Astrónomos revelam como se formam os “mundos habitáveis”

Astrónomos da Rússia e da Europa descobriram sob que condições se formam os planetas semelhantes com a Terra ou com as suas sósias maiores. E, segundo acreditam, a descoberta facilitará a procura de mundos potencialmente habitados.

Nos últimos anos, contam os cientistas, o telescópio Kepler e outros observatórios detetaram milhares de planetas que se encontram fora do Sistema Solar. A maior parte deles são “Júpiteres quentes”, conhecidos por gigantes gasosos, ou “Superterras” — planetas rochosos, cuja massa supera entra 1,8 e 3 a da Terra.

A forma como estas “sósias” da Terra se formam continua, até aos dias de hoje, a ser um enigma para os cientistas. Os investigadores acreditavam que o seu aparecimento necessitava de quaisquer condições exóticas.

De forma a desvendar o mistério, os cientistas criaram um modelo digital de disco protoplanetário, no qual se formam estrela e os seus satélites futuros. Com este modelo, os investigadores conseguiram finalmente descobrir quais as verdadeiras condições que contribuem para o nascimento destes planetas e dos seus irmãos de menor trabalho.

Ao mudarem a composição química dentro do disco, os pesquisadores concluíram que, ao contrário do que se acreditava, a poeira e os planetas não se formam dentro de centenas de milhares ou milhões de anos após nascimento de uma estrela. Pelo contrário, os planetas aparecem imediatamente depois do aparecimento do “embrião” da estrela.

Num primeiro momento, surge a poeira espacial que se junta de seguida, acabando por se converter num “calhau espacial”. Depois disso, transforma-se em objetos maiores que se podem, posteriormente, converter em planetas, caso a viscosidade do disco protoplanetário continuar a ser baixa.

Desta forma, e já nas próximas centenas de milhares de anos, um grande número de “pedras espaciais” pode surgir nos arredores mais próximos. O seu diâmetro atinge quase um metro e a sua massa total será centenas vezes maior de que a da Terra.

Assim, e segundo apontam os cientistas, há muitas oportunidades para que os planetas tenham tempo de se formar e não ser “devorados” por gigantes gasosos que nasceram em partes longínquas do disco. Consequentemente, caso se consigam formar, estes planetas vão concentrar-se em órbitas nos arredores de uma estrela recém-nascida.

Os investigadores esperam que estes modelos possam ajudar a compreender a frequência com que se formam as “Superterras”, perto de estrelas semelhantes ao sol, percebendo ainda quantas delas se situam dentro da zona habitável.

Os resultados da pesquisa foram publicados na blibioteca eletrónica da arXiv.org.

PARTILHAR

RESPONDER

Arrojada no céu: Aston Martin apresenta carro voador de luxo

A Aston Martin apresentou recentemente o Volante Vision Concept, uma aeronave arrojada e futurista destinada a transportar passageiros em voos de médias e longas distâncias. A Aston Martin pôs em cima da mesa as suas soluções …

Marta Soares recusa candidatura de Bruno de Carvalho

Bruno de Carvalho tentou formalizar a sua candidatura à presidência do Sporting, esta quarta-feira, tendo sido prontamente recusada por Jaime Marta Soares. O advogado de Bruno de Carvalho, Pedro Proença, deslocou-se esta quarta-feira ao Estádio de …

Hungria retira-se de pacto mundial sobre as migrações aprovado na ONU

A Hungria, com um Governo abertamente hostil à imigração, declarou que se retira do pacto mundial sobre as migrações aprovado, na semana passada, nas Nações Unidas, por considerar que encoraja o fluxo de pessoas "perigosas". O …

Lisboa vai proibir copos de plástico a partir de 2020

Um dos objetivos da Câmara Municipal de Lisboa para o ano em que a cidade será a Capital Verde Europeia é banir os copos de plástico até 2020. Segundo o Diário de Notícias, esta é uma …

Primeiro não flutuava, e agora o novo submarino espanhol não cabe nas docas

Primeiro não flutuava, por excesso de peso, e agora, não cabe nas docas. O novo submarino da Marinha Espanhola é um embaraço para a Defesa do país vizinho e um caso flagrante de derrapagem, com …

Prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos dos Hells Angels

O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa determinou prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos como medidas de coação no âmbito do processo do grupo Hells Angels e apresentações periódicas às autoridades para os restantes. Segundo …

Bruxelas aplica multa recorde de 4,3 mil milhões de euros à Google

A Comissão Europeia aplicou, esta quarta-feira, uma multa com valor recorde de 4,3 mil milhões de euros ao gigante norte-americano Google por abuso de posição no mercado devido ao sistema Android. Esta sanção, destinada a punir …

Rapazes salvos na Tailândia saíram do hospital e recordam "milagre"

As 12 crianças e o treinador de futebol que ficaram presos numa gruta inundada na Tailândia e que estavam internados desde a semana passada receberam esta quarta-feira alta hospitalar e falaram pela primeira vez desde …

Hotel processa sobreviventes do massacre de Las Vegas

A empresa que detém o hotel Mandalay Bay, em Las Vegas –  onde Stephen Paddock disparou sobre uma multidão num festival de música country –, processou mil de vítimas do ataque, argumentando não ter "qualquer …

Jesus pediu a Cintra para anular cláusula de confidencialidade

Nas primeiras entrevistas após a sua saída do Sporting e das agressões em Alcochete, o Jorge Jesus disse que a equipa não devia ter jogado a final da Taça de Portugal e que Sousa Cintra …