Com base nos ossos, artista desenhou animais da mesma forma que desenhamos dinossauros

O palaeoartista turco C. M. Kosemen reimaginou como seriam os animais que conhecemos hoje se tivéssemos de imaginá-los apenas com base nos seus ossos, como fazemos com os dinossauros.

De acordo com o Hypeness, o artista teve a ideia de fazer esta série de ilustrações ao deparar-se com o raio-X de um crocodilo. Por ser um parente dos dinossauros, o animal deveria ter algumas semelhanças com os seus primos pré-históricos. Porém, os crocodilos possuem muito mais músculos, gordura e tecidos moles do que as reproduções dos dinossauros.

Na ilustração de um elefante, por exemplo, ao ser confrontado com um crânio desse animal, Kosemen não saberia que o elefante possuía um nariz preênsil semelhante a um tubo de 1,8 metros nem esperaria que fosse tão grande e enrugado.

Parte do problema vem do facto de o paleoilustrador ser forçado a adivinhar a quantidade de tecido mole que ficaria ao redor do osso.

O artista aponta que um erro comum dos ilustradores de animais é desenhar os dentes de dinossauros à mostra. Como comparação, Kosemen lembra que mesmo animais com dentes grandes raramente os têm tão visíveis no mundo atual – e isso deveria de alguma forma estar relacionado com a aparência histórica dos dinossauros.

Koseman admite que a representação dos dinossauros não se deve a uma interpretação falsa dos cientistas, mas acredita que os primeiros ilustradores a representar estes animais fizeram alguns erros, que foram sendo copiados nos últimos 40 anos.

Estes resultados levam-nos a questionar sobre a forma como os dinossauros são representados atualmente.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Este turco é o maior. Pode ser razoável a desenhar animais mas é um bocado idiota. Desenhou um elefante com as duas grandes presas de marfim, mas sem a tromba. Assim é garantido que o animal não podia comer nem beber!

  2. O artigo menciona que é mesmo dessa forma que o artista chama a atenção para erros fundamentais por parte dos primeiros ilustradores que interpretaram fósseis de esqueletos de animais extintos, que nunca nenhum ser humano alguma vez viu.

    • Sim, eu entendi isso. Mas esses primeiros ilustradores não desenharam animais claramente inviáveis. Por isso este turco não fez umas crítica científica desses desenhos, fez uma caricatura jocosa, ou fez uma crítica claramente injusta e idiota. É diferente.

  3. É verdade, bem visto. Ele foi um pouco longe demais. Não podemos menosprezar o esforço e dedicação dos artistas pioneiros. Ele pode ter desejado chamar a atenção para o seu trabalho, mas optou pela via mais fácil, que foi criticar não objectivamente o trabalho deles.

RESPONDER

A linguagem de Benoit está a morrer. O senegalês quer salvá-la através da música

O senegalês Benoit Fader Keita está a usar o poder da música para salvar a sua linguagem, ménik, que tem apenas 3 mil falantes e está em risco de extinção. Benoit Fader Keita nasceu no Senegal …

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

 A doença misteriosa foi identificada, pela primeira vez, em 2015, num doente considerado um "caso isolado e atípico". Há quase dois anos, Roger Ellis desmaiou depois de ter tido uma convulsão durante o 40.º aniversário de …

Estudo sugere que há quatro tipos de Alzheimer

Uma equipa de investigadores sugere que há quatro tipos da doença de Alzheimer, que atacam diferentes zonas do cérebro e têm sintomas distintos. Um novo estudo sugere que o Alzheimer é uma doença bem mais complexa …

Jovens tentam salvar vidas na Índia através do Youtube. Plataforma elimina vídeos por serem "perigosos"

A Índia continua a debater-se com a grave crise sanitária desencadeada pela covid-19. Jovens indianos publicaram no Youtube vídeos a produzir oxigénio em casa, usando processos químicos ensinados nas escolas. A plataforma eliminou-os. De acordo com …

Shuvuuia era um dinossauro do tamanho de uma galinha, que caçava às escuras

Os investigadores descobriram que Shuvuuia, um pequeno dinossauro do tamanho de uma galinha, tinha uma excelente audição e visão noturna, que lhe permitiam caçar de noite. São poucas as aves que têm aquilo que é preciso …

Na China, é ilegal pedir comida em excesso nos restaurantes

A China aprovou uma lei anti-desperdício de alimentos que proíbe clientes de restaurantes de pedirem mais do que precisam, uma legislação abrangente pode prejudicar a experiência de comer fora de casa. A lei, que entrou em …

Sindicato de pilotos denuncia pedidos da TAP para voos em folga

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) denunciou pedidos da Transportadora Aérea Portuguesa (TAP) para que alguns trabalhadores efetuem voos em dias de folga, ao mesmo tempo que afirma ter pilotos em excesso. Num email …

Bayern Munique 'festeja' nono título consecutivo com goleada

O Bayern Munique coroou este sábado o seu nono título consecutivo na Liga alemã de futebol com uma goleada no triunfo diante do Borussia Moenchengladbach (6-0), num jogo com um hat-trick de Lewandowski. Antes de pisar …

A piscina infinita mais alta do mundo fica no Dubai

Haverá poucas coisas tão libertadoras como dar um mergulho numa piscina infinita com vista para o oceano. Agora, quem visitar o Dubai poderá fazê-lo numa piscina a quase 300 metros acima do nível do mar. Segundo …

"Polskie Babcie", as avós que lutam pela democracia na Polónia

Um grupo de idosas polacas organiza protestos, todas as semanas, para lutar pela democracia no país, governado pelo partido de direita nacional-conservador e democrata-cristão Lei e Justiça (PiS). É hora de ponta em Varsóvia, capital da …