos Estados Unidos.

A equipa da universidade norte-americana acompanhou a vida de cianobactérias à medida que cresceram e se dividiram em colónias complexas. Durante o processo, os investigadores descobriram algo inesperado: sempre que estes organismos unicelulares ficavam muito apertados, começavam a desligar o mecanismo essencial para transformar a luz solar em açúcar.

Além disso, estes organismos minúsculos diminuíram ainda mais o seu tamanho, segundo Jeffrey Cameron, professor assistente do Departamento de Bioquímica. As descobertas, que surgem no artigo publicado na Nature Microbiology, fornecem uma nova abordagem sobre a fotossíntese, um processo que sustenta a maior parte da vida na Terra.

Numa colónia, as células do lado de fora são muito expostas à luz, ao contrário das que se encontram no lado de dentro, que têm uma baixa exposição.

Quando Cameron começou a analisar os crescimentos das cianobactérias, o cientista apercebeu-se de que, quanto mais as colónias cresciam, mais esmagadas se sentiam as bactérias do meio. Na sequência desse fenómeno, essas bactérias começaram a “brilhar”, sob um certo tipo de luz.

No fundo, as cianobactérias emanavam calor para o meio ambiente, quase como quando um ser humano sua quando se sente muito apertado dentro de um autocarro, por exemplo. Os investigadores descobriram ainda que as cianobactérias no interior da colónia “brilhavam” muito mais do que as das margens, e cresciam muito mais devagar.

Mas por que motivo era interrompida a fotossíntese? A equipa chegou à conclusão que, quando as cianobacterias se tornaram confinadas a um espaço muito pequeno, começaram a perder os ficobilissomas, uma estrutura baseada em proteínas que recolhe a luz solar, transportando-a depois para os locais de reação, onde a energia é convertida em glicose.

Cameron espera que estes resultados ajudem os cientistas a desenvolver “micróbios feitos à medida” capazes de, no futuro, transformar luz em eletricidade.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Diário de oficial nazi revela localização de tesouro escondido na Polónia durante a 2.ª Guerra Mundial

Um diário que esteve na posse de uma sociedade secreta durante décadas contém um mapa que descreve a localização de mais de 30 toneladas de ouro escondidas pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. Escrito há …

"Pés de café" ajudam robôs a andar mais rápido (e sem tropeçar)

Uma das principais aplicações para robôs com pernas é a exploração de locais de desastre. No entanto, para atravessar os escombros, estas máquinas precisam de ter "pés" firmes. Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, …

Famalicão 2-1 FC Porto | Dragões falham reentrada

O FC Porto ficou hoje com a liderança da I Liga portuguesa de futebol em risco, ao perder em casa do Famalicão, por 2-1, na 25.ª jornada, que marca o regresso após a paragem devido …

Empresas chinesas compram soja dos EUA apesar de suspensão imposta pelo Governo

Empresas estatais chinesas terão comprado pelo menos três carregamentos de soja aos Estados Unidos (EUA), mesmo após o Governo ter levantado uma suspensão. Esta surgiu depois de Washington afirmar que terminaria com o acordo comercial …

Musk quer bombardear Marte. Pode ser só um "pretexto" para enviar armas nucleares para o Espaço

O plano de Elon Musk de bombardear Marte é apenas um pretexto para o lançamento de armas nucleares para o Espaço, disse o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin. Bombardear Marte para tornar o …

Quase 20 mil toneladas de combustível derramadas em rio na Rússia

https://cache-igi.cdnvideo.ru/igi/video/2020/6/2/%D0%BD%D0%BE%D1%80%D0%B8%D0%BB%D1%8C%D1%81%D0%BA.mp4 Quase 20 mil toneladas de combustível foram acidentalmente derramadas num rio no extremo norte da Rússia, levando as autoridades a declarar uma situação de "emergência" e levantando preocupações entre ambientalistas e residentes. Em comunicado, a associação …

Mais verde e mais barato. Suécia segue a Alemanha e instala a primeira turbina eólica de madeira

A Suécia instalou uma nova e interessante turbina eólica: uma torre construída em madeira. A Alemanha também já tem esta nova tecnologia. Construída a partir de materiais de fontes sustentáveis e que oferecem desempenho comparável às …

Já não mostra só as filas do supermercado. App "Posso ir?" também diz se pode ir à praia

A aplicação móvel que permite aos utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados também mostra como está a praia. Agora, a aplicação "Posso ir?" vai também dizer-lhe se é ou não prudente ir dar …

Discurso xenófobo. Na Áustria, "a islamofobia tornou-se uma forma dominante de racismo"

A Áustria regista um aumento preocupante do discurso xenofóbico, em particular em relação aos muçulmanos e refugiados, alerta um relatório do Conselho da Europa. A Comissão do Conselho da Europa contra o Racismo e a Intolerância …

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia é uma invenção

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia de coronavírus é uma invenção, de acordo com uma pesquisa realizada pela Escola Superior de Economia de Moscou (HSE). Segundo avançou o site de notícias RBC, citado …