Assembleia Nacional Popular da China aprova presidência indefinida para Xi Jinping

(h) REUTERS POOL / KHANM / EPA

O presidente da China, Xi Jinping

A sessão plenária da Assembleia Nacional Popular da China aprovou uma emenda constitucional que estabelece uma presidência indefinida para o atual chefe de Estado, Xi Jinping.

A Assembleia Nacional Popular da China aprovou com um único voto um conjunto de 21 emendas constitucionais propostas, entre as quais a eliminação do limite de dois mandatos consecutivos de cinco anos para os presidentes do país.

O Presidente da China, Xi Jinping, está neste cargo desde março de 2013. A Constituição chinesa previa um limite de dois mandatos para o Presidente do país, fazendo com que o governante não pudesse ficar além de 2023.

No entanto, no passado domingo, o Partido Comunista da China (PCC) propôs uma alteração à lei fundamental do país, retirando essa proibição, de forma a que tanto o Presidente como o vice possam ficar nos respetivos cargos indefinidamente.

“O comité central do Partido Comunista da China propôs remover da Constituição a expressão onde se diz que o Presidente e o Vice-Presidente da República Popular da China não devem servir mais de dois mandatos consecutivos”, pode ler-se num anúncio feito pela agência de informação estatal Xinhua.

De acordo com o Público, esta proposta de alteração à lei surge no momento em que Xi Jinping tem assumido um lugar de destaque na galeria dos líderes chineses das últimas décadas. Segundo o jornal, o Presidente será nomeado para o segundo mandato de cinco anos, no início de março.

Esta alteração à lei é decidida pelo comité central do PCC, de que Xi Jinping é secretário-geral, não havendo assim oposição no Parlamento, uma vez que os membro daquela instituição são escolhidos pela sua lealdade ao partido.

Mas esta não é a única medida aplicada por Xi Jinping. Em outubro do ano passado, ficou decidido no congresso do PCC que o pensamento político do presidente seria incluído na Constituição, consagrando assim os “Pensamentos de Xi Jinping”, algo que até agora só foi conseguido por Mao Tse Tung.

Trump “talvez tente” também

O Presidente norte-americano, Donald Trump, declarou que acha “ótimo” que o Presidente da China possa manter-se no poder de forma vitalícia e aventou a hipótese de os Estados Unidos um dia fazerem o mesmo.

“Ele agora é Presidente vitalício. Presidente vitalício. E é ótimo, acho que isso é óptimo. Talvez tentemos fazer o mesmo um dia destes”, comentou Trump.

Para justificar a sua opinião, Donald Trump criticou novamente a sua adversária presidencial democrata Hillary Clinton, repetiu que “o sistema está viciado” e classificou a invasão do Iraque como “a pior decisão alguma vez tomada”, referindo-se ao ex-presidente George W. Bush como “outro verdadeiro génio”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Plano de desconfinamento tem várias velocidades, mas não tem datas

O primeiro esboço do plano de desconfinamento já chegou a São Bento e será apresentado na reunião do Infarmed, marcada para a próxima segunda-feira. A equipa de peritos - liderada por Óscar Felgueiras, da ARS/Norte, e …

Átomo extinto revela segredos da infância do Sistema Solar

Usando o átomo extinto nióbio-92, uma equipa de investigadores da ETH Zurich, na Suíça, conseguiu explicar eventos do início do sistema solar com a maior precisão de sempre. Se um átomo de um elemento químico tiver um …

Marcelo cria nova equipa em Belém para controlar "bazuca" europeia

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, criou uma equipa para manter uma vigilância apertada sobre a gestão do dinheiro que chega da "bazuca" europeia. Marcelo Rebelo de Sousa criou uma nova equipa para a …

Espanha vai proibir viagens durante a Páscoa. França, Hungria e Brasil com novas restrições

Espanha prepara-se para aprovar um plano de desconfinamento para as próximas semanas, particularmente para a Páscoa, que prevê a proibição de viajar entre as suas comunidades autónomas e um recolher obrigatório entre as 22h00 e …

FBI detém funcionário de Donald Trump pela invasão ao Capitólio

O Departamento Federal de Investigação (FBI) deteve na quinta-feira um funcionário do ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump pela invasão ao Capitólio a 6 de janeiro, noticiaram os media norte-americanos. Trata-se de Federico Klein, um homem …

Bebidas, fatos e centro "fantasma". Presidência portuguesa da UE debaixo de fogo após gastos "incomuns"

A presidência portuguesa do Conselho Europeu está no olho do furacão depois de uma reportagem que evidencia as "despesas incomuns" com bebidas, fatos e um centro de imprensa "fantasma", em contratos que custaram "centenas de …

Padres, provedores e autarcas. MP investiga casos de vacinação indevida

A investigação do Ministério Público (MP) e da Polícia Judiciária (PJ) conta já com 33 casos suspeitos de vacinação indevida, estendendo-se a padres, provedores de misericórdias, administradores hospitalares e autarcas. Desde o início da campanha da …

Atrasos na vacina da Pfizer condicionam vacinação de doentes de risco entre os 65 e os 79

A vacinação de doentes de risco entre 65 e os 79 anos está condicionada pela chegada de mais vacinas da Pfizer. Na união Europeia, Portugal é o quinto país com a percentagem mais elevada de doses …

Há uma geringonça (sem Bloco) a discutir quinzenalmente a execução orçamental

No ano passado, a abstenção do PCP de um empurrão na aprovação do Orçamento do Estado. O partido de Jerónimo de Sousa não desiste de exercer influência e de se consolidar como parceiro do Governo, …

Um jogo tem hora e meia, mas em Portugal só se jogam, em média, 49 minutos

Esta época, em média, o tempo útil de jogo na primeira divisão portuguesa é de apenas 49,26 minutos. Os árbitros são bodes expiatórios deste registo. Dizem as regras do futebol que um jogo tem 90 minutos, …